Skip to content

Numeração fixa: antes tarde do que nunca

fevereiro 1, 2011

Uma solicitação feita por muitos gremistas, enfim, será atendida após várias temporadas. O Grêmio e a Topper devem optar pela numeração fixa na temporada 2011, de acordo com o colunista do ClicEsportes/Zero Hora, Luiz Zini Pires. Exceto pela bobagem de escrever que o Tricolor ainda não está na Libertadores (parece que o caro jornalista não leu o site da Conmebol), essa é uma notícia excelente, mesmo que tardia, para o clube e os torcedores.

Faço parte de um grupo de gremistas que não consegue entender o porquê de tamanha relutância do Grêmio ao longo desses anos em adotar a numeração fixa. Esse procedimento é obrigatório em competições como Copa do Mundo, Libertadores, Copa Sul-Americana e em Mundial de Clubes da FIFA. No futebol europeu, isso é praxe. Em nenhum dos casos, existem reclamações a respeito disso.

Nos últimos anos, o Grêmio apenas adotou numeração fixa quando era obrigado pelo regulamento da competição. No entanto, essa medida também vem se mostrando uma ação de marketing muito bem sucedida em gramados nacionais. A camisa 13 do Botafogo, destinada ao Loco Abreu, é sucesso no Rio de Janeiro, assim como tende a ser a camisa 9 de Ronaldo no Corinthians, a 10 em Rivaldo e em Ronaldinho no São Paulo e Flamengo respectivamente.

É natural que um torcedor queira uma camisa exclusiva de um jogador que tenha maior afinidade. Pode ser que haja aquele que deseja a 2 de Gabriel ou a 10 de Douglas. No Grêmio, as camisas 7, 10 e 16 mereceriam um tratamento especial, somente jogadores com experiência e talento para vesti-las, ou simplesmente um ídolo. Em lugares em que esse método é implantado, ninguém sai perdendo, pelo contrário, pode até aquecer a venda de produtos do clube. Logo, não há razão de não aplicar a numeração fixa no Grêmio.

 

Anúncios
12 Comentários leave one →
  1. Rafael Pereira permalink
    fevereiro 1, 2011 6:18 am

    Acho que a última frase está errada…. “Logo, não há razão de aplicar a numeração fixa no Grêmio.” Não seria “Logo, não há razão para não aplicar a numeração fixa no Grêmio.”?

    • fevereiro 1, 2011 9:10 am

      Feita a correção. Obrigado.

  2. fevereiro 1, 2011 9:59 am

    Pow, nem foi feita a correção nada hahaha

    E concordo muitíssimo com o texto, especialmente quanto às camisas 7, 10 e 16. Só incluiria outra aí: a 5 =)

    • Jonas Silveira permalink
      fevereiro 1, 2011 2:37 pm

      Sacanagem… é que se forem seguir a numeração da lista da Libertadores, Pachequinho será o 7.

  3. Daniel permalink
    fevereiro 1, 2011 10:01 am

    Entre os 12 principais números para os gremistas (11 primeiros e o 16), os que estão melhor representados são o 1 do Victor, a 2 do Gabriel e a 5 do Rocka. E já que o Renato deu a nove pro Borges, quem deveria ficar com 16 era o André Lima. Apesar do carisma do Clementino junto à torcida, não é ele quem está mais próximo do mito Jardel.

    A propósito, tem que decidir logo se o Adilson é 11 ou 8, pra saber qual camisa aposentar pro Maldini brasileiro hehehe

  4. Mariele permalink
    fevereiro 1, 2011 3:30 pm

    Tem que decidir logo se o Adilson vai usar a 8 ou a 11. Quero comprar uma camiseta!!!!!!!

  5. Rodrigo permalink
    fevereiro 1, 2011 8:10 pm

    Tem que decidir logo se o Adilson vai usar a 8 ou a 11. Quero comprar uma camiseta./2

  6. Gabriel permalink
    fevereiro 1, 2011 8:29 pm

    Tem que decidir logo se o Adilson vai usar a 8 ou a 11. Quero comprar uma camiseta.[3]

  7. Lucas Jacobus permalink
    fevereiro 1, 2011 11:14 pm

    O Grêmio usou a numeração fixa no segundo semestre de 2008, na carona da Sul-Americana.

    15 – Felipe Mattioni
    20 – Reinaldo
    21 – Souza
    32 – Douglas Costa
    31 – Morales

    e por aí vai…

  8. Filipe Almeida Hackford permalink
    fevereiro 3, 2011 8:28 pm

    E que estejam disponiveis vários números, não adianta ter numeração fixa e nas lojas praticarem a ditadura da número 10.

  9. dezembro 9, 2011 8:24 pm

    muito massa essa numeraçao fixa era pra ser obrigatoria no brasileirao,pelo menos na serie a,no brasileiraode 2000 foi obrigado numeraçao fixa,mais nehum jogador tinha nome na camisa

Trackbacks

  1. Tweets that mention Numeração fixa: antes tarde do que nunca « Grêmio 1903 -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: