Skip to content

Libertadores’11: Primeiro obstáculo superado

fevereiro 3, 2011

Com requintes de drama além do necessário, o Grêmio passou pelo Liverpool com o placar de 3×1 e se classificou para a segunda fase da Copa Libertadores da América. O time de Renato não teve uma noite brilhante, ainda cometendo erros considerados primários e se permitindo dominar pela ansiedade, mas jogou o bastante para superar os uruguaios com o oportunismo de André Lima e a estrela do novo camisa 7, Vinicius Pacheco.

É preciso reconhecer que o Liverpool vendeu caro a derrota, por meio de grande empenho dos jogadores, mas o seu grande mérito foi se aproveitar dos erros do Grêmio. A equipe gremista ainda não chegou àquele ritmo que o fez o melhor time no encerramento do Brasileirão. Além disso, o nervosismo do Tricolor foi algo inexplicável, pois tinha a vantagem do empate de 0x0 ou 1×1, então eram os uruguaios que deveriam se desesperar e não o contrário. A frieza em Libertadores é essencial para ter vida na competição.

Foto: Grêmio.net

O Grêmio cometeu os mesmos erros de Montevidéu. Faltou alguém finalizar de longe na maior parte do tempo, principalmente para se aproveitar do goleiro Castro, que é fraquíssimo; quantidade abusiva de erros de passes, dando assim uma série de contragolpes ao Liverpool. A defesa também é um terror, pois ainda falta noção de posicionamento e a cada bola alçada é um pânico geral. Paulão não está bem se comparado ao ano passado.

Aproveitando-se das falhas no sistema defensivo, que o Liverpool fez o primeiro gol na partida. Aos 35 minutos, Figueredo deu boa assistência para Alfaro, completamente livre na grande área, encher o pé para mandar a bola no alto e não dando chances a Victor. Com a desvantagem no placar, Renato imediatamente saca Adilson, que não estava numa boa noite, e colocou Vinicius Pacheco.

O drama apenas não foi maior, porque o Grêmio empatou logo em seguida, aos 38, com André Lima, que desviou de cabeça a bola alçada por Rochemback. Foi a reabilitação gremista e também do atacante, que perdeu um gol inacreditável após passe de Lúcio aos 15 minutos. Tanto que não irei me surpreender se o jornal El Mundo Deportivo chamá-lo de “pior atacante do mundo”, mas essa reação é importante para mostrar, principalmente aos corneteiros que vão ao estádio, que apoiar dá muito mais resultado do que vaiar o jogador durante a partida.

Foto: EFE

No segundo tempo, o Grêmio apresentou certa melhora, mas ainda cometendo os mesmos erros da etapa inicial.  O que ajudou o time foi que o Liverpool não conseguiu manter o mesmo ritmo físico, assim faltando-lhe fôlego, e também a expulsão de Acosta, ainda por volta de 10 minutos, após falta violenta em André Lima. Isso facilitou a vida do time de Renato a buscar a vantagem no placar.

Vantagem que logo em seguida, aos 13 minutos, após Fábio Rochemback fazer boa jogada e Vinicius Pacheco pegando a sobra e tirando bola de Castro. Enfim, Grêmio 2×1 Liverpool.  O placar ainda era perigoso, principalmente porque o 2×2 levava aos pênaltis e a defesa gremista não passava a menor segurança. Entretanto, na frente, o jogo começou a andar para o Grêmio, e Douglas e Gabriel cresceram e mais oportunidades foram criadas. A tranquilidade, porém, veio apenas aos 29 minutos, em bonito (e raro) chute fora da área, nos pés de Vinicius Pacheco. Com o placar de 3×1, a fatura estava liquidada, embora o Liverpool ainda assustasse nas bolas paradas.

Muitos podem discordar, mas apesar do Vinicius Pacheco ter feito dois gols ou Rochemback pelas assistências, vou eleger Lúcio como o melhor gremista em campo. Ele assumiu a responsabilidade de criar, movimentou-se muito bem ao longo da partida e sempre com muita habilidade. Deu uma boa assistência a André Lima, saiu para comemorar e depois ficou sem entender o que ocorreu.

Foto: EFE

Com a vinda de Damián Escudero, Lúcio pode voltar a ser titular na lateral-esquerda. No entanto, Bruno Collaço não tem o que desanimar, pelo contrário, hoje, ele é a primeira opção no setor. O guri jogou muita bola nesta quarta, assim como havia jogado todas as partidas neste ano. Ele está aproveitando suas oportunidades, ao contrário do Gilson. Aliás, Junior Viçosa também jogou muito bem. Volto a dizer que esse garoto tem futuro, apenas precisa ser trabalhado.

Rodolfo dará mais qualidade técnica ao setor defensivo, que também precisa maior atenção nos treinamentos. Se o Grêmio sofreu além do necessário, foi principalmente pela insegurança que a defesa causou ao time. Os passes também precisam de um trabalho intensificado, para evitar contra-ataques dos adversários.

Escudero e Rodolfo entram na fase de grupos da  Libertadores para dar maior qualidade ao Grêmio. A direção dá sinais de que ainda vem um segundo atacante (especulam-se que vem gente boa aí) e mais um volante, embora questione essa última contratação. Renato também ganha tempo, pois o próximo compromisso pela Libertadores será no dia 17 de fevereiro, contra o Oriente Petrolero (Bolívia), pelo grupo 2, também formado pelos colombianos do Junior de Barranquilla e os estreantes do León de Huánuco, do Peru. Superada essa etapa, vamos nos preparar para a próxima, rumo ao Tri da América.

 

19 Comentários leave one →
  1. Leonardo Zanella permalink
    fevereiro 3, 2011 11:06 am

    Sofrido … Sempre sofrido !!! Isto é Grêmio.

    Apesar de morar longe de POA, em Santa Catarina, ser sócio a mais de 2 anos e NUNCA, NUNCA fui ao olimpico mesmo assim pago a mensalidade, mais cara agora. Não irei mudar, pois quero ajudar nosso tricolor;

    Espero que esse ano possa ir ver um jogo no Monumental;

    Leonardo Zanella

  2. fevereiro 3, 2011 11:10 am

    Perfeito… também gostei do Bruno Collaço e do Viçosa. Não são craques, mas são ótimos reservas hoje e quem sabe, se bem lapidados, tem futuro. Rodolfo chega pra ajudar na zaga, que acho que tem que ser formada por ele e Mário Fernandes. De resto só faltou calma ontem, botar a bola no chão e errar menos passes. Mas vamo que vamo, que a LA11 tá só começando….

  3. Cristiano Zanatta permalink
    fevereiro 3, 2011 11:34 am

    Não concordo em relação ao Alemão Adilson. No momento que ele foi sacado do jogo o time inteiro estava muito mal. A intenção do Renato era atacar com mais qualidade, e foi o que ele conseguiu. No momento da substituição que achei que sairia era o Douglas. Ele jogou muito, mas MUITO mal. Fez firula, errou passes que resultavam em contra ataques, enfim, o que sempre irritou a torcida da parte dele.
    Mas no demais, concordo com as tuas colocações. Acho que temos um bom futuro pela frente nessa LA’11.
    Abraços e Força Grêmio!

    • Jonas Silveira permalink
      fevereiro 3, 2011 4:15 pm

      Doulgas não jogou mal… fez várias jogadas individuais e armou bem o jogo no meio de campo. Se um jogador participa muito, vai errar algumas vezes, e foi isso que ocorreu com ele.

      Em relação ao Lucio, tem cruzado muito mal. Precisa trabalhar nisso, pois o Grêmio tem dois bons cabeceadores no ataque. E Collaço deu aula de cruzamento ontem.

      Adílson não é o jogador adequado ara a função onde tem jogado. Quando joga de primeiro volante com o time reserva ele vai muito bem, mas não pode jogar pelo flanco, já que não produz nada ofensivamente.

      O time tem que se organizar com Pacheco e Lúcio, envolver os laterais na cobertura do meio de campoa para não enfraquecer a marcação e colocar o Rodolfo no lugar do Rafa Marques.

      • Daniel permalink
        fevereiro 3, 2011 7:31 pm

        O Alemão não está lá pra produzir, mas pra destruir. Ele é a personificação do futebol-força. Jogar com três meias ofensivos é uma boa opção pra quando o adversário é mais fraco e se fecha todo atrás, mas em partidas normais não dá pra abrir mão de um jogador como o Adilson.

    • Juliano permalink
      fevereiro 3, 2011 6:52 pm

      Não é que o Adilson esteve numa noite ruim, o normal dele é isso, quando ele joga bem que é uma exceção. Erra muitos passes, faz faltas desnecessárias, parece que quando a bola chega nele vira uma bola de futebol americano. Se for verdade a proposta de 6 milhões de euros já demoraram para vender.

  4. Daniel permalink
    fevereiro 3, 2011 12:05 pm

    Rochemback é monstro. Mais do que qualquer um, merece por as mãos naquela taça. E o Renato continua sendo lendário. Não sei ele vai nos levar ao Tri esse ano, mas ainda será conhecido como o melhor treinador da nossa história, assim como jogador.

  5. Régis permalink
    fevereiro 3, 2011 1:13 pm

    Não foi um jogo típico de encher os nossos olhos, mas pudemos ver a garra de um time que, em momento de desvantagem, conseguira superar a adversidade. Vi o Paulão como uma peça fundamental neste time, pois a sua postura no setor defensivo, fez com que o Víctor tivesse uma barreira, quase que intransponível, que ameaçasse as suas traves. Certo que faltou maior comunicação entre os membros deste setor, o que fez com que o nosso goleiro quase tivesse um ataque cardíaco após algumas falhas vindas do meio de campo, desarrumando assim, a nossa defesa. A zaga tem que estar preparada para eventuais deslizes provenientes do setor de ataque, através de uma melhor logística, diminuindo o espaço para que o atacante adversário sinta-se ansioso em querer livrar-se da bola, chutando-a de longe e minimizando seus efeitos. O que houve também foi excesso de precaução por parte do Renato Portaluppi. Bastou o time adversário fazer o gol para que, imediatamente, ele retirasse um volante e pusesse o Vinícius Pacheco. Menos mal que o gol de empate ocorrera no primeiro tempo, o que deixou o time mais tranquilo para o tempo complementar e vencer o jogo com certa folga no marcador. Há tempo para melhorar o entrosamento da equipe. Gosto de ver passes rápidos, objetivos, que convirjam em gols e pudemos ver isso, em alguns momentos do jogo de ontem, mas tenho plena certeza que, com o andamento da competição, isso ocorrerá com maior frequência.

  6. Mariele permalink
    fevereiro 3, 2011 2:43 pm

    O alemão não fez uma boa partida, mas não foi por isso que o time jogou mal. Quando o Renato substituiu o Adilson e colocou o Pacheco, o time ficou mais ofensivo e foi por isso que o Grêmio começou atacar mais. Portanto, o mau rendimento no primeiro tempo não foi causado pelo Adilson.
    A ausência do Jonas não acarretou muitas mudanças no Grêmio. Os gols continuam saindo, e os gols incrivelmente perdidos também!!
    André Lima supriu todas as carêcias deixadas pelo Jonas. Heheheheh

  7. Mick Jagger permalink
    fevereiro 3, 2011 2:53 pm

    Grande Bruno , agora que meu time liverpool foi eliminado , vou com tudo torcer pro glorioso gremio , pq perder Jonas e Ronaldinho para os outros assim no mole , não podemos perder a libertadores tambem , aquele abraço 🙂

  8. Juliano permalink
    fevereiro 3, 2011 6:58 pm

    Não gosto do futebol de Colaço, mas tenho de adimitir que ontem ele foi bem, jogou o mesmo futebol de Fábio Santos no final da temporada, que foi sua melhor fase aqui. Lucio ontem foi bem, chamou o jogo. Douglas deixou a desejar, mas também não foi mal, sabemos que ele pode render mais, só que o Douglas quando perde a bola fica parado e não faz a recomposição do meio, isso é uma das causas dos buracos no meio campo. E claro muitos erros de passes. Decepção da noite foi Gabriel, muito mal novamente.
    Esse jogo foi preocupante, o Grêmio tem muito que melhorar se quiser nos dar a taça, contra um time fraco desses tinha que ter amassado eles, quem complicou o jogo ontem foi o próprio Grêmio.

  9. Fernando Larrondo permalink
    fevereiro 3, 2011 7:00 pm

    Para mim o Gabriel, o Paulão e o Rocka (apesar dos passes) estiveram muito mal!!!!!! A bola parecia que dava choque nos caras!!!!! Se o Merce10 estivesse no time, acho que a gente bailava!!!!! Quem tem VP não precisa de Merce10!!!!!!!!!!!! Bom, foi só o primeiro sofrimento … vem muita coisa por aí!!!! E dá-lhe Grêmio!!!!!!!!!!

  10. Filipe Almeida Hackford permalink
    fevereiro 3, 2011 8:45 pm

    Adilson é bom jogador, mas precisa evoluir pra tomar conta do local ao lado do Rocka numa Libertadores, que jogou bem ontem asim como o Lúcio. Collaço fez boa partida, que continue assim e o Pacheco, esse me foi uma boa surpresa, porque até então eu não esperava nada dele, que dirá 2 gols da forma que foi. Espero que quano jogarmos com times mais casca grossa ele jogue da mesma forma.

    E precisamos de um volante e urgentemente de um de segundo atacante. Carlos Eduardo ou Palacios, poderiam cair com uma luva nessa função aí.

  11. jean permalink
    fevereiro 3, 2011 8:50 pm

    começo a achar que o o gremio nao contratara outro atacante e ira com borges e andre lima . pra min o volante facundo piriz poderia chegar é jovem e dizem que é bom jogador nao vejo muitas opçoes de segundo atacante hj pramin o palacios cairia muito mas muito bem

  12. Daniel Alves permalink
    fevereiro 3, 2011 10:35 pm

    Maxi López de volta???? será??????
    Diego Tardelli e Palacios também seriam ótimas opções.
    Força Tricolor!!!! rumo ao Tri!!!!!
    abraço

    • Daniel Alves permalink
      fevereiro 3, 2011 10:36 pm

      ah, mas tem que abrir os cofres né!!!!!!!!! (já ia me esquecendo desse detalhe)

    • Juliano permalink
      fevereiro 4, 2011 2:45 am

      Concordo contigo Daniel, já venho falando em Diego Tardeli, eu acredito que seria a melhor opção, e acho que sairia fácil do Atlético.

  13. giovani montagner permalink
    fevereiro 4, 2011 3:40 pm

    estão exigindo do adilson algo que ele não sabe fazer, subir mais para jogar com o gabriel. as atuações do lateral direito tem sido abaixo do seu normal devido a falta do companheiro pelo lado direito, que era o jonas.
    o Grêmio precisa de um atacante de movimentação que preferencialmente jogue na direita e que facilite a vida de douglas e andré lima, esse para funcionar como parede e aquele para ter alguém que se movimenta antevendo o passe em diagonal nas costas da zaga. viçosa é bom jogador tecnicamente mas ainda não pode ser titular do Grêmio.
    o sistema defensivo esta sempre mal posicionado, zaga muito distante do meio quando ataca. zagueiro não tem que sair no meio campo atras de atacante, caso do paulão. a bola área na defesa do Grêmio é uma piada, não tiram uma!
    felizmente há tempo para correção, mas por hora é preocupante.

Trackbacks

  1. Tweets that mention Libertadores’11: Primeiro obstáculo superado « Grêmio 1903 -- Topsy.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: