Skip to content

DIRETO AO PONTO: Deus, me permita sonhar…

outubro 12, 2010

Direto ao Ponto, por Talis Ramon

Peço licença para tocar no nome Dele. Deus certamente saberá que não é em vão, como diz o segundo dos 10 mandamentos. É por uma causa nobre. Uma causa que me preocupa e me faz refletir o futuro sempre que o tema surge, seja em casa, na internet, no trabalho ou na faculdade.

O Grêmio tem, mais do que o objetivo de buscar a Libertadores, a obrigação de tentar renovar contrato com Jonas e Renato. Veja bem: usei o verbo tentar. Tentar não significa conseguir, ter êxito. Tentar significa, simplesmente, tentar. Fazer o que for possível para conseguir aquilo que se deseja. E o Grêmio deseja manter Jonas e Renato. E quando falo em Grêmio não me refiro a diretoria, seja ela representada por Duda Kroeff ou Paulo Odone. Quando falo em Grêmio me refiro ao seu torcedor, aquele que mais sofreu quando o time figurou, sem luz alguma, entre os últimos colocados do Campeonato Brasileiro. O mesmo torcedor que hoje vê num futuro (não muito distante) a possibilidade de disputar o maior campeonato interclubes das Américas. Possibilidade esta que só existe graças ao excelente trabalho de Renato Portaluppi.

O ano de 2011 vem aí, e a recuperação astronômica que o Grêmio vem demonstrando nos últimos jogos nos enche de confiança. Não se trata de salto alto, de excesso de otimismo ou de ilusão. Pelo contrário, se trata de esperança. Esperança que não tínhamos há um bom tempo. Esperança que simplificava-se ao fato de que deveríamos temer o pior e acreditar que uma reviravolta poderia ocorrer no meio do caminho e mudar tudo. A reviravolta aconteceu, as coisas mudaram e o Grêmio voltou a ser o Grêmio, o Grêmio de Renato, o Grêmio da Libertadores, do Mundial, o Grêmio da raça e da luta. Que não se entrega, que não se deixa vcencer fácil, que não se desmancha no primeiro golpe.

Mais Ele me permitirá ir mais longe nesse meu insano sonho, tenho certeza. Permitirá que eu ouse, num momento de rara felicidade, imaginar que podemos ser campeões brasileiros este ano. É difícil, é complicado. É impossível, eu diria. Mas tratando-se de Grêmio, o impossível se torna acreditável. Se você analisar bem, verá que há condições de buscar o título. Elas não são óbvias, tão pouco fáceis, mas existem. São nove vitórias, quem sabe oito. Estão lá, esperando por nós, contando com o apoio dos que acima de nós se encontram nesse momento e que, num providencial tropeço, poderão por nós serem ultrapassados.

É difícil. Eu sei que é difícil. Aliás, como eu disse, é impossível. Mas o que seria impossível para um time que buscou, com 7 homens em campo, um resultado adverso, fora de casa, e retornou para a elite do futebol brasileiro, lugar de onde jamais deveria ter saído? O que seria impossível para um time que bateu o poderoso Corinthians em São Paulo e faturou o seu quarto título da Copa do Brasil? O que seria impossível para um time que levou 3 gols do Caxias no Centenário e reverteu o resultado com 4 gols no Olímpico? O que seria impossível para quem buscou um 3×3 heróico diante do Vasco, quando todos já acreditavam que o time estava batido?

Não, Deus. O Grêmio não será campeão, eu sei disso. Mas sempre terei uma ponta de esperança, um fio de confiança de que o trabalho de Renato será premiado da melhor maneira possível. Seria o maior título do Grêmio, dadas as circunstâncias em que o time se encontrava. O ídolo maior da história de um clube que retornou para tirá-lo do fundo do poço e colocá-lo no topo da tabela do campeonato mais difícil do mundo, dito por alguns.

Loucura? Delírio? Se tratando de Grêmio, não. A história nos mostra que não.

Por fim, Deus, me desculpe por colocar seu nome no meio disto, mas foi preciso. Nos momentos de dificuldades é a ti que recorremos. E não poderia ser diferente hoje. Aliás, se Deus é mesmo gremista, bem que poderia “nos aprontar” esta. Sei que posso estar sendo exigente demais. Já saímos da zona de risco e estamos beliscando uma vaga na Libertadores 2011, mas com um pouquinho mais de força e de sorte (que vem nos acompanhando faz alguns jogos, o que antes não acontecia com tanta freqüência), talvez alcancemos este objetivo.

“Deus está reservando algo melhor para o Grêmio” Foto: Ducker.com.br

 

Já diria o lendário Baltazar: “Deus está reservando algo melhor para o Grêmio”. Quem sabe não chegou a hora? Não sei vocês, mas eu, por raros segundos, acredito no título. Acredito no Tri Brasileirão. Se eu estou louco só o tempo irá dizer. Mas eu acreditarei até o fim.

__

@talisramon escreve todas as segundas-feiras para o @BlogGremio1903, mas está analisando com o departamento jurídico a possibilidade de ocupar uma vaga nas terças.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. Rodrigo Amorim permalink
    outubro 12, 2010 8:05 pm

    Excelente post. Eu acredito no título, apesar de estar difícil, mas a chance existe e eu vou acreditar!!

    Parabéns pelos posts, o blog está ÓTIMO.

  2. heraldo permalink
    outubro 13, 2010 11:17 am

    Voltou aos blogreiros o espirito GREMIO, sempre entrar para sermos campeões, o que vier veio, mas sempre para sermos campeões.

  3. observador permalink
    outubro 13, 2010 3:52 pm

    Se ganharmos do Cruzeiro,e do sport clube 2006(jogos em casa)claro que é possível sim!!

Trackbacks

  1. Jonas e a mística da 7 « Grêmio 1903

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: