Skip to content

Brasileiro’10: Ascensão confirmada

setembro 19, 2010

Com uma excelente atuação de Douglas e Jonas, o Grêmio foi ao estádio da Ressacada e mostrou o que é ser clube grande diante do apequenado Avaí, com a vitória por 3×0. A rodada foi praticamente perfeita, uma vez que nenhum dos clubes presente na zona de rebaixamento venceu suas respectivas partidas e a distância do Tricolor aumentou para oito pontos.

O jogo mostrou duas propostas distintas, com Avaí apostando na velocidade para atacar e o Grêmio cadenciando mais a partida e tendo maior posse de bola. Desde os primeiros minutos, Douglas se destacou, fazendo belas assistências para Souza e Gabriel, que desperdiçaram as oportunidades de abrir o placar.

Houve um momento do primeiro tempo que o Avaí era superior, mas quando necessário, novamente Victor correspondeu com belas defesas. Por sua vez, o Grêmio tocava a bola sem objetividade e sem demonstrar força pelas laterais. Contudo o Tricolor tinha mais qualidade individual do que o adversário e isso ficou escancarado no golaço de Jonas, quando este driblou dois marcadores avaianos para marcar na entrada da área, aos 35 minutos.

No segundo tempo, o Grêmio decidiu jogar com inteligência, tocando a bola, matando o jogo de velocidade do Avaí, fazendo valer a sua vantagem no placar. Tal postura fez com que o time de Renato Portaluppi não perdesse o controle da partida em nenhum momento da etapa final, embora o Avaí até se aproximasse da área de Victor em alguns lances. A tranquilidade, porém, veio com o segundo gol aos 19 minutos. Douglas cobrou falta de maneira magistral para André Lima desviar para o gol.

Para matar de vez o Avaí, Douglas fez mais uma bela jogada e assistência para Jonas entrar na área e mandar a bola para as redes do goleiro Renan. Com 3×0, o Avaí até buscou fazer o seu gol de honra, mas nada que não fugisse do controle do Grêmio, que teve uma postura madura para não deixar o adversário ter domínio do jogo após o primeiro gol. Com a vitória em Santa Catarina, o Grêmio se distancia da zona de rebaixamento e sobe para 29 pontos, na 11º posição do Campeonato Brasileiro.

Foto: Herminio Nunes/ClicRBS

Maior mérito de Renato

Douglas é o maior triunfo de Renato no Grêmio. A recuperação gremista passa pelos pés do camisa 10, que foi peça fundamental para a sequência de bons resultados. Por outro lado, lamento que ele seja o único que corresponda às expectativas no meio-campo, pois Souza segue jogando absolutamente nada.


Vilson segue bem

Vilson foi uma grande contratação, aquele que não tem grife, mas posteriormente se mostra um reforço de verdade. Novamente, ele fez uma partida segura e sem cometer erros. O zagueiro joga simples, sem o preciosismo, como era rotineiro com Rodrigo. Outro que merece elogios é Rafael Marques, que vem de sequências boas no Grêmio.

*

Nas laterais…

Não gostei de Gabriel, pois ainda pode jogar bem mais do que mostrou desde que chegou ao Olímpico. Cometeu erros bobos, inclusive, errando um passe no meio-campo, que resultou em jogada perigosa do Avaí, forçando Victor a salvar o Grêmio. Enquanto isso, Fábio Santos mostrava esforço, mas não obtinha sucesso no ataque e tampouco na marcação.

*

Adilson e Rochemback

Outro jogador recuperado nas mãos de Renato é Fábio Rochemback. Em forma e pelo que vem jogando, é titular no Grêmio. Já Adilson é um volante muito capacitado. Se tivesse maior qualidade técnica na saída de bola e errasse menos passes nessas horas (apesar de ter feito o passe para o primeiro gol de Jonas), seria jogador de seleção brasileira.

*

Jonas artilheiro

Não posso acreditar que ainda haja gente criticando Jonas neste momento. Concordo plenamente quando dizem que ele não é o melhor atacante que passou pelo Grêmio. Além disso, o jogador tem incrível habilidade de fazer golaços e erras outros fáceis. Mas os números não mentem ao afirmarem que se trata do melhor atacante do Tricolor nos últimos anos.

Jonas foi o artilheiro gremista no Brasileirão 2009, com 14 gols, e só não brigou pela artilharia do campeonato devido a uma lesão. Ele também foi o jogador do Grêmio que mais marcou no Campeonato Gaúcho deste ano,  com 11 gols. Neste Brasileirão, Jonas mais uma vez é artilheiro, balançando as redes 11 vezes.

*

Foto: Julio Cavalheiro/ClicRBS

Números

Quando Silas saiu do Grêmio, ele deixou o time na 18º colocação, após 13 rodadas, com aproveitamento de 35%, o que corresponde a 15 pontos conquistados em 39 disputados. Com Renato, o aproveitamento subiu para 56% em 10 jogos, representando 17 pontos ganhos em 30.

Não considero os números extraordinários, mas vale a ressalva de que Renato pegou o bonde andando e desgovernado. Coincidentemente, os dois estarão cara a cara no Olímpico, na próxima quarta-feira (22), desta vez com Silas defendendo as cores do Flamengo.

*

Tudo no seu devido lugar

Confesso que tinha certa simpatia pelo Avaí, por ter o belo azul como uma das cores predominantes em sua camisa. Mas bastou ficar pouco tempo na Série A, para que alguns torcedores do Leão da Ilha se achassem acima do que de fato são, a ponto da imprensa local já considerar os três pontos da partida contra o Grêmio.

Portanto, a vitória de 3×0 do Grêmio serve para colocar tudo no seu devido lugar. O Avaí pode ser grande em Santa Catarina, mas é médio na região Sul, pequeno no Brasil e inexistente perante o mundo. O Grêmio, por sua vez, é grande nos quatro cantos do planeta. Apesar de saber que não são todos os avaianos que se comportaram assim, vale  destacar que alguns precisam de senso crítico nessas horas.

*

Pés no chão

Não é hora de pensar em Libertadores. A realidade do Grêmio ainda é se livrar o quanto antes da zona de rebaixamento. Até a matemática não mente, pois a diferença do Tricolor para o Atlético Mineiro, o primeiro entre os rebaixados, é oito pontos. Já a distância para o quarto colocado é de nove. Logo, ainda é cedo para sonhar alto. Mas se a sequência de resultados positivos persistir, o Grêmio pode ter outras pretensões neste Brasileirão.


Anúncios
18 Comentários leave one →
  1. Eaug permalink
    setembro 20, 2010 1:02 am

    Grande jogo do Grêmio. Tava na hora de ganhar bem fora de casa. Tamo subindo. Nas minhas contas o Renato conseguiu 17 pontos, o que torna o aproveitamendo dele no comando do tricolor melhor ainda

    • setembro 20, 2010 1:48 am

      Eaug, obrigado pelo toque. O post já está atualizado com os dados corretos.

  2. setembro 20, 2010 1:02 am

    AMANHA dia 20 , TODOS NO HUMAITA OK . ( eles ESTAO SE BORRANDO JAAAAAAA ) . bruno ENVIE PRO ODONE OS ( NOMES DOS JOGADORES QUE TE enviei ESTES DIAS ATRAZ okkkkk . valeu . HUMAITA AMANHA ne .

    • setembro 20, 2010 1:25 am

      Luis, em uma das perguntas, já encaminhadas para Paulo Odone, está relacionada com a importância de investidores para trazer jogadores cujos valores são mais elevados para o futebol brasileiro. Logo, alguns dos nomes que me passou há alguns dias se enquadram. Por ser uma entrevista, passei apenas perguntas e não relação de nomes. Mas acho que essa pergunta se encaixa dentro daquilo que deseja saber.

  3. setembro 20, 2010 1:03 am

    VIA E – MAIL OKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK .

  4. Enio Jr permalink
    setembro 20, 2010 1:56 am

    Bruno, pelo que li nos comentários você tem acesso ao Odone, vi uma notícia hj e gostaria que vc o questionasse. A notícia é sobre a aproximação com a geral, me procupa da seguinte forma, acho que o grêmio deve dar apoio logístico e somente isso, sem dar dinheiro vivo, pois torcedor que recebe pra torcer não é torcedor, ademais acabei de me associar ao clube, mesmo morando em Floripa sem ter benefício nenhum na prática, então não gostaria de ver meu dinheiro sendo dado para um bando de marmanjo fazer bebedeira e arruaça, e o sr. odone não deve ser conivente com as badalheiras que eventualmente venham acontecer, que se faça um cadastro de todos os integrantes da geral e que se dê, como já disse, apoio logístico, ônibus, fanfarras, ingressos fora de casa (se for o caso) mas em nenhuma hipótese repasse de dinheiro.

    • setembro 20, 2010 2:25 am

      Não é que tenha contato direto com Odone, Ênio, na verdade há uma pessoa que está intermediando a entrevista. Além disso, as perguntas já foram encaminhadas e não tenho previsão de resposta até o momento, mas acredito que nesta semana haja novidades.

      Saiba que estou de acordo com você quanto ao tratamento em relação à Geral, mas também não concordo com a maneira que se deu a relação entre a gestão de Duda Kroeff e a Geral do Grêmio, pois esta é uma importante aliada do time dentro de campo e não vejo c0mo solução isolá-la ou descartá-la. Acredito que Odone deva achar uma maneira de aproximar a Geral do clube sem necessariamente o dar o dinheiro do clube ao grupo.

  5. Johnatan santos permalink
    setembro 20, 2010 2:23 am

    Perfeita sua analise Bruno, jonas pode nao ser aquele craque que todo gremista desejava ver no tricolor. mas qual time hoje no brasil tem um atacante melhor ,pode ter igual melhor nao. e ele pode evoluir ainda mais.bom equanto ao avaisinho coitado, é assim mesmo, é mania desses times pequenos se acharem melhor que o grêmio eu moro na bahia e escuto algums comentarios da impressa da q disendo que o vitorinha é melhor que o GRÊMIO. mas tu Bruno e Eu e todos os 7 milhoes de gremista E TODOS QUE CONHECEM A HISTÓRIA DO FUTEBOL SABEM DA GRANDEZA DO GRÊMIO. é time melhoro muito com a saida do silas agora temos uma defasa, e o SOUZA eu gosto dele mas acho que ele voltou cedo demais da lesao, mesmo assim eu queria ver o mithyue no meio campo empresta lo foi burrice

  6. Johnatan santos permalink
    setembro 20, 2010 2:31 am

    É dinheiro pra geral tambem nao concordo

  7. Johnatan santos permalink
    setembro 20, 2010 2:51 am

    Bruno com Odone de volta sera que rodrigo caetano volta tambem? Po e o pessali sera que nao vai jogar nunca ?o santos coloca neymar ganso alexsandro pra jogar o sao paulo tem o lucas agora mas essa gestao do gremio da chance a roberson, bergson mas negocia os pricinpais douglas costa ,leo,mithyue ,o gremio de 2008 vice campeao brasileiro tinha no time titular willian magrao ,rafael carioca ,leo ,mattioni todos da base e hoje so tem o adilson

    • setembro 20, 2010 11:03 am

      Johnatan, pelo que li por meio da imprensa, Rodrigo Caetano já recebeu a proposta da futura direção para voltar ao Grêmio, mas existe também outra proposta que é do Fluminense e com valores maiores. Então não há como garantir a volta dele.

  8. Carlos permalink
    setembro 20, 2010 1:15 pm

    Sou gremista e não sou gaucho!!!
    Acho estremamente irritante e muita de respeito o que esses babacas que se dizem gremistas fazem com o hino nacional. Que é isso cara, que ver se fizessem com o hino gaúcho o que esses gauchos barristas e separatistas iriam fazer!!! Por isso que os catarinenses ontem começaram a cantar gaúcho viado!!!
    Não é por ser gremista que acho isso certo!!!
    É tão ruim ser brasileiro??? É um fardo muito pesado???
    Queima os gremistas de todo Brasil como separatistas!!!
    Palhaçada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  9. setembro 20, 2010 1:34 pm

    Carlos, vamos começar uma discussão que nada tem a ver com o post. Mas tudo bem, o assunto precisa ser abordado.

    Primeiro, acho que o hino nacional no começo de cada jogo é uma BABAQUICE, pois banaliza o a canção. Segundo, não será assim que tornará o brasileiro ainda mais patriota, isso é uma visão distorcida. Esse sentimento deve ser trabalhado nas escolas e também em datas especiais, como a independência do Brasil. Tal situação não ocorrerá num estádio de futebol.

    Outra coisa, não seja ingênuo. Acha mesmo que os catarinenses estavam cantando “gaúcho viado” porque os gremistas presentes não cantaram o hino? Aí lhe pergunto: já foi a estádio de futebol? Pois não parece, uma vez que ofensas desse tipo são comuns em qualquer situação. Concordo que o ideal seria mudar isso, mas não trate essa ofensa babaca dos torcedores do Avaí ao fato do gremista não cantar o hino nacional, pois isso ocorreu diversas vezes durante o jogo.

    Terceiro, se o gaúcho é discriminado por cantar o hino do Rio Grande do Sul durante a execução do hino nacional, o que me diz dos quase 99% dos torcedores do Brasil que preferem realizar cantorias em relação ao clube que torce ou da torcida organizada em que fazem parte, ao invés do hino?

    Quer questionar o patriotismo? Então comece a assistir aos jogos pelo Brasileirão e o desafio a achar um estádio que ouça a torcida, em alto e bom som, cantando o hino nacional.

    Então vamos parar com essa hipocrisia, pois falam tanto do gremista, mas ao menos este mostra o orgulho por sua terra, ao contrário da maioria esmagadora dos brasileiros, que fazem qualquer coisa, menos contar o hino de sua pátria.

  10. Carlos permalink
    setembro 20, 2010 1:53 pm

    Estou falando de respeito Bruno e não ligo para as outras torcidas!!!
    E eu sei que são poucas as torcidas que respeitam o hino nacional, Atletico-PR, Inter …
    Respeitar para ser respeitado!!! Ridicularizar o hino nacional cantando outro hino por cima não é respeito, é ridicularizar voce, pois é paulista e não gaucho, é ridicularizar a mim que sou cearense e não gaucho!!!
    Só me parace que muito ruim ser brasileiro!!!!!!!!!!

    • setembro 20, 2010 2:10 pm

      Carlos, nesse ponto, concordo. Acho deselegante cantar o hino do Rio Grande do Sul durante o hino nacional. Mas ainda acredito que seja mais deselegante ainda fazer cantos do seu clube ou de uma organizada durante a execução do hino nacional.

      Uma vez fiz uma matéria para a faculdade, questionando a razão do brasileiro ser patriota apenas de quatro em quatro anos, ou seja, somente se pitar de verde e amarelo durante a Copa. Posso até mandá-la por e-mail, se desejar.

      A constatação é que falta um ícone em nossa história que tenha abrangência por todo o Brasil ou um fato histórico. Podemos citar a Revolução Constitucionalista, por exemplo, mas em que isso mudou no Nordeste ou no Norte? Nada. No Rio Grande do Sul, o gaúcho comemora nesta semana a Rev. Farroupilha, ainda tem a Rev. Federalista e a Frente Legalista. Mas repare que tudo é local, não existe um fato histórico de abrangência por todo o Brasil e remeta ao brasileiro o orgulho de ser brasileiro.

      Por isso, posso concordar que é deselegante cantar um hino durante a execução de outro, mas não podemos culpar o fato de alguns gaúchos (não são todos e tampouco sei se são maioria) terem mais orgulho de serem gaúchos do que brasileiros. O que não implica em dizer que são separatistas, morei no Rio Grande do Sul durante anos e posso lhe garantir que nunca achei uma pessoa com tal ideia.

      Bem, isso é outro debate a parte. Abraço.

  11. observador permalink
    setembro 21, 2010 1:28 am

    O Fabio Santos tem q dar lugar pro Lucio,ele erra muito os cruzamentos e é fraco na marcação

  12. setembro 21, 2010 9:13 pm

    porque não tem mais bola mucha e cheia na imagem?

    • setembro 22, 2010 12:33 am

      Porque ocupava muito espaço e a ficha era imensa. Preferi deixar uma ficha menor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: