Skip to content

Leandro não se ajuda

novembro 30, 2010

Foto: Lucas Uebel/Preview.com/Gazeta Press

Não pretendia mencionar o Leandro, mas farei uma breve análise sobre o jogador. Para quem imagina que usarei este post para descer a lenha nele, sinto decepcioná-los, não irei fazer um escarcéu sobre esse caso numa semana decisiva, que pode nos significar uma vaga na Libertadores. Mesmo assim, esse último incidente do atacante merece uma análise mais fria, para que seja também mais justa.

Discordo que Leandro tenha faltado com respeito ao Grêmio por fazer juras de amor ao São Paulo, na festa de 38 anos da Independente, principal torcida organizada do clube paulista. O maior problema não é esse, pois se ele jogasse de uma maneira excepcional, não me importaria nem um pouco com isso, pois ele faria o seu papel dentro de campo com a camisa tricolor. Porém, isso não ocorre e, quando a fase é contrária, o melhor a fazer é o jogador preservar a sua imagem e também a do clube que lhe contratou.

O caso do Leandro é semelhante ao do atacante Kleber, que, ainda no Cruzeiro, foi a uma festa da Mancha Verde, torcida organizada do Palmeiras, em 2009. Em outro blog, escrevi sobre episódio e afirmei que não havia nada de errado um jogador expor ao público o carinho que sente por um determinado clube, mesmo que não seja aquele que lhe emprega. Aliás, prefiro que façam isso, ao invés de beijar o escudo do Grêmio e com juras de amor, mas sair na primeira proposta que aparecer, como alguns fizeram ao longo dos últimos anos.

Contudo, a minha crítica destinada ao Kleber naquela situação, cabe perfeitamente ao Leandro: falta bom senso. No caso primeiro caso, o atacante esteve na festa da Mancha Verde na semana que antecedia ao jogo entre Palmeiras e Cruzeiro. Logo, era tão difícil imaginar que tal fato geraria muita polêmica e poderia criar ainda um ambiente chato dentro da Toca da Raposa? Não deu outra, pois ele não teve uma boa partida e, ao ser substituído, levou uma sonora vaia da torcida cruzeirense.

O caso de Leandro é idêntico. O jogador não fez uma temporada feliz, ganha um alto salário para até aqui obter resultados pífios com a camisa do Grêmio, numa temporada marcada por seguidas lesões. Ainda, houve o episódio envolvendo o Índio e depois mais uma polêmica em tumulto durante festa em seu condomínio. Portanto, é tão difícil imaginar que ao ser flagrado numa festa da Torcida Independente, com a velocidade dos meios de comunicação, iria gerar mal-estar no Olímpico e entre os torcedores gremistas, já descontentes com o atacante?

Volto a afirmar, não sou contra um jogador ter adoração por outro clube. Embora saiba que nem todos pensem assim, a única coisa que exijo dele é que cumpra com a sua função e jogue um futebol correspondente à sua remuneração. Mas o que complica essa história é que Leandro tem um salário superior a R$ 200 mil mensais e não deu sequer um retorno aos cofres do clube.

Portanto, cada vez mais fico decepcionado com Leandro. No começo, achei sua contratação sensacional, pelo espírito guerreiro que tinha pelo São Paulo. Passado quase um ano, a esperança em um bom jogador se transformou no desejo de vê-lo longe do Olímpico, embora saiba que a sua multa rescisória não deva ser barata.

Independentemente, porém, deixemos o debate mais aprofundado sobre a dispensa dele para depois do Brasileirão. Enquanto isso, espero que Leandro reflita sobre sua postura. Afinal, depois de ser multado e suspenso dentro do clube para o restante da temporada, é o mínimo que se pode esperar dele. Está na hora de Leandro se ajudar também.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. novembro 30, 2010 6:00 pm

    Concordo em totalidade com teu post. O penúltimo parágrafo diz tudo.

  2. Daniel permalink
    novembro 30, 2010 8:21 pm

    Muito ajuda quem não atrapalha. Que vá embora ou volte pro time que ele tanto ama e pare de sugar o dinheiro do Grêmio. Já temos nossos próprios problemas pra nos preocuparmos. Agora é tudo ou nada no jogo de domingo.

  3. observador permalink
    novembro 30, 2010 8:22 pm

    Lembro tbm do Douglas q tem desejos de um dia voltar a jogar no Corinthinas,nunca escondeu isso,mas no entanto não saiu por aí apatifando,bebado q nem um louco entoando musiquinhas de torcidas organizadas(isso é desrespeito sim)desrespeito com um time q paga seu salario,denigre a imagem do tricolor pq hj em dia essas imagens vazam pra todo mundo!Pelo contrario o Douglas foi profissional jogou contra seu clube do coração fez um golaço.Esse Leandro é um marginal mercenario sim senhor!!

  4. Adail permalink
    novembro 30, 2010 11:07 pm

    Nem jogador da várzea tem este tipo de atitude, simplesmente um mercenário e anti-profissional, salário de craque e comportamento de cabeça de bagre!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: