Skip to content

Ataque: tem argentino no páreo

março 5, 2011

Foto: Uol Esportes

Muito se comentou aqui no blog sobre a titularidade de André Lima e Borges. Muitos pediram a escalação de ambos. Renato Portaluppi atendeu. Colocou dois centroavantes que, aparentemente, possuíam características quase idênticas, para jogarem lado a lado.

Alguns jogos se passaram e a dupla vem marcando seus gols. Na quinta-feira (03), contra o León/PER, cada um marcou o seu. Quando jogavam no São Paulo, Borges e André Lima atuaram juntos, mas nunca chegaram a ser efetivados. Hoje, porém, a realidade apresenta uma opção cada vez mais provável que a dupla seja mantida no ataque tricolor, uma vez que apostas como Junior Viçosa, Diego Clementino e Lins pouco mostraram.

Mas se há alguém que pode ameaçar a titularidade da dupla (ou ao menos de um deles) é Escudero. O argentino entrou nos minutos finais no jogo de quinta e mostrou habilidade, inteligência e vontade de mostrar ao que veio.

Borges faz o famoso “pivô”, jogada onde recebe a bola de costas para o gol e, num giro que tira completamente o adversário da parada, arremata. Isso, na minha visão, o torna mais efetivo do que André Lima. E o que torna Escudero uma sombra pouco ameaçadora para André Lima é sua timidez. Desde que desembarcou no Olímpico, Escudero pouco falou. Segundo Renato, “El Pichi” precisa de tempo para adequar-se ao Brasil, especialmente ao português, já que boa parte das orientações passadas nos treinos precisam ser repetidas quase que silabicamente para que o argentino as compreenda.

No entanto, vejo em Escudero aquilo que não vejo em André Lima: movimentação. Tá certo que a dupla atual vem marcando seus gols, o que faz o torcedor pensar bem antes de fazer qualquer crítica ao trabalho dos dois. Só que Escudero, nas oportunidades em que pode ser observado, mostrou ser rápido e ofensivo com a bola nos pés. A movimentação do argentino parece encaixar com o estilo de jogo de Borges. Mais: parece assemelhar-se com o estilo de jogo de Jonas.

Nos resta aguardar as próximas oportunidades para observar Escudero. O argentino precisa ter sequência. Acho importante testá-lo ao menos na Taça Farroupilha, o segundo turno do Campeonato Gaúcho 2011. Suas atuações contra o Oriente Petrolero e León deixaram o torcedor esperançoso de que possa ser este, enfim, o parceiro ideal para Borges.

E já que o tema é ataque, lanço uma enquete:

Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. danii permalink
    março 6, 2011 3:40 am

    Quem é mais efetivo, Borges no giro, ou André Lima de cabeça?

    É difícil imaginar os dois separados (nesse momento), mas é mais difícil ainda ver Escudero com toda habilidade e vontade de jogar que tem… no banco.

    E agora?

    éé, Seu Renato vai ter trabalho.

  2. Gremista de Coração permalink
    março 6, 2011 9:01 pm

    Desisão complicada. A dupla atual (Borges e André Lima) vem fazendo seus gols… mas mesmo assim nao ta desencantando. Para mim acho o André mto travado e oEscudero tento mais velocidade, poderia experimentar a dupla Borges e Escudero, se nao der… voltamos a dupla anterior

  3. Nivo permalink
    março 7, 2011 1:40 am

    Sou mais andré lima do que o borges, é mais participativo e faz gols de cabeça, não gosto de centroavante baixinho, mas mesmo assim a diferença de qualidade entre os dois é mínima, e é ótimo que o grêmio tenha dois jogadores deste quilate. mas os dois juntos não dá…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: