Skip to content

Primeiro bimestre passado a limpo

março 1, 2011

O mês de fevereiro encerrou-se ontem. Já se passaram dois meses de trabalho do técnico Renato Portaluppi na temporada. Com a vaga para a final da Taça Piratini (1° turno do Gauchão 2011) assegurada, o Grêmio também corre para vencer os obstáculos que se apresentaram contra o Junior, de Barranquilla/COL, na quinta-feira passada. Apesar do bom retrospecto do técnico e seus comandados desde que o mesmo assumiu o comando da equipe em agosto de 2010, algumas dificuldades ficaram salientes nesses primeiros dois meses de 2011.

Mesmo sem apresentar aquele rendimento que elevou o Grêmio da zona de rebaixamento para a quarta colocação na tabela do Brasileirão, ainda que tenha mantido praticamente todo o elenco do ano passado, poucos foram os jogos onde o Grêmio apresentou deficiência aguda, que assustasse o torcedor. Nas duas derrotas do ano, atuações que foram consideradas atípicas. Diante do Novo Hamburgo, no Gauchão, um time misto, sem a referência e qualidade técnica decisiva de Douglas, Rochemback e Rodolfo. Já contra o Junior, uma atuação de pouco brilho, bastante prejudicada pela deficiência do lado esquerdo e pela arbitragem, que usurpou um pênalti claro em Borges.

Mas não deve haver qualquer desculpa que justifique as duas derrotas. Deve haver análise. Busquei alguns fatores que elevaram e diminuíram o potencial gremista neste primeiro bimestre de 2011. Vamos a eles:

DEFESA: a contratação de Rodolfo talvez seja a principal deste ano. Sempre seguro no desarme, tem pouquíssimos erros nos jogos que atuou. Faz dupla momentânea com Paulão, um zagueiro brucutu, que disputa a maioria dos lances de maneira estabanada e displicente. Não é um zagueiro horrível, mas não tem a técnica e a categoria adequada ideais para uma disputa de Libertadores. Acho que Vilson, que voltará aos gramados em cerca de 20 dias, deve ocupar sua vaga. Lembrando que ainda há Mário Fernandes, mesmo que Renato não admita a possibilidade de colocar o jovem na posição. O setor claramente sofre com a bola pelo alto. Leva gols bobos. Precisa aprimorar mais o cabeceio na hora de defender;

LATERAIS: depois de anos de preocupação, a lateral direita gremista ganhou um titular incontestável. Gabriel dificilmente tem uma atuação discreta ou que ponha em dúvida sua titularidade. O mesmo já não se pode dizer da lateral esquerda. Enquanto Lúcio assumiu a função mais avançada pela esquerda, Renato testou Gilson. Não deu certo. Não dará certo. Já tivemos demonstrações disso. Não sei até quando ele irá insistir. Rezo para que não precise cair um tombo feio, algo semelhante ao que aconteceu quinta passada, em Barranquilla, onde a maioria dos ataques do Junior dava-se pelo setor onde Gilson deveria estar apoiando. Collaço vem entrando bem, mas acho que Neuton deveria receber mais oportunidades;

Douglas - Foto: Carlos CostaMEIO-CAMPO: talvez o setor com mais opções de variabilidade para Portaluppi. Rochemback voltou aos velhos tempos e faz partidas quase impecáveis. Adílson faz o chamado “feijão com arroz”, mas comete erros primários que colocam em xeque sua titularidade. Fernando, que volta da Sub-20, pede passagem. Talvez seja a maior sombra dele neste momento. Douglas, mesmo que não produza um futebol de alto gabarito, é um titular indiscutível. Tão indiscutível quanto Douglas, no momento, é Lúcio. Contra Junior e Cruzeiro-RS percebemos a falta que fez. Há ainda Carlos Alberto, que não mostrou ao que veio. Não teve atuações pífias. Foi esforçado, apareceu quase que como um volante na hora de defender, mas lá na frente não resolveu. Ainda precisa evoluir muito se quiser um lugar no time. Na minha visão é um reserva de Douglas. Mas não esqueçamos de Vinícius Pacheco. Entrou bem contra o Liverpool/URU e sua utilidade precisa ser mais testada por Renato. Não pareceu ser um jogador fraco;

Borges - Foto: Marcelo Campos / GazetapressATAQUE: Jonas era, inegavelmente, uma peça insubstituível no ataque gremista. Após sua saída para o Valência/ESP, Junior Viçosa, Lins e Diego Clementino não possuíam a confiança e nem as características indispensáveis para assumir a posição. André Lima e Borges, centroavantes, revezaram-se na posição. Não deu muito certo. Qualquer que fosse a tentativa, sempre apresentava problema. Até hoje, a dupla ainda não se firmou, embora Borges tenha garantido sua condição de titular e ameaçado André Lima de parar no banco. Vejo em Escudero, o argentino trazido do Boca Jr., o favorito para aparecer na posição. Domingo, nos poucos minutos que atuou, mostrou velocidade e qualidade no drible. Precisa ser observado com mais freqüência.

 

Eu apostaria no seguinte time: Victor; Gabriel, Vilson, Rodolfo e Neuton; Adílson, Rochemback, Lúcio e Douglas; Escudero e Borges.

Mas, democraticamente, o espaço está aberto para receber as sugestões dos gremistas leitores.

 

DÁ TEU PITACO, TCHÊ!

Anúncios
20 Comentários leave one →
  1. março 1, 2011 12:40 pm

    Pessoalmente gosto do Colaço na lateral esquerda… sim, podem xingar…. O Neuton é outro cara que gosto lá… O Gilson não dá… de resto, acho a escalação perfeita….

    • Jonas Silveira permalink
      março 1, 2011 2:59 pm

      Podem gostar ou não da passagem anterior do Collaço pelo grêmio, mas qualquer um que analise apenas o retorno do jogador(vamos fingir que o Renato mandou buscar ele da Ponte) vai ver que ele deve ser o titular no momento, ao menos se for mantido esse esquema.

      Minha escalação é parecida em nomes e diferente no esquema. Quero deixar cada jogador na sua melhor posição, onde rende mais. Por isso, 4-5-1 ou 4-2-3-1 é o melhor esquema(não é losango, mas é pentágono), a boa notícia é que tem dois volantes! #sons de fogos de artifício#.

      Victor, @gabrielimortal, Mário(Big Paul), Lenhador Rodolfo e Lúcio; Adílson e Rocka; CA19, Douglas e Escudero(Collaço); Borges, o Iluminado(André Lima).

  2. março 1, 2011 12:41 pm

    Gostei da tua escalação. Se não é a ideal, está muito próxima da mesma.

  3. Thiago permalink
    março 1, 2011 12:50 pm

    Tb gostei desta formação. Mas acredito que o Collaço renderia mais.

  4. Marcelo permalink
    março 1, 2011 2:29 pm

    Eu colocaria o Mário no lugar do Adílson para tentar fazer a mesma parceria que o Lúcio faz com o lateral esquerdo. Sem falar que a qualidade do Mário com a posse de bola é muito superior do que Adílson, W.Magrão, Fernando e M. Magro.

  5. Lucca PF permalink
    março 1, 2011 2:31 pm

    Concordo plenamente com a escalação, até q enfim alguem q tbm aposte no Neuton como lateral esquerdo… Borges ou André, quem entrar da conta do recado, só não podem jogar juntos.

  6. Rosauro permalink
    março 1, 2011 3:43 pm

    Tb acho essa escalação a ideal.

    Agora o Renato dizendo que Adilson disputa posição com o Carlos Alberto.

    Ta na hora da direção mostrar quem manda.

    Eles tem medo do Renato.

    Esse negócio de mudar o time conforme o adversãrio é fria, ou o Renato tem medo de tirar alguns figurões do time.

    • Daniel permalink
      março 4, 2011 3:21 pm

      Se a diretoria quiser decidir escalação por quem foi contratado pra fazer isso, sugiro que também comece a ajudar em campo. Que tal o AVM de segundo atacante?

      • Rosauro permalink
        março 4, 2011 5:03 pm

        Ué,
        esqueceu quem mandou Mancini embora invícto ?

        não percebeu que com 10 minutos em campo o Escudeiro mostra que tem que ser ttular?
        Colasso de meia ?

      • Daniel permalink
        março 5, 2011 10:37 am

        Se tu acha certo demitir um técnico no meio da Libertadores (pra trazer quem mesmo?), tudo bem. Contrataram o Renato pra treinar o time, não pra fazer pose na beira do gramado e deixar as decisões nas mãos de quem nunca comandou nem equipe de queimada.

        E de 10 em 10 minutos o Clementino também enganou bem.

  7. março 1, 2011 3:54 pm

    Onde esta o comando do Grêmio?

    Gilson titular?
    Adilson disputar posição com Carlos Alberto?
    Escudeiro – tratado como nenezinho? Tímido? mas não joga?
    André Lima e Borges?
    Mario nem no banco?
    Gilson e Colaço juntos?
    Escalação dependendo do adversário? Cade a imposição?

    Chega de terem medo do chamado “Santo” antes que seja tarde.

    • Lucas permalink
      março 1, 2011 5:32 pm

      co-colorado, tudo que tu citou realmente ocorre!! Mas pelo menos tá dando certo né?!

      Vai la cuidar do teu time, pq ele precisa… e MUITO!!! HaHaHaHaHa

      Dá-lhe Grêmio.

      • março 1, 2011 6:39 pm

        Matrícula – 153152

        Dando certo?
        Contra o Ipiranga?!

  8. Mariele permalink
    março 1, 2011 5:14 pm

    Victor
    Gabriel
    Vilson
    Rodolfo
    Bruno Collaço
    Fábio Rochemback
    Adilson
    Douglas
    Lúcio
    André Lima
    Borges

  9. Lopes permalink
    março 1, 2011 5:54 pm

    Concordo com sua escalação, só gostaria de ver como se comportaria o time com o Vilson ou Fernando no lugar do Adilson, este, as vezes joga muito outras deixa a desejar. A zaga o Vilson é uma boa opção, também gosto do R.Marques, não sei se jogaria ao lado do Rodolfo, esse titularíssimo, mas acho ele do mesmo nível dos demais. Para o ataque, o C. Alberto poderia ser testado junto ao Borges, mas acredito também, que o Escudero seria a melhor opção por hora. Mas ainda precisamos contratar um atacante para formar a dupla de ataque e suprir a vaga do Jonas. Mudando de assunto. Não acompanho os treinos, mas acredito que o M. Fernandez poderia receber mais oportunidades. Esse atleta vai render muito ainda. Tem que ser mais lapidado e necessita de mais experiência, mas sem dúvida será um grande jogador.

  10. Lopes permalink
    março 1, 2011 6:08 pm

    Vitor
    Gabriel – Vilson – Rodolfo – Newton
    Rochenback – Mario Fernandes (Fernando)
    Douglas – Lúcio
    Escudero (Carlos Alberto) – Borges

  11. Gremista de Coração permalink
    março 1, 2011 10:53 pm

    algo q vejo q nao vem mto bem no Grêmio é o ataque com a dupla Borges e André Lima, temos ai 1 ponto alto e outro baixo. Borges vem fazendo gols e jogando bem, porém o André Lima nos ultimos jogos ficou muito apagado e sua ultima brilhante partida foi contra o Ypiranga, de la pra cá nao vem mostrando bom futebol.

  12. Gremista de Coração permalink
    março 1, 2011 11:00 pm

    Victor, Gabriel, Rafael Marques, Rodolfo e Neuton; Adílson, Rochemback, Lúcio e Douglas; Escudero e Borges.

    Com essa escalação eu apostaria…

  13. Yuri permalink
    março 2, 2011 5:29 pm

    Cara, acho que tu tem uma simpatia muito grande pelo Neuton… acho ótimo jogador, já demonstrou que pode defender e apoiar bem, tem qualidade também em chegar lá na frente. Mas acho que o Collaço, sendo lateral de origem, e fazendo boas partidas, merece a titularidade… a torcida ficava em dúvida quando o Renato fazia aquelas contratações desconhecidas, e ele mostrava que estava certo, mas parece que não aceita o erro do Gilson, não digo de sua contratação, mas de sua titularidade… meu time preferido seria: Victor, Gabriel, Vilson, Rodolfo e B. Collaço; Rochemback, Adílson, Lúcio e Douglas; Borges e André Lima … acredito que os dois (atacantes) possam ainda se firmar, acho que o André esta conseguindo fazer razoalvelmente a função de 2º atac. não tenho esperança de fazer BEM, mas acho que ‘dá para o gasto’… e acho que os 12º, e 13º jogadores serão Escudero e Carlos Alberto…

    • Mariele permalink
      março 2, 2011 7:59 pm

      É exatamente dessa forma que eu penso.
      Acho tbm q o Rafa Marques tem condições de ser titular ( já que faz isso a muuuuuito tempo). Então pro lugar do Vilson que não pode jogar no momento, eu colocaria o Rafa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: