Skip to content

Gauchão’11: Mantida a invencibilidade

janeiro 23, 2011

Antes de se focar inteiramente na Copa Libertadores, o Grêmio entrou em campo no Complexo Esportivo da Ulbra, neste domingo, e derrotou o Canoas pelo placar de 1×0. O gol saiu apenas aos 41 minutos da etapa inicial, com Junior Viçosa marcando através de uma penalidade. Com o resultado positivo, o Tricolor segue invicto no Gauchão, com duas vitórias e dois empates, assim somando oito pontos no grupo 2 da competição.

Renato escalou praticamente o mesmo time que jogou na quarta-feira passada, contra o Ypiranga, exceto pela entrada de Lúcio, para pegar ritmo, já visando o jogo pela Libertadores, assim deixando Pessali no banco. Para alegria de muitos, Marcelo Grohe também cedeu o lugar a Victor. De resto, o time foi o mesmo de Erechim, repleto de gurizada.

Apesar do bom resultado, gostei mais da apresentação do Grêmio em Erechim, diante do Ypiranga, do que na partida contra o Canoas. O time de Rogério Zimmermann impôs aos guris do Tricolor uma forte marcação e, por sua vez, a equipe gremista tentava em demasia as jogadas pelo meio, facilitando o trabalho adversário.

Foto: Gremio.net

 

Em parte, faltou ao Grêmio entrosamento para realizar trocas rápidas de passes e  assim confundir a defesa adversária e também insistir em jogadas pelas  laterais, principalmente no que se refere  à inversão de jogo. Quando acionados, Mário Fernandes e Bruno Collaço mostraram boa produtividade, principalmente o lateral-direito.

O jogo na etapa inicial era de um time só, com Grêmio atacando e Canoas se defendendo.  Porém, essa é uma situação de risco, uma vez que a defesa costuma relaxar nessas horas e o adversário apronta, como ocorreu em alguns lances. A chance mais perigosa do adversário foi no chute de Tiago Matos, que bateu na trave de Victor.

Mesmo assim, o Grêmio merecia a vantagem no marcador, que veio com um pênalti originado por meio de um cabeceio de Roberson dentro da área, fazendo com que Cleiton, com braço estendido, a tirasse do curso do gol. Junior Viçosa cobrou a penalidade e abriu o placar no fim do primeiro tempo, fazendo o seu segundo gol no Gauchão.

Foto: Nabor Goulart/Agência Freelancer /Terra

 

O Canoas retornou para o segundo tempo com uma proposta mais ofensiva, tanto que Victor deve de trabalhar em três lances em menos de 10 minutos de bola rolando. Já o Grêmio voltou a ter problemas em superar a marcação adversária, errava passes e desperdiçava chances de matar logo o jogo.  A defesa também seguia sonolenta, dando ao placar de 1×0 um ar de perigo.

Renato se irritou com os erros do time. O primeiro a sentir a revolta do chefe foi o próprio Viçosa. Em jogada de Collaço, o lateral tabela com Lúcio e avança pela esquerda. Na sequência, Collaço toca com Viçosa, mas este passa mal, dando de graça a bola para o Canoas. O sinal da insatisfação de Renato veio logo a seguir, com a entrada de Lins. O técnico gremista também decidiu preservar Lúcio, colocando Dener em seu lugar; já Roberson, após cabecear a bola para fora com gol vazio, teve o mesmo destino, cedendo lugar a Pessali.

Antes do apito final, um susto para a torcida gremista. Aos 44 minutos, após cruzamento da esquerda realizado pelo Canoas, Eraldo chegou a balançar as redes, mas, por centímetros, encontrava-se em posição de impedimento. Não seria um crime aterrador se o auxiliar deixasse escapar essa. Ainda assim, o Grêmio conseguiu manter a vantagem e assegurou os três pontos.

Foto: Roberto Vinícius/Futura Press/Terra

 

O que me revoltou durante o jogo foi Roberson deixar o campo sob algumas vaias. Existem torcedores que não entendem que é impossível o time principal treinar uma semana e repetir o mesmo futebol do fim de 2010. Tampouco que o time de reservas, formado em sua maioria por jovens, também não pode ser exigido dessa maneira. Será tão difícil alguém pensar duas vezes antes de vaiar?

Sobre o jogo, Mário Fernandes foi, na minha avaliação, o melhor jogador em campo neste domingo, com atuação destacada atrás e sempre correspondendo na frente. Renato vai ter dor de cabeça com ele, pois não é jogador para ficar no banco. Também gostei das atuações de Mateus Magro e Bruno Collaço (aliás, já aviso que é desnecessária a contratação de novo lateral-esquerdo). Por sua vez, Viçosa precisa melhorar fundamentos, mas é bom jogador e precisa ser trabalhado.

Estranhamente, entramos na semana Grenal. Importância? Neste momento, zero. Renato foi categórico ao afirmar isso.  Nossa prioridade a partir de agora é apenas o Liverpool, no histórico Estádio Centenário, em Montevidéu. Depois do primeiro compromisso pela Libertadores, pensaremos no clássico,  que tende a ter esse time, que saiu vitorioso contra Canoas, em Rivera,  provavelmente sem Renato na casamata.

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. Daniel permalink
    janeiro 23, 2011 11:24 pm

    Meu time pra estréia da LA: Victor, Gabriel, Paulão, Rafa Marques, Collaço, Rochemback, Mário Fernandes, Lúcio, Douglas, Jonas e André Lima. No banco: Marcelo Grohe, Vilson, Neuton, Matheus Magro, Clementino, Mithyuê, Viçosa.

  2. Luis permalink
    janeiro 23, 2011 11:28 pm

    Acho uma sacanagem o Renato não colocar o Mithyue pra jogar, sério cara, entrou muito bem na sexta e tem potencial para até ser titular do Gremio.

    Ele é muito melhor que o Roberson, Bergson ou Pessali e não tem as chances que eles tem!!!

    O Gremio está errando ao não dar chances ao Mithyue!!!

    Acorda Renato!!!!

  3. Filipe Hackford permalink
    janeiro 24, 2011 5:05 am

    O jogo valeu pelos 3 pontos, nada de atuação exuberante ou algo que o valha. Espero que esteja tudo reservado pra Libertadores..

  4. Luis Boeira permalink
    janeiro 24, 2011 8:45 am

    Oi Galerinha do Blog, o jogo de ontem foi sonolento, mas valeu para mostrar que o Lúcio está de volta e que em cada jogo Mario Fernandes evolui e pode voltar a dar dor de cabeça ao treinador na hora de escalar a equipe, gostei da atuação do Victor mostrando o por que é o melhor goleiro do Brasil, ( o prêmio para o Fabio do Cruzeiro ano passo foi por consolação),
    ainda acredito no melhor desempenho de Mithuê ( que não foi aproveitado nesse jogo), mas deverá ser chamado para a pré libertadores pois Maylson e Roberson Decepcionaram Renato nos dois últimos jogos, fiquei sabendo que o Renato anda fazendo muitas exigências, ele deveria ficar quieto e trabalhar com o que o Grêmio tem em mãos, o grêmio não é time de estrelismo, nunca ganhou nada com isso, então espero a conquista de pelo menos um titulo a nível nacional ou internacional ( internacional de preferência)… um grande abraço a todos.

  5. Fernando Larrondo permalink
    janeiro 24, 2011 9:24 am

    Injustas as vaias!!! Para mim, o Roberson tem as mesmas características do Douglas: passe de qualidade e visão de jogo, porém também é lento e dispersivo e não é goleador. Logoque o Douglas chegou aqui, não demorou muito e começou o Fora-Douglas!!!! E hoje, alguém é contra o Douglas??? Qual o único reserva com as mesmas características dele???? Não estou dizendo que eles têm a mesma qualidade, mas sim o mesmo estilo de jogo.

  6. Luis Boeira permalink
    janeiro 24, 2011 2:41 pm

    Uma Novidade triste para a torcida tricolor Jonas saiu do Grêmio, eu nunca acreditei no futebol dele, mas ano passado ele fez mudar de ídeia, e agora entre no globo.com e vejo essa noticia, o diretoria imcopetente, não consegue contratar ninguem e nem renovar com que já está no clube é uma vergonha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: