Skip to content

Brasileiro’10: Arbitragem 0 x 0 Grêmio

novembro 14, 2010

Antes um empate do que uma derrota. Afinal, foi um jogo no qual tivemos Jonas expulso e um pênalti contra nós. E vai dizer que o empate, não foi de bom tamanho? Obvio que três pontos, nessa altura do campeonato é mais do que bem-vindo. Caso a história tivesse sido outra, o Grêmio estaria na quarta colocação, com o mesmo número de pontos que o Botafogo, apenas ganhando em números de vitórias. O time de Renato agora tem pela frente agora o Atlético-PR, que segue grudado no Tricolor Gaúcho, podendo ultrapassar no números de pontos (tem como adversário o Prudente, no domingo, dia 14 de novembro).

O Grêmio entrou concentrado. Tantos os jogadores, como a torcida, desejavam a vitória. Afinal, a briga pela Libertadores ainda continua, enquanto que para o time Santista a vaga no torneio sul-americano já esta garantida.

Apesar de ser o Tricolor que precisava de um saldo positivo, foi o time da casa que mais pressionou. A posse de bola era grande parte do tempo do Santos, no qual mostrou uma boa movimentação, tanto do time inteiro como principalmente de Keirrison. E as chances não tardaram a aparecer.

Mas como eu sempre digo: do que adianta ter um jogador bom, e não ter um goleiro eficiente? Pois isso, o Grêmio tem de sobra. Apesar do atacante Jonas ter sido expulso aos 18 minutos do primeiro tempo (deu uma cotovelada em Adriano), o time soube se segurar dentro de campo. Aliás, Victor soube segurar o time! A muralha estava mais do que apenas ali, olhando a bola e tentando adivinhar o seu destino. A muralha estava ali e cobriu o gol de tudo e de todos. Cobriu o gol e nem um pênalti foi capaz de desfaze-la.

Foto: Ivan Storti, Lancepress

No segundo tempo, Rafael Marques derrubou Zé Eduardo na área, tendo o pênalti marcado. Ele mesmo foi bater e Victor defendeu. A superioridade do time de Santos era visivelmente grande, mas o meio de campo foi sua dificuldade, no qual o Grêmio fez uma marcação pesada.

Já falando em pênaltis, como não abordar o pênalti não marcado a favor do Grêmio? Mais uma vez, a arbitragem se colocou diante o Grêmio e não há quem mude essa opinião. Ou seja, Lúcio não teve seu pênalti e o Tricolor Gaúcho continua em pé de guerra contra a arbitragem.

– Eu procuro sempre acalmar meus jogadores antes dos jogos, durante os jogos, após os jogos. O mais prejudicado infelizmente sempre é quem trabalha, corre atrás. No caso eu e meu grupo. Sei que errar é humano, todos têm direito de errar. Mas os últimos erros sempre foram contra o Grêmio. Mas não vou ficar aqui dando desculpas e já perdemos com erros de arbitragem e não me queixei. Não quero que nos ajudem. Quero que seja justo, que apitem o que enxergarem – concluiu o técnico, Renato.

O Grêmio teve chances com André Lima, de cabeça, e com Rochemback, de cobrança. Mas foram apenas chances, que não tiveram uma conclusão boa.

Em si, o empate foi agradável. Agora é torcer para o Prudente conseguir um resultado bom diante o Atlético-PR e na próxima rodada, ganhar do mesmo.


Anúncios
3 Comentários leave one →
  1. giovani montagner permalink
    novembro 14, 2010 1:28 am

    semana passada na euforia da vitória, falei acreditar em título, mas no dia seguinte percebi a dificuldade de sua ocorrência. primeiro pela diferença de pontos, segundo pelo tabela dos adversários a frente (por exemplo, o fluminense enfrenta goias e guarani em casa e vai ganhar indo a 67, sem chance de alcançarmos) e, principalmente, terceiro pela ajuda que estão dando para o corinthians.
    vamos ao jogo. achei tendenciosa a arbitragem, lances semelhantes eram falta para o santos e para o Grêmio não. o número 5 deles fez falta o jogo inteiro, fez vários carrinhos por trás, que se não me engano é para expulsão, e foi levar cartão amarelo no final do jogo, só pode ser brincadeira! posso estar exagerando, afinal não sou muito isento.
    sou grato ao jonas, afinal fez 21 gols no campeonato que muito contribuíram para levar o Tricolor para a posição atual, mas o problema são os jogos em que mais precisamos dele, ele some ou pouco aparece. hoje ele foi além, 20 minutos do 1º tempo não pode ser expulso!
    gostei da equipe, postou-se bem na defesa e não foi covarde, quando tinha oportunidade atacava. pelas circunstâncias, empate de bom tamanho.

  2. Daniel permalink
    novembro 14, 2010 9:37 am

    A imprensa esportiva é f… Quando o Flamengo precisava de uma vitória pra ser campeão no ano passado, os “jornaleiros” paulistas e gaúchos criticavam (e criticam até hoje) o Grêmio por levar reservas ao Maracanã porque tirou as chances dos queridinhos serem campeões. Hoje, dizem que é normal se o inter entregar o jogo pro Botafogo. E até é mesmo, rivalidades fazem parte do campeonato por pontos corridos, o problema é a diferença de tratamento. Mas o pior de tudo foi o que fizeram antes desse jogo contra o Santos, lembrando a todo momento que eles estavam a cinco jogos sem vencer, que precisavam terminar o campeonato com honra, falaram até em manter o status de “carrasco do Grêmio”. Só faltou levantarem uma bandeira e cantarem o hino do Santos.

    Pena que perdemos a chance de entrar no G-4 e encostar no G-3, mas pelo menos ainda temos dois confrontos diretos. 2010 não acabou e Renato ainda vai nos levar de volta à Libertadores.

  3. Alfredo Carlet permalink
    novembro 15, 2010 12:01 am

    Força política…
    Liga dos Clubes!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: