Skip to content

Goiás não é confiável

dezembro 2, 2010

Foto: AFP/Terra

O resultado inicial da final da Copa Sul-Americana foi muito ruim para Grêmio e Botafogo, uma vez que o Goiás abriu uma vantagem de 2×0 sobre o Indepediente no Serra Dourada. Por essa razão, muitos consideram o time esmeraldino como campeão da competição, inclusive, alguns gremistas perderam a esperança que o G-4 dê a classificação à Libertadores de 2011. Todavia, contrariando a provável maioria, sigo acreditando no título argentino.

O placar de 2×0 pode ser uma vantagem absoluta e quase impossível de revertê-la, caso o time que a possui seja inteligente, aguerrido e técnico dentro das quatro linhas. E, sinceramente, este não é caso do Goiás. A equipe esmeraldina teve a oportunidade de ampliar a vantagem, com Independiente sem um jogador devido a uma expulsão, mas começou a realizar a prática dos chutões.

Concordo plenamente com o treinador do Independiente, Antonio ‘Turco’ Mohamed, ao dizer que o Goiás os deixou vivos. O placar de 2×0, principalmente sem o gol qualificado na final, torna-se um resultado bastante possível de ser revertido em Avellaneda. Além disso, os argentinos costumam se comportar melhor do que os brasileiros nessas situações.

Enquanto aqui alguns dão parabéns ao Goiás pelo título, lá ainda existe a confiança de que tal vantagem pode ser revertida. Para eles, o jogo termina após o apito final, algo que os brasileiros ainda têm dificuldade em entender. Por ter essa inteligência em campo, que a Argentina possui mais Libertadores do que o Brasil.

Embora reconheça que os dois times sejam limitados, sigo a tese de que se o Goiás foi capaz de fazer dois gols no Independiente, então “El Diablo Rojo” também pode fazer o mesmo ou mais. Caso eles saiam à frente no marcador em Avellaneda, principalmente se for no começo da partida, considero muito difícil o Goiás segurar a pressão sob aspecto técnico e emocional.

Portanto, o jogo entre Grêmio e Botafogo segue como uma grande decisão. Nada muda para domingo, pois o Olímpico ainda vai receber uma partida com clima de “final”. E no dia 8 de dezembro, caso o resultado de domingo seja favorável a nós, teremos ainda grandes chances de ir para Libertadores 2011, assim como o Independiente ser campeão da Sul-Americana. Nada está definido.

Apesar disso, cabe, mais uma vez, os agradecimentos a Silas e Meira. Se o rebaixado Goiás pôde chegar à final da Sul-Americana, então o Grêmio poderia garantir a vaga para Libertadores e ao mesmo tempo levantar um troféu inédito para o Memorial Hermínio Bittencourt. Ou, quem sabe, levantar a taça de Campeão Brasileiro. Agradeço aos dois por tornarem o ano do gremista um período de lamentações.

 

Anúncios
9 Comentários leave one →
  1. observador permalink
    dezembro 2, 2010 12:24 pm

    Caro Bruno eu assisti o jogo otm à noite e simplismente esse time do Independiente fede de tao ruim!Uma correria desgraçada,não marcam ninguem,nenhum jogador habilidoso…a começar pelo goleiro,q nem postura de arqueiro tem, magrinho,bem fragil mesmo.Joguei a toalha..PARABÉN SILAS E MEIRA,POR TEREM NOS DEIXADO NESSA SITUAÇÃO!!

  2. Daniel Alves permalink
    dezembro 2, 2010 12:49 pm

    Bruno, também concordo com vc. Os dois times são muito fracos (se o Grêmio estivesse na disputa concerteza seríamos favoritos ao título), e o Goiás marcou os dois gols em lances de pura sorte: no primeiro, o zagueiro argentino tentou sair fintando, dividiu a bola com um jogador goiano e a bola acabou sobrando nos pés de Rafael Moura na cara do goleiro, e o segundo gol saiu de um lance onde o jogador do Goiás errou o chute e a bola sobrou pro Otacílio Neto empurrar pro gol sem goleiro e sem marcador. Ou seja, o resultado normal do jogo de ontem seria 0 a 0.
    O jogo de volta vai ser muito difícil pros goianos, pois vai ser pressão do início ao fim, e se eles bobearem tomam logo uma goleada.
    Vamos vencer o Botafogo domingo e torcer pro Independiente na quarta, é o que nos resta. E quem disse que vida de gremista é fácil???????
    Abraço

  3. Daniel permalink
    dezembro 2, 2010 2:00 pm

    Sei não. O Independiente é pior do que eu imaginava. Aquela defesa é uma legítima comédia pastelão. Mas seguiremos acreditando, no Grêmio e nos milagres do “Santo”. Serão 180 minutos daquilo que o torcedor gremista mais gosta: Torcida e emoção.

  4. giovani montagner permalink
    dezembro 3, 2010 3:23 am

    estou confiante. jogar na argentina, num estádio menor, numa final, não é fácil para ninguém. depois de ver como saíram os gols do goiás, não duvido que mesmo o fraco independiente consiga o resultado que eles, e nós, desejamos.

  5. Alexandre Dantas permalink
    dezembro 3, 2010 8:27 am

    Rafael Moura no Grêmio!!!

    • Luis S B permalink
      dezembro 3, 2010 11:47 am

      Deus nos livre de Rafael Moura… ele é um tremendo pé frio…..rebaixou o Coxa em 2009 e esse ano o Goiás.

      • dezembro 3, 2010 12:30 pm

        Se não me falha a memória, estava no Corinthians em 2007.

  6. Luis S B permalink
    dezembro 4, 2010 12:19 am

    Hahaha… não duvido nada que o Himem tenha jogado no Corinthians em 2007… agora ri alto Bruno.

Trackbacks

  1. Grêmio na Libertadores 2011 « Grêmio 1903

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: