Skip to content

Leandro segue cavando sua cova

outubro 18, 2010

 

Foto: Tatiana Lopes/ClicRBS

 

Cada vez fica mais claro que Leandro não merece uma nova chance para 2011. Para alguns, o Departamento de Futebol poderia arrumar uma maneira de dispensá-lo ainda antes do término da temporada, assim como fez Rodrigo, embora seja numa situação diferente. Mas fato é que a relação custo e benefício com o atacante não existe.

Quando Leandro foi anunciado como novo jogador do Grêmio, vibrei bastante. Com histórico formado no São Paulo, ganhou o apelido de “Leandro Guerreiro”, aquele que não desistia, jogava com garra e era vibrante para a torcida. No Morumbi, conquistou dois títulos brasileiros e se tornou responsável gesto que virou uma marca registrada, a de subir no travessão e comemorar sobre ele. Fez o mesmo no Grêmio na conquista do Gauchão, mas com menos mérito do que as comemorações anteriores.

No Grêmio, porém, Leandro não joga. Ou melhor, não tem uma sequência de jogos. Sua presença é muito mais constante no Departamento Médico do que propriamente nos gramados. Pode ser culpa do ritmo mais leve aplicado no Japão em relação ao futebol brasileiro, o que de fato dificulta a adaptação de um jogador na casa dos 30 anos. Não podemos descartar a possibilidade de haver algo errado com a preparação física, assim como não se deixa de lado simplesmente o jogador ter histórico de lesões.

Todavia, vale a pena manter Leandro, em detrimento de um salário alto para os cofres do clube e da ocupação da vaga que poderia ser destinada a um guri da base? Infelizmente, não. Ao contrário de Rochemback, que começou a justificar o seu nome com a camisa do Grêmio, Leandro não consegue fazer o mesmo. O próprio Grêmio parece saber disso, tanto que tentou negociar com o Fluminense a ida do jogador, de acordo com a imprensa.

O que pode piorar a situação de Leandro no Olímpico é a confusão no prédio em que mora, fato que ocorreu na madrugada desta segunda-feira (18), incidente foi noticiado pelo ClicEsportes e Correio do Povo. Nele, o jogador fazia uma festa e o barulho incomodou os moradores do prédio. Uma vez feita a reclamação, o sindico teria recebido ameaças do atleta. A Brigada Militar foi chamada e a vítima registrou queixa na 14ª Delegacia de Polícia Civil.

Esse é um caso que deve ser apurado pelo Departamento de Futebol e Jurídico do Grêmio. Mesmo fora do horário de trabalho, o jogador deve zelar por sua imagem, que está associada ao clube. Além disso, há relatos de que Leandro estava entre as lideranças que supostamente queriam derrubar Silas (bom frisar, relatos, não coloco como fato consumado). Pode ser mera coincidência, mas Rodrigo e Hugo também estariam nessa lista, sendo que um foi dispensado e o outro negociado sem nenhuma relutância do Grêmio. Logo, Leandro não estaria também cavando mais rápido a sua cova?

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. Fábio permalink
    outubro 18, 2010 10:18 am

    Caros,

    Sou gremista e moro em um prédio onde tenho o desprazer de ser vizinho deste indivíduo. Ontem à noite presenciei uma cena absolutamente lamentável. A certo momento, após uma gritaria intensa no corredor do meu edifício, fui ver do que se tratei e encontrei este vagabundo extremamente alterado humilhando os seguranças do condomínio dizendo coisas como “Vocês sãos uns bosta (sic)” e “Ah, você são gaúcho, devem tudo dá o cu pro síndico (sic)”.

    É tempo que jogadores de futebol tenham consciência de seu papel dentro da comunidade que os abriga. E é tempo que o Grêmio deixe de contratar estes maus-elementos e pare de desperdiçar nosso dinheiro com parasitas do tipo que veem no Grêmio uma possibilidade de fazer um estágio remunerado pelas noites porto-alegrenses.

    Abraço,
    Fábio

  2. Daniel permalink
    outubro 18, 2010 11:25 am

    Já está mais do que na hora de mandar esse cara pra rua. No começo do ano já falavam dessas festinhas dele, como no caso do “acidente doméstico” que deixou o braço do zagueiro do inter cortado. Agora, além de perturbar os vizinhos com o barulho e encher a cara em um dia de semana, ele ofende e ameaça as pessoas. Chinelinho e vagabundo não tem lugar no Grêmio.

  3. outubro 18, 2010 11:35 am

    Tem um camarada que frequenta as festinhas dele. Segundo ele, rola 3x por semana, em média, e com muita bebida sempre. E o Souza é figurinha certa no agito.

  4. Marcos permalink
    outubro 18, 2010 12:48 pm

    Tá na hora de demitir esse Leandro, não da mais pra ele, não jogou o ano inteiro e ainda fica arrumando confusão fora de campo, esse dai e tambem o Souza que não ta jogando e nada, só falta esses dois tentar derruba o Renato, dai eu quero vê, FORA LEANDRO E SOUZA!

  5. observador permalink
    outubro 18, 2010 1:27 pm

    Já deu pra ele e pro falastao do souza,mendem esses caras embora!!ah e podem ir junto com eles,o ozeia,fabio santos e o joilson tbm!!

  6. borracho permalink
    outubro 18, 2010 9:48 pm

    O pior eh q o Renato tava tentando ressucitar esse cara e tirando oportunidades do Maylson ou do Roberson de se firmarem, q nas raras vezes q receberam chances foram bem. Ja faz tempo q eu falo, tem q mandar toda essa bambizada embora pq eles nao tem nada a ver com o estilo do Gremio. O Leandro realmente era o unico q parecia ter um pouco q raça, mas depois q chegou ja deu pra ver q era ex-jogador e ainda por cima fazendo festa com macaco ja devia ter ido ha muito tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: