Skip to content

Brasileiro’10: Vitória no duelo de Copeiros

outubro 17, 2010

Grêmio e Cruzeiro são os maiores copeiros do Brasil, Bicampeões da América e Tetra da Copa do Brasil. Trata-se de um dos maiores clássicos do futebol brasileiro e quando ganha ares de mata-mata entre os dois melhores times do returno, como se valesse uma Libertadores, o duelo se torna especial. Assim foi no estádio Olímpico Monumental na tarde deste domingo (17), terminando com uma bela vitória do Tricolor.

A partida foi muito difícil desde o começo. O Grêmio começou pressionando, mas esbarrava na defesa cruzeirense. O time de Cuca entrou em campo com um objetivo claro, que era de fechar a defesa e se aproveitar nos contra-ataques. Jogadores velozes e habilidosos para isso, a Raposa tinha, como Montillo, Thiago Ribeiro e Jonathan.

O primeiro lance de perigo, porém, saiu dos pés de Lúcio aos 18 minutos de jogo, em que o gremista recebeu grande passe de Douglas, livrou-se de Jonathan e mandou a bola para o gol, mas Fábio manda para escanteio, mostrando ser o segundo melhor goleiro do Brasil (preciso dizer o primeiro?). No lance seguinte, o torcedor gremista chegou a gritar “gol” em toque de Jonas para as redes, mas o auxiliar sinalizou impedimento.

 

Foto: Camila Domingues/CP

 

Houve um momento que o time de Renato Portaluppi era melhor, mas o Cruzeiro é um time perigoso. Característica pertencente também ao principal jogador da Raposa, Montillo, que recebeu passe de Léo dentro da área e mostrou persistência para abrir o placar aos 27 minutos. Tudo que Cuca queria, pois se o contra-ataque era a proposta de jogo, agora com o Grêmio em desvantagem, tal trabalho poderia ficar mais fácil.

O Grêmio sentiu o golpe, desorganizou-se em campo e assim não manteve a força ofensiva de antes. Por sua vez, o Cruzeiro cresceu, principalmente movido ao ritmo de Montillo, que agia com maior liberdade. Esse foi o momento mais perigoso da partida, em que o time mineiro poderia ampliar e com seu meia não recebendo a marcação ideal.

Mas uma característica desse time de Renato Portaluppi é jamais desistir. Nos acréscimos, Fábio resolveu fazer uma simulação, como se estivesse machucado, simplesmente para gastar o tempo. Assim, Paulo Cesar Oliveira deu mais um minuto de jogo. O suficiente para o Grêmio empatar, com Douglas fazendo lançamento para Jonas chutar cruzado, forçando o próprio Fábio espalmar a bola e Viçosa aproveitar o rebote. Assim se encerrou o primeiro tempo, com igualdade no placar.

 

Foto: Jefferson Botega/ClicRBS

 

O Grêmio entrou no segundo com a moral mais elevada. Melhor ainda com a mexida de Renato no intervalo, tirando o amarelado Fábio Santos para a entrada de Gilson. Com bola rolando, o jogo seguiu truncado, o Cruzeiro justificando a melhor defesa do Brasileirão e o Tricolor do artilheiro Jonas tentando furá-la.

A Raposa voltou com uma postura mais ousada, marcando no campo gremista e subindo se aproximando mais na área defendida por Victor. Enquanto isso, o Grêmio permitiu que o adversário crescesse perigosamente. Susto maior ocorreu com o gol anulado de Wellington Paulista, em lance difícil para o auxiliar.

A virada do Grêmio veio em jogada de Gilson pela esquerda, que ao entrar na área, foi derrubado por Thiago Ribeiro. Jonas cobrou a penalidade e mandou a bola no canto esquerdo de Fábio, mas PC Oliveira mandou voltar a cobrança, alegando invasão na área. Na segunda tentativa, o camisa 7 consolidou a virada gremista, chegou ao 20º gol, tornando-se artilheiro máximo do Brasileirão. O Cruzeiro buscou o empate, mas em vão. Já o Grêmio confirmou uma grande vitória.

 

Foto: Gremio.net

 

Paulão fez uma grande partida, quase sempre seguro e superando bem jogadores como Montillo. A fase é tão boa, que chegou a fazer bobagem dentro da área, mas conseguiu evitar o pior. Rafael Marques também foi firme na zaga, assim como Fábio Rochemback, com mais uma bela atuação. Gilson também se destacou, fazendo com que o torcedor não entenda como Fábio Santos segue titular nesse time.

Junior Viçosa não sentiu o peso da camisa e tampouco se intimidou por estrear num jogo de tamanha importância. Mostrou habilidade, bom domínio de bola e ousadia, sendo um dos jogadores gremistas que mais chutaram para meta de Fábio. No gol, ele teve oportunismo e provou ser uma grande promessa. Quanto ao Jonas, podem reservar a ele o troféu de artilheiro do Brasileirão.

Douglas não teve uma participação mediana. Por diversas vezes buscou o jogo e participou do gol de empate, mas foi bastante displicente em enfeitar passes, oferecendo contra-ataques aos cruzeirenses. No final, o camisa 10 subiu em contra-ataque, tinha Diego Clementino sem marcação pela esquerda, mas foi fominha e desperdiçou a chance.

O G-3 está mais perto, agora não é apenas sonho, mas uma realidade. Apenas quatro pontos separam o time de Renato da tão sonhada vaga na Libertadores, algo inimaginável nos tempos de Silas e Meira. Alguns podem até pensar em título, embora ainda ache cedo para isso. Contudo, mais uma vez os líderes não venceram na rodada. Então por que não sonhar? Ainda assim, seja G-3 ou até título, o Grêmio terá que vencer a próxima rodada, justamente um Grenal. Mais uma batalha no Olímpico.

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. Régis permalink
    outubro 17, 2010 8:59 pm

    Qualquer equipe que jogue contra o Grêmio e no Olímpico, sabe que é uma tarefa árdua conseguir um simples empate, pois a alma castelhana deste clube, a garra que os jogadores entram em campo ao vestir esta camisa, é algo que, em poucos clubes, você pode encontrar na mesma dimensão. É um time que não se entrega e confesso que eu não acreditava muito no Renato Portaluppi, afinal só havia treinado uma equipe, o Fluminense, que convenhamos: Quem é Fluminense? Sei que foi um time que caiu para a série C, não disputou a série B e, como possui um padrinho, o João Havelange, sogro do Ricardo Teixeira, pôs este timeco na 1ª divisão, sem merecimento algum. Avante, Grêmio, confiamos em ti, vamos em busca da vaga para a Libertadores e depois pensaremos no título do Campeonato Brasileiro.

  2. Enio permalink
    outubro 17, 2010 9:03 pm

    Quando o Paulão faz só o que um zagueiro tem que fazer ele se sai bem. Ele não é um primor técnico, mas pra esse momento era o que o Grêmio precisava. Ele só tem que parar de fazer lançamentos a esmo. Chutão pra frente tudo bem, é pra se livrar de bola

  3. observador permalink
    outubro 17, 2010 9:16 pm

    VC comentou no texto q acha cedo pra falar de título,eu discordo e digo que agora é tarde,perdemos muito tempo com aqeles imbecís do Silas e do Meira.Não entendo mesmo pq o Renato insiste com O Fabio Santos…A sorte,aliada com trabalho e talaento de alguns jogadores está nos brindando,dá-lhe tricolor

  4. Daniel permalink
    outubro 18, 2010 11:20 am

    Grande vitória, importantíssima. Jonas já está a procura de meias que combinem com a sua nova chuteira de ouro.

    Agora tudo é GREnal.

  5. borracho permalink
    outubro 18, 2010 6:45 pm

    Espero q o Renato tenha percebido o erro q ele cometeu ao deixar o Adilson de lado e corrija a nossa defesa pro Grenal. O Adilson tava jogando muito de volante e o Vilson desde q chegou concertou a zaga mostrando muito mais segurança q o Paulao e o Rafael Marques juntos, mas nos ultimos jogos o alemao acabou indo pro banco e o Vilson passou de bom e seguro zagueiro pra um volante de mediano a ruim. Por isso q o Gremio tem perdido o meio de campo nos ultimos jogos e quando o Renato chamou o Ferdinando pela primeira vez acho q ele se deu conta disso, mas mudou de ideia pela falta de qualidade do Ferdinando.

    Discordo de ti sobre o Douglas q jogou bem durante quase todo o jogo, so no fim q ele parecia estar cansado e errou algumas coisas. Muito diferente do Rafael Marques e do Fabio Santos q seguem comprometendo pela esquerda… engraçado como tu falou mal do Douglas mas esqueceu de mencionar um erro comprometedor do Rafael Marques q quase acabou em gol (acho q tu confundiu com o Paulao). E o Paulao ate q foi bem, mas vamos parar com o “puxassaquismo”, se nao daqui um pouco vao querer barrar a volta do Mario Fernandes por causa dele.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: