Skip to content

Por que não Grêmio Hexacampeão Brasileiro?

dezembro 24, 2010

Nesta quarta-feira (22), a CBF anunciou o que a imprensa (principalmente a Globo) já noticia há semanas: a unificação dos títulos da Taça Brasil e Robertão ao Campeonato Brasileiro. Esse era um pedido de jogadores da época e dos clubes campeões de tais torneios há anos e, sabe-se lá por qual razão, a entidade presidida por Ricardo Teixeira oficializou os títulos de 1959 a 1970 como legítimos campeões brasileiros. Contudo, fora a emoção, tal unificação é justa?

O Robertão, nome oriundo da Torneio Rio-São Paulo, cujo nome era Roberto Gomes Pedrosa, ganhou esse título pelo fato de receber clubes de outros estados, tornando-se maior do que o tradicional torneio. Neste caso, a inclusão do torneio ao Campeonato Brasileiro gera um debate mais complexo, pois este se trata sim do precursor do atual Brasileirão, reunindo diversas equipes do Brasil inteiro.

Contudo, sequer o Robertão deve ser tratado como unanimidade. De acordo com o maior jornal do País na época, o Jornal do Brasil, o torneio era “um meio caminho para um futuro campeonato nacional”. Embora seja “mais aceitável”, sigo com a opinião que ser o “pai do Brasileirão” não significa ser o Brasileirão. Por essa razão, a unificação é questionável, principalmente porque não se solicitou isso na época, o que dar um ar de mero oportunismo de dirigentes, como do Palmeiras, clube que não ganha nada há anos e está mergulhado em uma crise política interminável.

Já na Taça Brasil está o maior absurdo. Vale lembrar que o torneio foi criado não como um confronto dos melhores times do Brasil e tampouco para decidir o melhor do País, mas como uma disputa entre campeões estaduais para definir quem seria o representante brasileiro para a Copa Libertadores. Tanto é que a criação do torneio foi decidida numa reunião no Rio de Janeiro, em 1958, pela Confederação Sul-Americana. Logo, comparando, a Taça Brasil é a irmã mais velha da Copa do Brasil.

Outro ponto a ser questionado é a finalidade da Taça Brasil. Oras, afinal, o torneio tinha como objetivo de decidir o melhor do Brasil ou o representante brasileiro na Libertadores? A pergunta parece sem sentido, mas se amanhã não houvesse mais Libertadores, o Brasileirão continuaria a existir, pois sua finalidade é decidir o melhor do Brasil. Já a Taça Brasil teve a sua última edição em 1968, quando nos dois anos seguintes, o País boicotou a competição sul-americana.

Além disso, o Santos precisou de apenas 24 jogos para ser supostamente Pentacampeão Brasileiro, o que se torna um grande contraste ao ver que atualmente são necessários 38 partidas para ganhar um mísero título. Também o argumento de que a Taça Brasil era a única competição nacional da época e por isso deve ser equiparável ao Brasileirão cai por terra, ao ver que na Terra da Rainha, a Copa da Inglaterra é mais antiga do que o Campeonato Inglês e nem por essa razão os dois são a mesma coisa. Portanto, pelo contexto histórico e pela lógica, a Taça Brasil é uma Copa do Brasil.

Logo, se a CBF criou um monstro ao unificar a Taça Brasil ao Campeonato Brasileiro, então por que o Grêmio não pode reivindicar a mesma coisa para a entidade de Ricardo Teixeira e unificar as quatro conquistas da Copa do Brasil às suas duas do Campeonato Brasileiro, tornando-se assim Hexacampeão Brasileiro? Seria um absurdo pensar assim semanas antes, mas se a CBF abriu precedentes, então há de aceitá-los.

 

Ressalvas sobre a unificação

 

Ao observar o Ranking da CBF, percebe-se que o Grêmio foi beneficiado com a unificação. Além de se manter em primeiro, passando de 2159 para 2866 pontos, a distância para o segundo colocado aumentou 22 (antes Corinthians) para 272 pontos (agora Palmeiras). Quanto à rivalidade Grenal, eles não são mais os únicos invictos, já que Palmeiras e Santos também tiveram essa proeza. Além disso, o Grêmio passa a ter mais participações em Brasileiros do que o Inter. Contudo, rivalidade a parte, sigo não concordando com a oficialização.

 

Anúncios
7 Comentários leave one →
  1. Fábio Tagliari permalink
    dezembro 24, 2010 6:06 pm

    Por acaso o Grêmio não tem um título de supercampeão brasileiro??Isso não vale nada?

  2. Edilson permalink
    dezembro 25, 2010 7:33 pm

    Vale salientar que na Taça Brasil, os times paulistas e cariocas entravam apenas nas semifinais. E o Fábio lembrou bem. O Grêmio venceu o Vasco em 1990, num duelo entre o campeão brasileiro e o da Copa do Brasil 1989, tornando-se Supercampeão brasileiro, ou campeão da Supercopa brasileira. A Supercopa é tradicional na Europa, geralmente abrindo a temporada, num confronto entre o campeão nacional e o da copa local. Acho que essa ideia everia ser adotada no Brasil, e o Imortal deveria ser reconhecido como Supercampeão Brasileiro 1990. Mas como na cbf o que manda são os interesses paulistas e cariocas, será difícil reconhecer.

  3. dezembro 26, 2010 9:18 pm

    Esta é a tese defendida no nosso blog. Os argumentos são muitos. Passem lá.

    http://campeoesbrasileiros.blogspot.com

    Feliz Natal e um ótimo 2011 a todos.

    Equipe “Os Campeões do Brasil

  4. observador permalink
    dezembro 26, 2010 9:21 pm

    Palhaçada isso, revirar coisas pré historicas do futebol!!!

  5. Edmar permalink
    junho 8, 2012 12:48 pm

    A unificacão é justa, a Taça Brasil não era um torneio só para se definir o representante brasileiro a libertadores, se fosse assim a Taça Brasil de 1968 que se encerraria em dezembro do mesmo ano se arrastou até outubro de 1969, por conta do confronto entre botafogo e metropol nas quartas de finais, com o atraso o Brasil não enviou representante a libertadores 1969, porque então a Taça brasil 1968 não foi encerrada nas quartas de final já que o torneio atrasou e o brasil não iria mandar mais representantes para Libertadores 1969. O torneio proseguiu com as semis e final e decidiu o campeão nacional mesmo sem a vaga para 1969. Outra coisa comparar a Taça Brasil com a Copa da Inglaterra é errado, pois a copa inglesa começou antes do campeonato inglês sim, mais é disputado até hoje, já a Taça Brasil era a única disputa nacional sim mais acabou para dar lugar ao Torneio Roberto Gomes Pedroza e depois acabou para dar lugar a vários outros campeonatos nacionais como Torneio Nacional de Clubes, Copa Brasil, Taça de Ouro, Copa União, Copa João Havelange e Campeonato Brasileiro. Se a Taça Brasil fosse disputada de 1959 até hoje sem interrupção ai sim poderiamos compara-lá a copa inglesa e não aceitá-la como brasileirão. A Taça Brasil foi criada para ser o principal torneio nacional da época e sendo tratado pelos jornais da época como campeões brasileiros, a Copa do Brasil foi criada para ser um torneio secundário e nunca foi tratado pela imprensa como campeões brasileiros.

  6. André Ricardo Tricolor permalink
    agosto 22, 2013 5:45 pm

    Não da para contar com a CBF são uma tropa de falsários sem vergonha na cara só interessados em beneficiar a eles mesmos, e não fica apenas na politica se for preciso eles entram em campo através de juízes, o que eles querem é centralizar as atenções do futebol em São Paulo e Rio de Janeiro. FIFA e CBF tudo farinha do mesmo saco, no mínimo o Grêmio e o Vasco fizeram um acordo de só de “boca” com eles, e como eles não são homens e muito menos de palavra, não entregaram a taça, assim como aquela taça que eles deram pro São Paulo por ter ganhado 4 edições do brasileiro e agora que unificaram os títulos teriam que entregar para o Flamengo e até agora nada! Mas oque vale é o titulo não o “troféu”, o troféu cai e quebra mas a vitória e o titulo ficaram na história!

  7. Edmar permalink
    outubro 9, 2015 9:55 pm

    É simples explicar, a taça brasil foi criada para apontar o clube campeão do brasil conforme discutido e aprovado no primeiro congresso da CBD em 1955. Ela foi criada para ser o principal torneio de clubes brasil e seus campeões eram tratados como campeões brasileiros pela imprensa da época. A copa do brasil foi criada para ser um torneio de segunda importância e seus campeões nunca foram tratados como campeões brasileiros. Ela nunca foi o torneio mais importante do brasil ao contrário da taça brasil que por 9 anos foi o torneio mais importante do brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: