Skip to content

Gauchão’11: Grenal B em Rivera

janeiro 29, 2011

O primeiro Grenal fora do Brasil, o nº 384 da historia, será marcado pela inconveniência do calendário proposto pela Federação Gaúcha de Futebol, em realizar o clássico tão cedo na temporada 2011 e no meio da disputa de uma Copa Libertadores da América. Grêmio e Internacional não usarão força máxima, cada um pelas razões diferentes. Enquanto o Tricolor tem compromisso pela competição sul-americana, o time de Celso Roth começou a pré-temporada mais tarde devido ao Mundial em Abu Dhabi.

Essas duas razões seriam mais do que o suficiente para a FGF ter o bom senso de mudar essa data de jogo. Isso porque o Grêmio está, desde o começo de dezembro, classificado para a Libertadores e o Inter, desde agosto, tinha garantido o compromisso em Abu Dhabi, o que acarretaria numa pré-temporada mais tardia. Porém, bom senso é algo que Francisco Noveletto não tem, basta ver o tamanho do Gauchão e compará-lo com o Campeonato Mineiro, que começou somente neste fim de semana.

Foto: Valdir Friolin / ClicEsportes

Ainda analisando o aspecto extra-campo, também não posso deixar de criticar o próprio Grêmio, pelo episódio até constrangedor no aeroporto Salgado Filho. Dois jogadores gremistas relacionados para o clássico ficaram em Porto Alegre devido a problemas de documentação. Menores de idade, Jaiton e Leandro foram impedidos de embarcar no voo para a fronteira, uma vez que não dispunham de autorização dos pais. Oras, o Departamento de Futebol ainda não sabe que menor precisa disso para viajar? Erro inacreditável para um clube com a estrutura do Grêmio.

Como nem tudo é somente crítica, então se torna necessário abordar o lado positivo do clássico, apesar de tudo. Um deles é ver o multicampeão Roger na casamata tricolor. Ele é uma referência a ser seguida por esses jovens, pelo profissionalismo, empenho que teve em campo e respeito às camisas que vestiu, isso tanto no Grêmio como no Fluminense. Roger é um dos ícones vivos de nossa história e ver o Tricolor resgatar essa figura do ídolo é um exemplo a ser seguido.

Foto: Tatiana Lopes / ClicEsportes

Outro aspecto positivo é sempre ver a gurizada em campo. O Grêmio precisa dar sequência aos seus jovens valores, para que amadureçam, ajudem o clube em campo e, mais tarde, sejam mais valorizados em futuras transações com o mercado internacional. O Tricolor tem grandes nomes que podem resultar em elenco forte no time principal, mas naturalmente é necessário colocá-los em campo.

Sobre o time que tentará manter a invencibilidade no Gauchão, apenas uma novidade: Wesley no ataque. Viçosa foi preservado para o jogo contra o Liverpool e o guri de 20 ganhará essa chance. Fora isso, Marcelo Grohe no gol, com Vilson e Neuton na zaga; Mário Fernandes e Bruno Collaço pelas laterais. No meio-campo, Adilson e Mateus Magro como dupla de volantes; e arrisco a dizer que Maylson pode pintar ao lado de Roberson (ou Pessali), enquanto que Mithyuê fica no banco. No ataque, Clementino tentará engrenar de vez nesta temporada 2011. Para encerrar, vamos rumo a mais uma vitória no Gauchão, desta vez em Rivera.

Anúncios
8 Comentários leave one →
  1. Juliano permalink
    janeiro 29, 2011 10:14 pm

    A direção do Grêmio da de sacanagam, fizeram mais um fiasco ao esquecer documentação de 2 jogadores, os jovens Jailton e Leandro, como ambos tem menos de 18 anos precisariam de autorização dos responsáveis para viajar. Foram mandados para casa. Assim é sacagem, estamos virando motivo de piada, é muito amadorismo.

    • Jonas Silveira permalink
      janeiro 30, 2011 11:44 am

      Eles precisam de autorização para viagem internacional… O Grêmio vai se hospedar em Santana do Livramento… O problema é que o aeroporto onde eles iriam pousar fica emRivera.

      Se fosse de ônibus, eles poderiam ir.

      Acho que dá pra desculpar a direção em virtude das circunstâncias…

      • Sancho permalink
        janeiro 30, 2011 3:53 pm

        Não dá para perdoar. Isso é documento para se ter no clube, sempre. E, mesmo que não se tenha, é dever de um chefe de delegação preparar devidamente uma viagem. Essas “surpresas”não podem acontecer.

      • Juliano permalink
        janeiro 30, 2011 9:40 pm

        Concordo com o Sancho, os dirigentes tem que estar sempre preparados para tudo.

  2. Alfredo Carlet permalink
    janeiro 30, 2011 3:59 am

    Mazola, atacante São Paulo, no Guarani 2010, opção viável.

  3. Alfredo Carlet permalink
    janeiro 30, 2011 4:01 am

    Fernandinho, São Paulo, ótimo atacante.

  4. vivi permalink
    janeiro 30, 2011 10:26 am

    olha acho que mithyue esta escalado como titular era so o que faltava tirarem mais essa oportuidade do garoto affffffffffff….

  5. janeiro 31, 2011 9:37 am

    Gauchão 2011 : Ypiranga é “garfeado” em Caxias, contra o Juventude: http://t.co/vNizN7q

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: