Skip to content

Preços abusivos nas novas camisas do Grêmio

fevereiro 4, 2011

Como é de costume, o Grêmio lançou por meio de seu site a pré-venda da nova camisa oficial no escuro, ou seja, sem mostrar ao torcedor as características do novo manto tricolor, desta vez produzido pela Topper. O lançamento dos uniformes para a temporada 2011 será realizado no dia 15 de fevereiro. Particularmente, acho estranho comprar algo sem conhecê-lo (com a Puma, era bem arriscado), mas quem quiser comprar, compre, quem quiser aguardar, aguarde. Simples assim.

O que é merecedor de um debate é o preço, ainda mais salgado se comparado aos últimos anos. Existem aqueles gremistas que acham um grande pecado criticar o clube (aliás, se for um desses, está no blog errado), mas sinto-me obrigado a questionar o Grêmio e também o que vem ocorrendo no futebol brasileiro. Afinal, pagar R$ 179,90 por uma camisa é abuso. Pior ainda para quem mora fora do Rio Grande do Sul, pois precisa pagar frete. Em São Paulo, o custo adicional chega a R$ 26,80. O desconto para quem é sócio em dia também é irrisório, com valor de R$161,91.

Não podemos perder a nossa capacidade de nos indignarmos com tais abusos. A critica não vale apenas para o Grêmio, pois assim perderia sentido. O futebol brasileiro está cada vez mais se distanciando do torcedor brasileiro, aquele que faz parte da massa. Ingressos abusivos, salários hiperinflacionados (Jonas ganharia R$ 600 mil mensais se ficasse) e camisas caríssimas são parte do cotidiano.

Cobrar quase R$ 200,00 por uma camisa de futebol num país onde o salário mínimo é um pouco superior a R$ 500 é incentivar sim a comercialização de produtos piratas. Pior, aquele torcedor, que já gasta seu limitado salário para ser sócio do clube, ficar praticamente impossibilitado de comprar uma camisa original. Enfim, está tudo errado e o futebol brasileiro cada vez menos se torna popular com preços cada vez mais elitistas.

29 Comentários leave one →
  1. fevereiro 4, 2011 12:32 am

    O que acho estranho é que ano passado, quando fizeram a mesma ‘venda no escuro’ da camiseta o preço estava em ‘promoção’ – mais barato do que o do lançamento.
    Quero só ver se o preço do dia do Lançamento será maior…
    O que seria um desrespeito para com o torcedor.
    MAS, se for um uniforme bem feito, respeitando a tradição do clube e sem as frescuras da Puma… será menos ‘pior’.

    Eu particularmente não confio nem um pouco na Topper, a prova é o fiasco do uniforme do Atlético do ano passado, com o escudo rente as costela, sem falar da péssima qualidade…

  2. Filipe Almeida Hackford permalink
    fevereiro 4, 2011 12:44 am

    Nenhuma camisa de clube vale os preços cobrados atualmente. Eu tenho várias camisas e o que eu noto, princpalmente nas da Puma é que se paga só a marca. O material é vagabundo,
    a camisa toda azul que tenho de 2008, só pra citar um exemplo, as letras do Banrisul descolaram do nada. Já a listrada do mesmo ano rasgou porque o tecido enconstou de leve em um arame prendeu e já era… Sorte que essa eu tinha duas.

    Infelismente há muitos gremistas que não terão pila pra bancar uma camisa original e a pirataria obvio, vai fazer a festa como tem feito.

    • Jonas Silveira permalink
      fevereiro 4, 2011 3:20 am

      Verdade… a preta de 2010 da Puma puxa fio muito fácil… tenho cuidado com a minha pra ela não se desfazer.

      30 reais por melhor qualidade até vale… O preço tem que ser nessa faixa mesmo, até por que não haverá conjunto diferenciado para a Liberadores.

  3. Juliano permalink
    fevereiro 4, 2011 2:47 am

    Bah tão de sacanagem, eu falei que iria comprar a camiseta, mas com esse preço vou esperar as promoções no final do ano. É muita sacanagem

  4. Davi Michel Hrabal permalink
    fevereiro 4, 2011 8:06 am

    bahhh issso que me trinca os ovo!!!! Comparando: aqui na França o salario minimo é de 1200€, e uma camisa de qualquer clube, frances ou nao e de qualquer seleçao sai entre 60 e 100 euros, esquecendo as conversoes chegamos a conclusao que no Brasil onde se ganha beeeem menos, paga-se beemm mais!!!! Isso é uma vergonha total!!! Peor que depois reclamam que a pirataria acaba com a economia!!! Aham, oq acaba é as robalheiras dos politicos e os altos impostos somados ao misero salario minimo, em que grande parte dos brasileiros ganham para sobreviver!!!!

  5. fevereiro 4, 2011 9:38 am

    Bruno, assino embaixo do teu texto. E entendo que isso não é uma exclusividade do Grêmio, embora eu não compre camisas de outros times.

    Uma pena que muitos gremistas não entendam tua crítica e ainda aceitem pagar valores absudos.
    Não sei qual o preço de custo de uma camisa. Mas o Marketing Tricolor devia fazer uma camisa “de jogo” que custaria ai seus 170 reais e uma simples porém idêntica, com menos frescuras mas no mesmo estilo e um valor mais acessível – quase o que a pirataria faz.

    Infelizmente essa cultura distorcida que acredita que se lançar qualquer produto a qualquer preço vai vender porque “o torcedor é passional”, impede os clubes de faturar mais e dá todo espaço para o comércio de produtos piratas.

    O que eu faço – e aposto que muitos leitores vão se identificar com a prática – é comprar camisas tricolores com 2 ou 3 anos depois do lançamento. Uma pena, porque eu tb queria ser bacana e ter a camisa do ano, mas não nasci rico nem sou político.

    Quanto a qualidade do material e a beleza da camisa, vou dar um voto de confiança à Topper. De todo modo ela não devia fazer algo semelhante ao que Puma fez, pois muita gente não gostou da camisa na ocasião, muita gente tem esse trauma. Eu mesmo se tivesse como comprar essa camisa nova não o faria no escuro.

    Ou vai ver ainda que eu, tu e parte da torcida que conheço que reclama das merdas que são feitas na camisa tricolor, sejamos apenas uma minoria e maioria prefira pagar caro numa camisa que não parece ser a camisa tricolor reconhecida no mundo todo.

    Abs!

  6. Alexandre Dantas permalink
    fevereiro 4, 2011 9:43 am

    Sabe, sou gremista fanático. Sou sócio do clube mesmo morando a 2 mil kms de Porto Alegre. Faço de tudo para acompanhar o Grêmio, mesmo que seja pelo rádio. Mas tenho que dizer, o preço da camisa oficial é um absurdo, um abuso com o bolso do trabalhador, que mal ganha para se manter dignamente. Estão explorando a paixão do torcedor! isso de todos os clubes. O que eu não entendo é o que faz a camisa ser tão cara assim, e aliás, mesmo as camisas sendo feitas por grifes diferentes, tendo patrocínios diferentes, elas são igualmentes caras. E ainda os dirigentes falam que temos que ajudar o clube comprando seus produtos. à esse preço fica difícil…

  7. fevereiro 4, 2011 9:59 am

    Olá Bruno,

    nos falamos pelo twitter ontem sobre esse assunto.

    O problema como vc mesmo colocou é a elitização do futebol. Isso, a meu ver, é um processo sem volta. Já foi. O futebol está virando um esporte elitizado. Certo? Errado? Não sei… só o tempo dirá. Eu concordo com a teoria que se vc baixar o preço da camisa, ela vende mais e o clube tem mais lucro. Mas como não sou economista, não sei por que não funciona assim. Acaba que as peças ficam encalhadas e quando muda a linha de produtos, as camisa são vendidas por preços menos da metade do preço.

    Vai ter a final do super bowl agora… os ingressos são absurdos, o lucro deles é imenso.

    O problema é que lá vc tem serviços de altíssimo gabarito. Aqui os ingressos estão caríssimos e qual a mudança que vc teve? o que vc ganhou de serviço a mais? O maracanã, engenhão, morumbi, pacaembu, olimpico, continuam os mesmos, com alguma maquiagem. Colocam um mac donalds, um bob´s, mas na verdade, no fundo nada muda. Os banheiros são mal conservados, não há serviços que justifiquem esse aumento do valor dos ingressos.

    acho que é um processo sem volta. Não acho que cabe uma critica ao gremio não. Cabe uma critica ao sistema. O gremio apenas está seguindo o sistema, por que senão ele fica pra trás!

    Saudações tricolores

    Rogerio Miranda

  8. heraldo permalink
    fevereiro 4, 2011 11:14 am

    1000 x 170,00=170.000,00
    10.000 x 100,00= 1.000.000,00
    Não sei matematica nem sou economista.
    Fui.

  9. Sancho permalink
    fevereiro 4, 2011 11:38 am

    Não vejo problema. O problema é não existir opções mais em conta; modelos com material mais barato, para competir com a pirataria.

    Quer ter camisa igual a dos jogadores, que pague mais caro. O ruim é não ter opção para quem tem menos dinheiro.

    • Alexandre Dantas permalink
      fevereiro 4, 2011 12:09 pm

      Concordo. Bem que poderiam oferecer a torcida camisas do tipo réplica ou supporter como chamam na Europa. Uma cópia sem tecnologia dry-fit ou clima cool. Afinal não sou jogador não quero vesti-la para bater bola e sim para torcer apenas.

  10. Sancho permalink
    fevereiro 4, 2011 11:43 am

    Voltando ao tema, que fora introduzido pelo Tarsis, o clube tinha que buscar alcançar TODOS os seus torcedores; não, apenas os mais abastados.

    Esse novo “sócio-torcedor ouro” vai nessa linha, e é muito bem vindo, mas ainda é pouco.

    Tinha que ter uma gama de produtos voltada para os torcedores das classes C e D. Lojas estilos “outlet” com produtos com desconto. Poderiam ser só duas, grandes, uma na Zona Norte e outra na Zona Sul, por exemplo.

    Acho que se rasga dinheiro ao se escolher um público-alvo…

  11. jean permalink
    fevereiro 4, 2011 12:41 pm

    ba é foda é caro pensei que iria ser mais barato pois é a topper um empresa brasileira

  12. fevereiro 4, 2011 1:20 pm

    Saudações Tricolores!!

    Pagar até uns R$ 100,00 por uma camiseta oficial da temporada seria coerente e a realidade do Brasil.

    Agora, beirar os R$ 200 e com a camiseta cheia de patrocínio que parece um classificado de jornal de bairro, é insultar o torcedor, passando a mão na bu#%$nda e o chamando de otário.

    A camiseta de 2010 do Grêmio eu não compro nem se for por uns R$ 30.
    O que é o material da 2ª e 3ª camiseta?? Parece que foram feitas pelos bolivianos de são paulo, que são vítimas de trabalho escravo…

    E se gostar da camiseta 2011, vou esperar até chegar aos preços promocionais ou de saldão, lá em 2012 para comprar (na faixa dos R$ 100 no máximo).

    Em tempo, não compro camisetas piratas e mas também não gasto R$ 170 numa camiseta mesmo sendo passional.

    Com relação à marca topper, vamos aguardar, pois como disse o tititica, pior que tava, não fica…kkkkkk

    Força Grêmio!!

    • fevereiro 4, 2011 1:21 pm

      Complementando…

      Prefiro que seja um uniforme por temporada, independente de participar de Libertadores e tal…

    • fevereiro 4, 2011 1:27 pm

      Complemento 2

      Esqueci de mencionar sobre o padrão da camiseta principal (1º uniforme do Grêmio)

      Para acabar com esses ‘experimentos’ das marcas fornecedoras de material, com a camiseta do Grêmio – uniforme nº 1, o Grêmio deveria estabelecer um padrão:
      Incluir no estatuto um padrão definido sobre a camiseta, por exemplo:
      Camiseta tricolor, tonalidade do Azul XXX, espessuras das litras, gola tipo ZZZ na cor XY, posição e tamanho do patrocínio principal, numeração fonte YYY, posição do escudo, etc.

      Esse procedimento evitaria muitas surpresas desagradáveis.

      • Reinaldo permalink
        fevereiro 13, 2011 11:52 pm

        O Racing da Argentina fez isto e deu certo!!!!

  13. Lopes permalink
    fevereiro 4, 2011 2:56 pm

    Bruno, concordo plenamente contigo. Não gosto de ficar chorando mágoas mas, como pode por exemplo, alguém que ganha um salário e meio, ser sócio e ainda comprar produtos oficiais do clube, com esses preços? Mesmo quem mora no RS também tem o adicional do frete que fica em torno dos R$14,00 para minha cidade. Outro fato que me indigno, é do site só parcelar compras se a parcela mínima for de R$50,00, ou seja, para parcelar em 6x, que é o máximo, devo comprar R$ 300 ou mais. Existem lojas e sites de material esportivo que parcelam em mais vezes até mesmo a própria camisa tricolor. Como? Achei legal esse plano de sócios de R$18 mensais, mas no meu caso por exemplo, que raramente vou ao Olímpico, pelos custos e distância, é preferível parcelar a camisa tricolor em dez vezes a pagar a mensalidade e não ganhar nada. Pensem comigo, R$179,90 dividido em 10 parcelas, dá 10 x de R$17,99 para R$18 de mensalidade poupo duas parcelas. Mas para quem tem a possibilidade de ir uma vez por mês ao estádio, foi muito bom esse plano!

  14. Adail permalink
    fevereiro 4, 2011 3:12 pm

    Este preço é um absurdo, 180 reais por uma camiseta é roubo!!! Por isto que a pirataria anda solta por ai e ganhando espaço!!!
    Com este preço até parece que a torcida TRICOLOR é somente de burgueses e da elite….
    Esta não é a realidade do Brasil!!!

  15. giovani montagner permalink
    fevereiro 4, 2011 3:26 pm

    elitizar o futebol é um enorme erro, além de não perceber as mudanças no brasil. não precisa entender da área econômica, basta ler sobre o assunto e saberemos que o brasil saiu da crise econômica de 2008 devido ao aumento do consumo das classes c, d e e. portanto, alijar estas classes do convívio do estádio ou da aquisição dos produtos oficiais é perde o “motor” do atual crescimento econômico nacional, podendo causar danos futuros irreparáveis sejam financeiros ou mesmo perda de torcedores, por não mais identificarem-se com o clube ou sentirem-se relegados.

  16. Lopes permalink
    fevereiro 4, 2011 4:04 pm

    Bruno, ia esquecendo! Da maneira que vai, a Direção Tricolor precisará repensar a folha salarial em breve. É um absurdo clubes brasileiros, embora somente os grandes, possuírem folhas salariais de R$4 milhões ou mais. O Jonas, como citasses, é um bom exemplo. Provavelmente ganhava menos que R$100 mil, o que convenhamos já é muito. Salário este, que pouquíssimos ganham. Passou a + ou – R$200 mil e, agora, passaria a R$600 mil. Ridículo! Acho que o Grêmio terá em breve que mandar alguns medalhões embora ou as dívidas se tornaram uma bola de neve novamente.

  17. Fernando Larrondo permalink
    fevereiro 4, 2011 4:25 pm

    Para pagar salários de mercenários (Jonas, R10), só com camiseta a 200 pila!!!!!!!!!!! No fundo, TÁ TUDO ERRADO!!!!!!!!!!!

    • Geraldo permalink
      fevereiro 4, 2011 5:57 pm

      Jonas não é mercenário!!!!
      A única pessoa que merece esse título é o pilantra do Ronaldinho Carioca!!!!!
      O Jonas pode ter decepcionado todos nós torcedores, mas não pode ser comparado com o dentuço!!!

      • Fernando Larrondo permalink
        fevereiro 4, 2011 6:26 pm

        Claro o Jonas é santo, pobrezinho dele … só forçou uma multa rescisória absurda, mas ele é … profissional !!!!!! Eu e o R10 é que somos os demônios!!!!!!!!! QUAL A DIFERENÇA???? ME EXPLICA!!!!!!!

      • Fernando Larrondo permalink
        fevereiro 4, 2011 6:35 pm

        Profissional foi o Pingo que emprestou dinheiro para o Grêmio quando a coisa estava mais feia do que agora!!!!! Profissional não é malandro-carioca que só pensa no seu lado!!!!!!!! Se não fosse o Grêmio, o Santo-Jonas seria o craque do XV de Jaú!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • fevereiro 5, 2011 12:13 am

        Larrondo, acho que isso está fugindo do escopo do texto, mas eu te explico. O Jonas foi sistemativamente mal tratado e deixa em segundo plano enquanto esteve no Olímpico. Em TODAS as ocasiões. Se fosse COMIGO eu teria pegado meu poncho saído fora BEM antes.

        O Jonas não é “santo” mas enquanto esteve no Grêmio, se aplicou e ajudou o time, inclusive a estar onde ele agora, bolando nossa camisa tricolor para disputar La Copa.

        O Ronaldinho e os Assis Moreira só exploraram o clube. Deram muito menos e quando se pensou que fariam algo de bom, usaram novamente a boa fé do Grêmio para ganhar dinheiro só para eles. Essa é a diferença brutal entre eles.

        Abs!

    • Geraldo permalink
      fevereiro 5, 2011 12:06 pm

      Todo o trabalho que foi feito no ano passado não conta mais agora?????????
      Se estamos na Libertadores, devemos agradecer ao elenco do ano passado, e claro, um dos principais jogadores foi o JONAS!! Então ele começa a temporada e é vaiado!! Aí, o atleta faz dois gols, vira a partida, e fica com “muuuuuuita vontade” de comemorar com a torcida que ficou vaiando!!!
      Ele tem uma proposta boa pra jogar na europa e ganhar muito dinheiro.É uma grande oportunidade. Admiro muuuito os atletas que recusam propostas do exterior para continuar no seu clube, mas não julgo aqueles que partem para essa nova experiência.
      O Jonas tomou uma atitude muito decepcionante para os torcedores que gostavam dele. Porém, não é por isso que vou chamá-lo de mercenário!!
      Jonas não é santo, mas não merece comparações com o Ronaldinho Carioca!!!!!!!

  18. leo permalink
    fevereiro 5, 2011 5:36 am

    tarsis , concordo contigo em relaçao as camisas, mas
    jonas e mau carater fez aquela cena toda para se fazer de vitima
    se se sentia tao maltratado aqui porque nao ficou no santos ou portuguesa, alem do mais poderia ter saido no fim do ano, nao dois dias da estreia atrapalhndo todo um planejamento, e nao podemos dizer que era deixado em segundo plano se seu salario beirava quase 200mil, e as “vaias” naquele jogo nao era direcionado so para ele , o que diria entao um eduardo costa que so ao se aquecer era vaiado nem por isso guspiu no prato muito pelo contrario, ate mesmo celso roth que foi ostilizado pela torcida e apunhalado pela direçao nao saiu desaforando a imensa naçao tricolor.

  19. Giovani permalink
    fevereiro 5, 2011 12:07 pm

    Eu particularmente também não sou economista, mas desde 2008 venho adotando a seguinte política de compra:
    Na paquetá paga-se r$ 59,90 pela linha 2009. Dia 15 quando sair a linha da Topper a linha 2010 também vai a 59,90. Se fizer as contas , e não ser precipitado qualquer torcedor PODE comprar a linha oficial do ano anterior pagando pouco mais que o produto pirata.
    Aliás , concordo com os que escreveram em relação a qualidade, mas todas as marcas estão infelizmente utilizando o mesmo sistema de transfer via calor dos patrocinios.
    O que o Grêmio poderia fazer é fazer a camisa do torcedor com os patrocínios “pintados” no tecido, evitando que a merda da Tramontina perca as letras, ou aqule merda dura do Banrisul que nem veludo é 9como no tempo da penalty) que a´pos a primeira lavada fica esbranquissado…isto para não falar do escandalo dos números que QUEBRAM APÓS 3 LAVADAS e ficam esfarelando.Os dirigentes deveriam COMPRAR estas merdas que eles poe a venda. Ocorre gente que DIRIGENTE NUNCA USA CAMISA DO TIME…OU ALGUÉM JÁ VIU o Odone, o Vicente, O Duda, ou qualuqer outro deste com camisa do time ???
    abraço a todos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: