Skip to content

Gauchão’11: Um time com e sem Lúcio

março 10, 2011

Só quem estava no Estádio Olímpico, pra sentir o que eu senti. Não tem explicação. É uma mistura de orgulho, angústia e raça. Sabe-se lá o que foi o que sentimos. Só tenho certeza que foi algo bom, renovador. Ao mesmo tempo que o sofrimento estava junto conosco, o alívio apareceu no final. Ganhamos na luta, na determinação e na persistência.

O Grêmio começou pouco visível. O time adversário mostrou para que veio e dominou os primeiros minutos. Logo no primeiro minuto, conseguiu atacar e fazer uma boa jogada, com um ‘quase’ gol. Vendo que o time estava totalmente perdido dentro de campo, Renato mandou o banco de reservas aquecer. Afinal, aonde estava o Grêmio?

Faltou qualidade, faltou toque de bola, faltou presença. Simplesmente, faltou tudo para o Grêmio no início do primeiro tempo. Devido a isso, o Caxias acabou de aproveitando. Itaqui, ex-gremista, deu um chute forte de uma distância grande e acabou acertando o canto do gol Tricolor. É, definitivamente, eles estavam se acomodando no jogo.

Apesar dos reservas estarem desde o início do jogo aquecendo, o técnico só fez a primeira alteração aos 26′ do primeiro tempo. Trocou Carlos Alberto por Bruno Collaço. O time mudou um pouco, houve mais movimentação no meio campo, porém, os problemas não desapareceram rapidamente: Caxias ampliou com Gerley. Ainda no primeiro tempo, o Grêmio descontou com William Magrão.

No segundo tempo, o Grêmio não fez muita coisa novamente. O Caxias conseguiu controlar a partida, mas a maior posse de bola tornou-se do Grêmio. Como Gilson pouco apareceu e pouco fez, foi substituído por Lúcio. A partir de então, vimos outro Grêmio dentro de campo. Um Grêmio que atacava mais, ameaçava mais e concluía mais.

Ao ver que a situação estava ficando ruim para o lado do adversário, começou o tal do ‘cai-cai’. Era goleiro caindo, jogador caindo… Todo time do Caxias resolveu fazer o seu teatro, com a intenção de matar o tempo. Em função disso, foi dado 6 minutos de acréscimo. Aos 50 minutos o Estádio já estava a loucura. Era pessoas gritando, chutando, e até mesmo chorando. A atitude de Rodolfo, em protesto ao time do Caxias, foi a forma mais do que clara de como o torcedor estava na arquibancada. Foi expulso, mas tirou um peso de si mesmo.

 

Com o tempo extra adquirido, até Victor foi pra área. Rafael Marques, aaaaah, Rafael! Ele foi o nome. Foi ele, ele que pegou um rebote e marcou o gol de empate, levanto e Estádio Olímpico a LOUCURA! Com isso, a decisão era nos pênaltis.

Nos pênaltis, Victor foi o nome. Defendeu dois chutes, levando o time a loucura. Com o placar de 4 a 1, o Grêmio saiu campeão da Taça Piratini.

 

Anúncios
8 Comentários leave one →
  1. Eduardo permalink
    março 10, 2011 7:30 pm

    2 pequenas correçōes:
    “Ex gremista” nāo existe. É paixão insuperárel e doença incurável.
    Os acrescimos nao foram pela “cera”, mas pela demora nas trocas e atendimentos medicos dos polenteros.

  2. giovani montagner permalink
    março 10, 2011 7:55 pm

    valeu a garra, a valentia, a irresignação com o resultado adverso. foi comovente a entrega dos jogadores.
    o adversário jogou bem, fez um excelente primeiro tempo e sucumbiu no segundo tanto pela imposição do grêmio quanto pelos erros na hora de ampliar o marcador e na prática do anti-jogo. o lisca tem se mostrado um bom técnico, fez um bom trabalho no sapucaiense e ia fazendo no caxias, não entendi sua demissão.
    a escolha do “ficou devendo” foi certa, o melhor momento do douglas na partida foi sua cobrança do penaliti. achei o willian magrão mal, não ajudou na defesa nem no ataque, embora tenha feito um dos gols.
    espero que o jogo de ontem tenha servido de alerta, a equipe não vem jogando bem, não lembra em nada a equipe do final do ano passado com aquele futebol envolvente. as jogadas, principalmente ofensivas, não estão fluindo, estão truncadas e raras, dificilmente os atacantes tem chances claras de gol. isso deve-se a insistência do renato com alguns jogadores e com o esquema.
    persiste o problema na frente da zaga, resultando na situação de nosso zagueiros sempre entrarem em confronto direto com os atacantes e meias ofensivos adversários, gerando o problema da bola diagonal entre zagueiro e lateral. para resolver isso ou coloca-se um volante mais fixo na defesa ou aproximam os setores defesa-meio, como o manchester faz.
    o gilson não tem condições de ser banco no grêmio, muito limitado, assim como o diego clementino.
    a saída do jonas ocasionou a desestabilização ofensiva da equipe, sem ele perdeu-se a movimentação no ataque, o douglas e o gabriel estão jogando muito menos do que o ano passado, resultando também nas poucas jogadas para os atacantes. é necessário um atacante de movimentação, que pode ser ou carlos alberto ou escudeiro. não temos como saber como ambos jogam, o primeiro esta fora de posição, dái a dúvida se ele rende mais no ataque ou no lugar do douglas, e o segundo porque não jogou ainda.
    a dupla de ataque borges-andré lima da maneira que esta jogando não tem como dar certo, é preciso mais presença dos jogadores de meio seja com a tocando a bola ou com ela dominada, assim criando oportunidades de gol para eles, seja para a finalização, já que eles ultimamente recebem a bola só de costas para o gol, então que ajeitem para quem vem de trás.

  3. Gremista de Coração permalink
    março 10, 2011 9:17 pm

    mta emoção na noite de quarta, eu me desesperava no sofa pela bola da treva de douglas e a cabeçada de borges pra cima… o Grêmio nao foi bem, contra o Caxias foi duro e meu medo fica agora para a libertadores, q tende a ser mto… mto pior, espero a Renato ajeite o time, q com Lucio… é otra coisa. bem melhor q gilson fez mto em tao poco tempo e o ataque gremista q vi um André Lima com 2 gols anulados mas só, nao o vi fazer mto, Carlos Alberto jogou com vontade mas nao agradou o chefe, Gilson mto fraco pela laeral, senti falta de Escudero, axei q ele entraria mas assim nao foi feito. Com vaga na Final garantida… agora é a Libertadores, FORÇA GRÊMIO

  4. Lopes permalink
    março 10, 2011 10:37 pm

    Fiquei muito feliz com o triunfo tricolor, bem ao estilo Imortal. Contudo não dá para esconder a preocupação com o futuro. Ficam as seguintes constatações: O Lúcio não pode mais se machucar, pois faz muita falta, o time com ele é outro; O Gilson deixa muito a desejar; O meio campo fica muito fragilizado e a zaga desprotegida sem outro marcador ao lado do Roca (incrível, o Adilson fez falta); Precisamos urgentemente de um atacante, ainda mais agora com a lesão do André.
    Positivamente podemos constatar também: Temos um grande goleiro (essa frase já virou chavão, falhou no 2º gol, mas tem muito crédito); Rodolfo parece que nasceu no Olímpico; Gabriel joga muito; e para mim, o grande nome do time nesse 2011 até aqui, chama-se Fábio Rochemback. Não vamos esquecer da casamata, o time tem comando. O grupo, nota-se, gosta do chefe Renato!

  5. heraldo permalink
    março 11, 2011 9:48 am

    23465 torcedores?

    • março 11, 2011 6:33 pm

      Sim. Pouco, né?

  6. março 11, 2011 2:37 pm

    Quem me segue no twitter deve ter visto eu twittar “Porra, Douglas” umas 4, 5 vezes durante o jogo. Agora, o Renatão tem o time a torcida nas mãos. Não é todo mundo que manda a torcida se acalmar e ela atende! Mas mesmo com a emoção do jogo, a zaga e o lateral-esquerdo têm que ser revistos. E, queiramos ou não, a lesão do André Lima vai ajustar o time. Com o Escudero recuperado, pra mim ele é titular. Ficaria Victor; Gabriel, M. Fernandes, Rodolfo e B. Collaço; Rocka, Adilson (Fernando, W. Magrão), Lucio, Douglas e Escudero; Borges.

  7. Gabriel permalink
    março 12, 2011 3:48 am

    Um dos melhores jogos que eu vi. Incrivel a entrega dos jogadores em campo. Mas, o time ainda precisa ser ajustado, uma coisa eu não estou entendendo: pq o Bruno Collaço é reserva? Gilson é dificil de aguentar…

    Time titular: Victor, Gabriel, Rafa Marques, Rodolfo, B. Collaço; Rochemback, Fernando, Lucio, Douglas; Escudero e Borges

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: