Skip to content

Libertadores’11: Empate bom, futebol nem tanto

janeiro 27, 2011

Numa Copa Libertadores da América, um empate fora de casa é um resultado mais que aceitável. Em certas circunstâncias, pode ser considerada uma vitória. Sob esse aspecto, a igualdade no placar de 2×2 diante do Liverpool, no Estádio Centenário, pode e deve ser tratada pelo gremista como uma boa vantagem. No entanto, houve evidências de pontos a serem melhorados: reforços e melhor preparação física.

O Liverpool é um adversário fraco, não tem marcação nenhuma no meio-campo e tampouco experiência para lidar com uma Libertadores. Por sua vez, porém, o Grêmio errou passes em demasia; a defesa bateu cabeça, principalmente na primeira etapa; o time voltou a morrer no segundo tempo. Claro que estando em início de temporada, é preciso aumentar a dose de compreensão. Mesmo assim, é necessário ser enfático: o time precisa melhorar muito para ter futuro na Libertadores.

O Grêmio sentiu falta de Jonas, embora Viçosa tenha jogado bem, mesmo alternando bons momentos com outros de pura displicência. André Lima é guerreiro, merece nosso total respeito, mas sem um meio-campo que lhe traga a bola, passa a ser nulo. Douglas teve um bom primeiro tempo e sumiu no segundo, enquanto que Gabriel não estava numa noite feliz, talvez por causa do péssimo gramado do Centenário.

Foto: Diego Vara / ClicEsportes

A defesa gremista é que deu o maior alerta. Melhorou um pouco no segundo tempo, mas bateu a cabeça em diversas oportunidades, seja por falhas individuais ou erros de posicionamento. Rodolfo pode não ser um Hugo De León, mas dará mais qualidade ao setor defensivo. No meio, Rochemback e Vilson fizeram uma boa partida, ainda que o zagueiro-volante tenha errado um passe na entrada da área, obrigando Victor a fazer um milagre para evitar o gol do Liverpool.

Vinicius Pacheco não entrou no jogo na etapa final, enquanto que Gilson me faz sentir saudades do Fábio Santos, o que é sinal que algo está muito errado. Ele falhou feio no segundo gol dos uruguaios. Já Lúcio quase fez um golaço no lance que resultou em bola na trave, mas sentiu o cansaço no segundo tempo e sumiu. Victor errou no primeiro gol do Liverpool, porém, segue com muito crédito com a torcida tricolor e ainda fez mais um milagre no Centenário.

Foto: Diego Vara / ClicEsportes

Creio que a classificação do Grêmio virá sem problemas no Olímpico, apenas precisamos manter os pés no chão. No entanto, a partida desta quarta evidenciou que necessitamos de segundo atacante e um meia para jogar ao lado do Douglas. Não adianta tapar o Sol com a peneira, o time de Renato Portaluppi precisa urgentemente de reforços nesses dois setores. Sobre a lateral-esquerda, insisto que temos a solução em casa: Neuton. Ou contratem um meia e devolvam a posição de origem ao Lúcio.

Apesar das preocupações, sigo confiante no Tri da América, mas a direção, mesmo com dificuldades, também precisa fazer a sua parte. Para o Liverpool ou até para a fase de grupos, temos time suficientemente forte para se garantir. Entretanto, a partir do mata-mata, não será apenas raça e vontade que farão a diferença, a qualidade também deverá entrar em campo.

Anúncios
13 Comentários leave one →
  1. Filipe Almeida Hackford permalink
    janeiro 27, 2011 6:02 am

    Alguém tem dúvida de que pra ganhar algo esse time precisa de reforços? Parece que a nossa diretoria vive em outro plano…
    Quase levamos um coro de um time de várzea e pior, demos chance deles fazerem um terceiro, mas como eram muito ruins ficou nisso.

    Meu medo é que o Tio Odone não tenha visto o jogo e ache que esse grupo seja suficiente pra ganhar o tri, ou só na base da “imortalidade”(que ajuda mas não traz taça sem talento).
    De menos mal é que o resultado foi favoravel.

  2. luis Boeira permalink
    janeiro 27, 2011 8:32 am

    Quem diria a torcida sentindo falta de um jogador fraco feito o Fabio Santos, Gilso não tem qualidade para jogar no Grêmio, precisamos de reforços urgenemente. Senão a coisa vai ficar feia.

  3. heraldo permalink
    janeiro 27, 2011 8:59 am

    precisamos de um meia no lugar do douglas, e um goleiro confiavel, em jogos dificeis.

    • Luis Boeira permalink
      janeiro 27, 2011 9:47 am

      hahahaha, no lugar do Douglas ? ele é o craque do time. O Grêmio precisa é de outro meia para jogar ao lado dele, precisa de um bom volante para jogar ao lado do Rock, e de um bom atacante, para fazer fantasma ao Borges e André Lima ( os dois podem jogar juntos sim), ambos sabem jogar recuado como também de pivo. O Vitor não é confiavel ? fala sério né, vc deve estar em outra dimensão. O melhor goleiro do brasil não é confiavel, o goleiro titular da seleção não é confiavel, acho que vc deve ser um colorado entrometido, seu time não tem blog não, para vc escrever asneiras no blog dele ?.

  4. dfs permalink
    janeiro 27, 2011 10:36 am

    O douglas e um bom jogador mas não craque,eu acho que ele não e jogador para libertadores,lento,some do jogo quando mais se preciza dele, mas e titular derepente para render mais tem que ter parceria a altura também, o time do grêmio e lento a zaga não pode continuar está que está jogando o gilson não tem condições,olha prescizamos de reforços se não mais adiante ficaremos pelo caminho de novo.

  5. janeiro 27, 2011 10:44 am

    Estão previstos reforços (será que eles chegam mesmo?) e como foi o primeiro jogo, o nervosismo do Grêmio era flagrante.

    A falta do Adilson pelo meio e a má atuação do Gilson e até do Victor foram fatores que deram alguns sustos e resultaram em gols. O pobre do Vinícios Pacheco nem estreou, melhor nem considerar aquilo uma estreia. Até o gramado era péssimo.. aliás que várzea! Um time desses, por mais simpático que seja, nem merece participar dessa competição continental, embora alguns times brazucas que participam nem estádio tem…

    Acho que passado nervosismo da estreia, vamos ver como o Grêmio se comporta no próximo jogo.

    Vou ser otimista. Deve passar pelo Liverpool e ai, precisa ter reforços, claro. Lateral esquerda, zaga.. ataque eu sinceramente acho um exagero. Temos duzentos atacantes. Embora jovem, eu acho que se bem conduzido, o Viçosa merece um voto de confiança.
    E vamos pensar: adianta empilhar atacantes se a bola não chega pelas laterais? Gilson não se firma e Gabriel não jogo nada ontem.

    Não é o fim do mundo. Agora, como tudo na vida, tem que trabalhar melhor.

  6. Fernando Larrondo permalink
    janeiro 27, 2011 11:00 am

    Fora as desculpas de sempre (é início de temporada, tomamos dois gols de bola parada, faltou concentração, não matamos o jogo quando tivemos oportunidade, faltou pegada, blá, blá blá), o que deu para concluir:

    1) jogadores de qualidade: Vitor, Gabriel, Rocka, Douglas, Lúcio e Andre Lima
    jogadores médios: Paulão, Rafa Marques e Vilson
    jogadores incógnitas: Gilson e Viçosa

    2) O condicionamento físico está muito longe do ideal. O Lúcio é o caso mas grave. Ontem, pode-se dizer que o Grêmio jogou com um a menos no meio de campo. Talvez tenha sido esse o principal motivo da péssima atuação.

    3) Jogadores elogiadíssimos no ano passado, as contratações pedidas pelo Renato começam a mostrar que são jogadores comuns. Vou fazer uma comparação:
    Paulão x Saimon
    Vilson x Mário Fernandes
    Gilson x Neuton
    Clementino x Mythue
    Viçosa x (acho que não tem)
    Qual a diferença entre eles: SEQÜÊNCIA DE JOGO. Logo, eu começo a questionar a titularidade/oportunidade desses jogadores

    • giovani montagner permalink
      janeiro 27, 2011 10:02 pm

      interessante o ponto de vista das comparações. fiquei em dúvida também.

  7. jean permalink
    janeiro 27, 2011 11:36 am

    se nao contratarmos vai acontecer como 1990 cairemos na primeira fase da competiçao . precisamos de reforços ja e de qualidade se nao esquece

  8. Geraldo permalink
    janeiro 27, 2011 12:18 pm

    Victor foi infeliz nessa partida, mas nada que tire os seus créditos. Gabriel se manteve muito guardando posição (talvez um pedido do Renato). Rafa e Paulão também não foram bem. (Rodolfo ocupará a posição de quem???//Rafa é titular a muito tempo e sempre teve crédito). Gilson??. Vilson jogou bem (como em todas as partidas que ele disputou esse ano). Rochemback o melhor em campo, sempre com muita raça (renova logooo). Lúcio quando apareceu foi bem, mas se manteve muito ausente. Douglas foi bem no primeiro tempo, mas no segundo não vi jogar. Viçosa não é ruim, mas não pode ser titular do Grêmio em uma Libertadores. André Lima jogou muito, porém a bola chegou até ele poucas vezes (o vazio deixado pelo Jonas parece que desapareceu quando vi o André comemorando o seu gol//não estou comparando os dois, mas foi o que senti no momento).

    E da-lhe Grêmio!!!!!!!!!!

  9. Rodrigo permalink
    janeiro 27, 2011 12:33 pm

    Minhas humildes observações:

    – Gilson não é lateral para o Grêmio fraco técnicamente e tremia feito vara verde.
    – Rochemback teve que carregar o Vilson nas costas.
    – Júnior Viçosa pode até vir a crescer como o Jonas cresceu mas no momento é time B pra ele.
    – O time inteiro cansou no segundo tempo, cansaram demais.
    – Temos que dar crédito, afinal o Flavio Oliveira tem que concertar a cagada que o Anderson Paixão fez ano passado.

    O que nós podemos fazer é o nosso dever, lotar o Olímpico semana que vem e apoiar até o fim, espero que os amendoins da social dêem uma trégua, muito melhor apoiar do que vaiar, quer vaiar assiste o jogo pela televisão.

  10. observador permalink
    janeiro 27, 2011 9:39 pm

    Putz o Victor falhou feio,não temos armador,atacante veloz,lateral esqerdo nem um zagueiro confiavel,desses meus 35 anos esse foi o pior time q ja vi numa Libertadores da America,ou o tricolor se reforça ou esses caras vao ter q se superar e muito em campo!!

  11. giovani montagner permalink
    janeiro 27, 2011 10:10 pm

    pouco a acrescentar.
    não acredito que o collaço seja pior que o gilson.
    a zaga está muito longe do meio-campo quando o time ataca e deixam os zagueiros sozinhos contras os atacantes. o paulão tem saído muito da posição, indo atras de atacante no meio-campo, isso não é tarefa dele.
    gabriel ficou apagado pela falta de alguém com quem jogar, era o jonas quem tabelava com ele. Grêmio precisa de um atacante de movimentação que preferencialmente jogue pela direita, para jogar juntamente com o gabriel, aliás, que qualidade técnica!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: