Skip to content

Brasileiro’10: Um momento de convergência

dezembro 4, 2010

Foto:Daniel Marenco/ClicRBS

Mais uma vez chegamos a um final de temporada. Assim, o ano de 2010 terminará com um título gaúcho e um suspiro de “podia mais” na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro. Nada disso, porém, deve tirar a atenção do torcedor ao estádio Olímpico Monumental, na partida contra o Botafogo, visto que pode valer a vaga para Libertadores de 2011, competição a qual mais nos identificamos. Logo, todo o apoio da torcida é fundamental.

Se não fossem por Silas, Meira e uma decisão lenta do presidente Duda Kroeff, o Grêmio estaria brigando pelo título brasileiro. Mas a quarta colocação será comemorada, em nome da garra gremista, que por meio do seu maior ídolo na casamata, obteve uma ascensão raramente vista no futebol brasileiro. Da zona de rebaixamento e um futuro preocupante, o Tricolor conseguiu figurar entre as principais forças deste campeonato.

Por essa razão, a partida contra o Botafogo vale muito. Para alguns pode parecer estranho preparar uma festa para um jogo que não vale um troféu. Naturalmente seria melhor se fosse assim, mas o gremismo é algo muito superior a isso.  Não somos torcedores de momento, que se fazem presentes apenas quando o seu time conquista títulos.

É por essa conexão que não é possível saber quem depende mais do alguém nessa linda história. Como paulista, não consigo me ver tão apaixonado por futebol torcendo por um time local. Por essa razão, sinto o porquê da torcida gremista ser especial e diferente da grande maioria que se vê pelo Brasil ou pelo Mundo. Enfim, Grêmio é a sua torcida, e sua torcida é o Grêmio. Nada mais.

Então, para que o Grêmio termine este Campeonato Brasileiro de cabeça erguida, mais uma vez um Olímpico lotado é essencial. O Botafogo, do bruxo Joel Santana, é perigoso. O futebol demonstrado nas últimas rodadas não é animador, mas é preciso lembrar que na última rodada do Brasileirão passado, o alvinegro carioca venceu o Palmeiras no Palestra Itália, tirando-lhe a vaga para na Copa Libertadores da América.

Por isso, a precaução, na dose certa, é sempre uma boa aliada. Ao mesmo tempo, a torcida fará a sua parte, sendo o combustível de ânimo para os 11 jogadores em campo e mais aqueles que entrarão no decorrer da partida. É por essa característica que o Grêmio é temido no Olímpico, inclusive, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Todos sabem que é raro nos parar diante da massa azul, preto e branco.

Então, neste domingo, dia 5 de dezembro, às 17h, todos os caminhos levam ao Olímpico. Seja quem mora em Porto Alegre e assim estará presente nesta decisão, ou quem estará distante, mas conectado ao templo tricolor através dos adventos que a tecnologia nos permite, como a internet.

O certo é que Grêmio e Botafogo será um momento de convergência, com a maior e melhor torcida do Sul do Brasil ligada e apoiando o nosso Tricolor rumo a mais uma vitória. Esse é o diferencial do Grêmio, a torcida que faz tanto o próprio gremista como o adversário arrepiarem.


One Comment leave one →
  1. Ricardo Zart permalink
    dezembro 4, 2010 10:31 pm

    Grande Bruno,

    Pouco inspirado? Imagina se estivesse. Muito bom post…

    Todos amanhã esperamos que o ano seja fechado, senão com chave de ouro, que o primeiro semestre impossibilitou, com chave de prata… isto é, com a classificação para a LA-11.

    Confio ainda no Independiente, mais pela raça e tradição do que pelo futebol apresentado. Mas como futebol é uma caixinha de surpresas… hehehe

    Suadações Tricolores,

    Ricardo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: