Skip to content

Entrevista com a Terceira Via Grêmio

setembro 8, 2010

Introdução inicial da Terceira Via Grêmio

SOMOS uma FRENTE composta por ASSOCIADOS ORGANIZADOS e pela ASSOCIAÇÃO DE GREMISTAS DO PRATA, que concorrerá a 150 novas vagas + 30 suplentes na Composição do Conselho Deliberativo do GRÊMIO FOOT-BALL PORTO ALEGRENSE.

Acreditamos no COLETIVO e nas PESSOAS. Por isso não personalizamos a FRENTE. Não temos comandantes ou comandados. A condição de INSTABILIDADE e DECLÍNIO do Grêmio, nessa última DÉCADA, é conseqüência de atos COLETIVOS, de todos que passaram esse período DENTRO do clube, seja por AÇÃO ou OMISSÃO.

Sem um FATO NOVO no quadro INSTITUCIONAL teremos a continuidade e alternância entre insucessos e sucessos A crise do GRÊMIO é de ordem INSTITUCIONAL e precisa de uma NOVA ENERGIA, livre de amarras e de dependências do passado. Defendemos uma AMPLA reforma do Estatuto do Clube, que vise à transformação do Conselho em EFETIVO órgão auxiliar da gestão do Clube.

A HISTÓRIA DO GRÊMIO JAMAIS SERÁ ESQUECIDA OU DESCONSIDERADA, mas o passado recente DEVE ser REVISADO e ENTENDIDO para ser REVERTIDO. Por isso, não fazem parte da CHAPA CONSELHEIROS ou EX CONSELHEIROS do clube, nem aqueles vinculados a qualquer dos GRUPOS que fragmentam o nosso Tricolor.


Entrevista

1- A Terceira Via Grêmio é a única chapa que representa 100% de renovação em seus candidatos ao Conselho Deliberativo. No entanto, devido ao fato de seus representantes entrarem pela primeira vez no CD, pode-se temer a falta de experiência para lidar com questões importantes no Grêmio. Todos os candidatos da Terceira Via são capacitados para dar novos rumos ao clube?

Nossa nominata é composta por pessoas selecionadas nas mais diversas áreas de conhecimento. Temos integrantes capacitados para desenvolver idéias e debatê-las, com propriedade e fundamento, perante o Conselho Deliberativo.

Mas, acima de tudo, todos somos gremistas interessados, apaixonados pelo Grêmio e comprometidos com o futuro do Clube. Temos experiência e vivência de Grêmio: 15, 20, 30, 50 anos acompanhando intensamente os assuntos do clube. Não somos um grupo composto apenas de jovens. Pelo contrário: somos um Grupo heterogêneo em idade, posição, profissão e linhas de pensamento.

Entre nós, há Graduados e Pós-Graduados, Administradores, Empresários, Advogados, Especialistas em Direito Desportivo, Pós-Graduados em Administração e Marketing Esportivo, Analistas de Sistemas, Analistas Tributários da Receita Federal, Arquitetos, Professores Universitários, Jornalistas, Auditores da Receita Federal, Corretores de Seguros, Desenvolvedores de Sistemas, Empresário de Comunicação e Marketing, Engenheiros, Funcionários Públicos, Historiadores, Juízes do Trabalho, Leiloeiros, Médicos, Procuradores da República, Publicitários, Representantes Comerciais e Estudantes Universitários, apenas para citar algumas das atividades desenvolvidas pelos candidatos.

Para mais informações, leia:

http://terceiraviagremio.wordpress.com/2010/09/01/o-que-voces-fizeram-pelo-clube/

http://terceiraviagremio.wordpress.com/2010/08/23/resposta-ao-blog-hiltor-monbach/


2- Está nos planos da chapa o processo de profissionalização da gestão? E por qual razão se demora em tal ser aplicada no Grêmio?

Um mundo complexo como o atual exige profissionalismo. Defendemos a profissionalização da gestão e o trabalho de longo prazo, sempre com respeito à tradição e ao componente paixão, essência do Futebol. Os Conselhos de Administração (Presidente e Vices) e Deliberativo devem supervisionar e fornecer as diretrizes para os gestores profissionais. Não é mais admissível que cada administração planeje um clube com a complexidade e a dimensão do Grêmio a cada três anos. É necessário um planejamento permanente e independente que também vise aos resultados de longo prazo. E isso somente pode ser feito pelo Conselho Deliberativo, que deve fixar diretrizes administrativas a serem executadas por quem quer que sejam os administradores. A profissionalização existe no clube, mas ainda é incipiente e sem critérios claros. É essa a equação que pretendemos resolver dentro do Conselho Deliberativo.

Assim, acreditamos que a “demora” na profissionalização é fruto de um Estatuto que não regulamenta o assunto e, portanto, não obriga o Presidente a implementar metas nesse sentido. É imperiosa a reforma do Estatuto, o que somente pode ser feito pelo Conselho Deliberativo.

No entanto, por tradição e por envolver paixão, especificamente a gestão do Futebol Amador e Profissional, deve manter a figura do Dirigente “Torcedor”, trabalhando em conjunto com os profissionais.


3- O grupo tem como proposta a aplicação de urnas no interior do Rio Grande do Sul, assim ampliando poder eleitoral do Grêmio? Caso tenha esse objetivo, a Terceira Via trabalha com um prazo para implantar essa meta? Como será feita?

Alguns dados importantes.

Nesta eleição teremos um total de 28.830 Sócios aptos a votar.

Estão eles assim distribuídos:

Porto Alegre – 17.050 / 59.14%

Grande Porto Alegre – 3.226 / 11.19%

Interior do Estado – 7.650 / 26.53%

Demais Estados e Exterior – 904 / 3.14%

A idéia de colocar urnas no interior do Estado é maravilhosa, mas depende de algumas medidas para que possa ser implementada com segurança. Por isso, num primeiro momento, parece necessário escolher apenas alguns pontos de votação no interior do Estado, viabilizando que o associado possa exercer o direito de votar sem a necessidade de se deslocar mais do que 100km ou 200km.

Vale lembrar que regimento eleitoral do clube já prevê isso. Faltou a efetiva vontade política e organização para a sua implementação, na prática.

É imperativo que já na próxima eleição se coloque urnas no interior do Estado ou se viabilize o voto pela internet, o que seria mais prático, barato e atual.


4- O Grêmio também tem muitos sócios fora do Rio Grande do Sul. A chapa pensa também em incluir esses torcedores no processo eleitoral por meio da internet?

Todos sócios são iguais em direitos e obrigações. Para nós, as melhores alternativas nesse sentido (da inclusão do associado distante) são: a votação pela internet ou por correspondência. Na Suíça existe a democracia direta nos “cantões” (unidades menores em que se divide o país), sem a intermediação de representantes, e, para cada proposta em debate, é enviada uma cédula pelo correio para que as pessoas aptas exerçam o seu direito de voto. Não temos a cultura da democracia direta no Brasil, mas a idéia do voto à distância (pelo correio ou pela internet) ainda parece ser a que melhor vai incluir o associado no processo eleitoral gremista. E com maior segurança.


5- As obras da Arena começarão no próximo dia 20 de setembro e tende a ser um marco histórico para o clube. Mas não falta uma ação de marketing mais atuante em torno da nova casa do Grêmio, principalmente com a finalidade de atrair mais sócios?

O Grêmio ainda é muito fechado ao associado, por isso não temos como saber exatamente o que está sendo planejado pelo marketing do clube. Temos esperança de que algo será feito, inclusive houve comentários de que o Presidente da República seria convidado e viria. Assim que ingressarmos no Conselho Deliberativo tomaremos conhecimento do assunto e exigiremos ações de marketing à altura da importância desse momento (a construção do mais moderno estádio do Brasil).


6- Os sócios patrimoniais podem ficar tranquilos quanto à preservação de seus direitos com a Arena do Grêmio?

Ainda que atual gestão da Grêmio Empreendimentos tenha garantido verbalmente a permanência dos sócios patrimoniais e contribuintes, isso ainda não foi formalizado. A TERCEIRA VIA GRÊMIO lutará para que haja manutenção de todos os direitos dos associados do Grêmio.


7- É consenso que o marketing gremista ainda não aproveita todo o potencial da marca Grêmio, isso tanto gestão de Duda Kroeff, como a do ex presidente Paulo Odone. Quais são os planos do grupo referente ao marketing, para, enfim, torná-lo uma grande referência?

Essa área requer investimento em Profissionais de reconhecida capacidade. E investimento, nesta seara, significa retorno. Não podemos mais ser geridos por amadores num campo vital para visibilidade da marca e retorno financeiro.

O papel do Conselho Deliberativo não é tão intenso com relação às ações de marketing. Por ser um órgão colegiado (300 conselheiros), é difícil obter o consenso necessário para a tomada de ações planejadas e imediatas, que é característica das dinâmicas de marketing. Mas o assunto seguramente será debatido no Conselho Deliberativo, que possui, entre as suas funções, fixar diretrizes e fiscalizar seu cumprimento, quando, então, agiremos. Além disso, não podemos esquecer que a melhor ação de marketing para um clube de futebol são os resultados de campo. Não há planejamento de marketing mais eficiente que esse.


8- A Terceira Via tem algum projeto para que suplentes também tenham direito ao voto no Conselho Deliberativo, para evitar com que haja falta de quórum em decisões importantes para o clube?

Sim. O exercício da suplência não deve depender de maiores formalidades. Basta a presença do suplente e a ausência do titular. Além disso, precisamos engajar o membro do Conselho Deliberativo e comprometê-lo com a função que exerce. Por isso iremos exigir o cumprimento do art. 66, § 1º, do Estatuto do Clube (que existe, mas não é aplicado por questões políticas e de auto-preservação). Este artigo prevê a perda do mandato pelos conselheiros ausentes injustificadamente a 3 reuniões sucessivas ou a 5 alternadas. Iremos também lutar para que o Conselho Deliberativo tenha mais reuniões ordinárias, seja mais atuante e para que seja reduzida para 2 sucessivas ou 4 alternadas a quantidade de reuniões que determina a perda do mandato. Vejam que, atualmente, são apenas sete reuniões ordinárias do Conselho Deliberativo por ano, o que permite que “justificadamente” um Conselheiro se ausente mais de mais da metade das reuniões. Isso tem que acabar.


9- Como será feita a participação dos sócios em debates importantes no Grêmio?

O sistema político brasileiro prevê o plebiscito e o referendo, mas o uso desses institutos é quase nulo. Seria uma grande evolução adotar essa prática no Grêmio, preferencialmente com a adoção do voto à distância (correio ou internet). No entanto, seria preciso cuidar para que o associado fosse efetivamente informado das propostas, bem como para que a redação das alternativas seja precisa e clara. Trata-se de uma medida eficaz, democrática, mas que deve ser utilizada apenas em situações extraordinárias. Os canais do próprio Clube existem e o sócio tem sido convidado a escolher modelos de uniformes. Já está na hora de ampliar isso!


10- Uma das grandes críticas do associado é a falta de transparência do Conselho Deliberativo. Serão usadas ferramentas que permitam a aproximação entre conselheiros e sócios, como a internet, disponibilizando a ata das reuniões? O grupo pode estipular um prazo para que esse canal seja aberto ao torcedor como um compromisso com o associado, caso tenha essa meta?

Defendemos, sobretudo, a abertura do Conselho Deliberativo. As reuniões devem ser abertas ao associado que quiser assisti-las. Defendemos a criação de um portal de comunicação do Conselho Deliberativo com o associado, em que não apenas as matérias em discussão sejam publicadas, mas também o exercício da atividade por cada conselheiro nas reuniões (se faltou à reunião, se votou favoravelmente ou contrário a tal ou qual proposição, se houve presença, abstenção de voto etc.). As atas das reuniões devem também ser disponibilizadas para consulta dos associados. A criação deste portal de comunicação com o associado depende apenas de vontade política. O tempo de implementação seria apenas o necessário para o desenho das páginas da internet.


11- Uma das grandes decepções do sócio foi a falta de quórum para a aprovação da redução da Cláusula de Barreira de 30% a 20%. Nestas eleições, novamente temos essa promessa em pauta. Qual o compromisso que o grupo faz ao sócio que, desta vez, teremos a redução da Cláusula de Barreira, com a finalidade de fortalecer a democracia gremista?

O nosso MAIOR compromisso é lutar pela redução da cláusula de barreira. Iremos lutar por isso e expor quaisquer manobras diversionistas em sentido contrário (falta de quórum, abstenção, votos contrários etc.).

As minorias devem também estar representadas nas Comissões Permanentes, que devem efetivamente ser permanentes (hoje, embora assim denominadas, essas comissões dependem de nomeação do Presidente do Conselho Deliberativo, o que é uma negação do antecedente, uma contradição em termos). O associado deve, na máxima extensão possível, ter a oportunidade de participar e ser engajado na vida política do clube.

A redução da cláusula de barreira permitiria, inclusive, que os grupos políticos pudessem desenvolver suas idéias sem a necessidade de coligações e, consequentemente, sem dependerem uns dos outros. Nesta nova realidade, a associação entre grupos seria natural e não forçada por outras razões não ideológicas.

Sobre o assunto, recomendamos atenção: as demais chapas tiveram a oportunidade e não aprovaram a redução da cláusula de barreira. 145 dos 300 conselheiros faltaram à reunião em que a proposta foi rejeitada. As duas chapas, nas suas nominatas para a reeleição, como resposta a tal comportamento, “premiaram” 45 dos 145 Conselheiros faltantes naquela ocasião.


12- Para muitos, as categorias de base foram abandonadas pela atual gestão e poucas promessas são aproveitadas no elenco profissional. Qual é a política do grupo para o fortalecimento na formação de novos atletas e a ascensão dos mesmos ao time principal do Grêmio?

As categorias de base devem ser prioridade para o clube. Inclusive, devemos priorizar atletas das categorias de base em relação a jogadores medianos que costumam ser contratados apenas para compor o grupo principal. Os jogadores “de fora” só devem ser contratados quando tiverem experiência e futebol suficientes para acrescentar qualidade ao grupo de jogadores do Grêmio e não devem representar mais do que 50% do grupo de profissionais. Mas para isso é preciso que as categorias de base revelem jogadores em quantidade e qualidade suficientes para jogar no time titular do Grêmio e, por time titular do Grêmio, entendemos um grupo de jogadores com o potencial de ser campeão brasileiro, da América e do mundo, todos os anos. Só com investimentos pesados e criteriosos nas categorias de base conseguiremos alcançar este objetivo. Aí entra o Conselho Deliberativo, na discussão e votação do orçamento, na edição de Resoluções sobre níveis mínimos de investimentos nas categorias de base, na profissionalização da gestão, na criação de uma estrutura adequada para o surgimento de talentos etc.

Mas não é só. Tão importante quanto formar atletas é saber procurar atletas pelo país afora, estabelecendo uma rede de informações, um banco de dados, e o acompanhamento de torneios e das seleções de base. Não podemos mais esperar, como antigamente, que os atletas procurem o clube.

A ascensão de novos atletas ao elenco é importantíssima, e a transição deve ser gradativa e respeitar a personalidade de cada um. Por fim o que é mais importante é que o Conselho Deliberativo intervenha para obrigar que os investimentos nas categorias de base sejam permanentes, inclusive para evitar que o Conselho de Administração opte por não investir. Vejam que em passado não tão distante, a idéia de investir menos na base e contratar mais foi defendida publicamente por determinado Presidente, o que comprova a necessidade de intervenção legislativa do Conselho Deliberativo sobre a questão.


Considerações finais

Agradecemos o espaço concedido e nos colocamos à disposição, para mais esclarecimentos.

Saudações Tricolores da Terceira Via !

EMAIL e MSN – terceiraviagremio@gmail.com

BLOG – http://terceiraviagremio.wordpress.com/

TWITTER – http://twitter.com/gremio3via


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: