Skip to content

DIRETO AO PONTO: de grão em grão…

setembro 6, 2010

Direto ao ponto, por Talis Ramon

Parece que os caminhos para uma recuperação tricolor começaram a se abrir neste Campeonato Brasileiro. A evolução do time no confronto do último sábado no Rio, contra o Botafogo, fez com que o ponto conquistado fora de casa fosse comemorado.

 

Não era para menos. O Grêmio saiu perdendo. E perdendo feio. Ainda no primeiro tempo, já estava 2 a 0 para a equipe da casa. Fruto de uma escalação injustificável que Portaluppi inventou para amenizar, sem sucesso, a ausência de Douglas no meio campo. Inventou Gilson, que em nada ajudou. Desfez, logo após o segundo gol, a trapalhada que fez. Retirou o improvisado e colocou o salvador. Roberson entrou e deu outra cara ao time. A figura do jogo seria totalmente diferente se Renato não tivesse pecado na formação inicial.

 

O Grêmio precisou recomeçar do zero. Recuperou-se bem, principalmente no segundo tempo, e passou a dominar as ações. Jonas, sempre ele, deixou sua marca por duas vezes, assumiu a vice-liderança do Campeonato e evitou um desastre em terras cariocas.

 

Renato percebeu que correu um risco enorme. Percebeu que, diante de uma derrota construída diante de uma invenção sua, a situação poderia ficar crítica, como acontecera na época de Silas. Não com pedidos de saída de técnico, dirigente e tudo mais, mas no que tange a paciência do torcedor.

 

Renato Portaluppi

No sábado, Portaluppi acertou nas substituições e deu nova cara ao Grêmio.

Ele, contudo, acertou nas mudanças e deu ao Grêmio o ponto que fez toda a diferença na rodada. O Grêmio manteve-se fora da zona de rebaixamento e agora encara um adversário direto na briga para escapar da degola.  O Atlético-GO, se derrotado, pode dar ao Grêmio uma sobrevida importante no certame. Jogo em casa, com desconto no valor dos ingressos, contra um adversário fraco. Obrigação de vencer e convencer.

 

Mas não se trata de obrigação, por exemplo, ingressar na zona da Libertadores. Obrigação seria se estivéssemos começando o campeonato agora. Mas não, o Grêmio apresentou dificuldades enormes no primeiro turno e, ao que tudo indica, deverá melhorar gradativamente no segundo. Mas, sendo sincero, não creio numa reação a ponto de brigarmos pela Libertadores. Pra mim o Grêmio não cairá, não deverá ficar próximo da zona ao término do Brasileirão, mas também não chegará entre os primeiros. O momento é de concentração e focar jogo após jogo. Um adversário por vez. Projetar Libertadores ou até Sulamericana seria um erro. Projeções se fazem no começo do campeonato e não durante. O momento delicado que o Grêmio vive nos permite fazer apenas uma projeção, a mais óbvia de todas: fugir da zona de baixo da tabela. E com certeza sairemos.

 

Olhando a rodada, percebe-se claramente que há pelo menos 4 ou 5 times com futebol inferior ao nosso. O Atlético-MG penou e perdeu para o São Paulo de virada. O Goiás, coitado, está a passeio pelo Brasileirão. O Goianiense, adversário de quarta, venceu o Vitória mas não enganou ninguém. O Prudente parece não ter forças para reagir. O Grêmio é, dentre os times da ponta inferior da tabela, um dos únicos que tem condições de sair de onde está. Encontrou mais do que um técnico, um motivador. Coisa que Silas não era e provavelmente nunca será.  Renato deve corrigir pequenos erros, ajustar a defesa com a volta de Mário Fernandes e a chegada de Paulão, manter Adilson e Rochemback como volantes e escolher entre Douglas e Souza para armar as jogadas. Os dois definitivamente não podem jogar juntos. A obrigatoriedade que lhes é dada de armar as jogadas do Grêmio acaba tirando o dever da marcação, sobrecarregando a dupla de volantes que, totalmente exposta, vai acabar falhando. Gabriel e Lúcio são titulares. O último ao menos por enquanto.

 

Na frente, crucifiquem-me, mas eu pouparia Borges e daria uma sequência ao André Lima. Sei lá, eu percebo e acredito mais na força de vontade dele do que na de Borges. Contra o Botafogo apresentou uma certa evolução em relação a ele próprio nos últimos jogos, mas mesmo assim não me passa aquela mesma confiança do Gauchão e da Copa do Brasil.

 

Economizando se faz fortuna nessa vida. O ponto buscado no Rio vai ser importante, tenham certeza. O Grêmio agora só não pode perder o foco. Precisa estar focado, rodada após rodada, no distanciamento da zona do rebaixamento para, só depois da situação totalmente controlada, pensar em algo melhor. Quem dera fosse Libertadores, mas a briga é tão grande na ponta de cima que não consigo ver o Grêmio como candidato a uma vaga na principal competição das Américas. O jeito é matar um leão por rodada e sair da situação problemática em que nos encontramos.

 

Futebol pra isso há, só falta vontade.

____

Off-topic¹: a principal comunidade do Grêmio no Orkut está organizando o ‘Dia Azul’. O torcedor gremista está convocado a vestir-se de azul, preto e branco e pintar com as cores do clube as ruas de todo o estado no aniversário do nosso tricolor, dia 15 de setembro. Será a maior invasão tricolor da história para comemorar os 107 anos do time de maior torcida do sul do Brasil.

 

Off-topic²: peço, publicamente, desculpas pela falha com o Blog na semana passada. Preparei um texto, o esqueci por burrice completa no trabalho e de lá não consegui postar porque estava sem internet. Resultado: fui empurrando com a barriga e, quando vi, já era quarta-feira e a Daiane já nos brindava com a análise da partida. Não seria justo a atropelar e tirar o foco do seu texto. Tentarei, pela enésima vez, ser mais pontual.

 

Off-topic³: Douglas está liberado e deve voltar ao time contra o Atlético-GO, na quarta. Só eu que não me animo nem um pouco com isso?

 

@talisramon escreve toda segunda-feira para o Blog Grêmio 1903, exceto quando comete atos de imbecilidade pura e acaba não conseguindo cumprir seus prazos.

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. Alfredo Carlet permalink
    setembro 6, 2010 11:17 pm

    André Lima está motivado e em bom momento físico.

  2. Daniel permalink
    setembro 7, 2010 8:41 am

    Eu ainda prefiro o Douglas ao Souza. Ele tem mais bala na agulha pra ser o “maestro”, só precisa perder a preguiça de jogar. O Souza não está mostrando nem vontade e nem técnica.

    Mas ainda sonho com o dia em que nosso meio será formado por Pessali e Mithyuê, se nossos amados dirigentes não fizerem nenhuma cagada.

  3. Diego permalink
    setembro 7, 2010 11:26 am

    Para ser lido, estou postando novamente aqui.

    Prezado Bruno Coelho:
    Respeito a tua opção.
    Mas, na minha opinião, é claro, ela se dá pelos motivos errados.
    Primeiro motivo errado: a de que a chapa dá-lhe Grêmio é a que menos renova. Ora, “renovar”, em si, não é um valor. Renova-se para melhor e renova-se para pior. O que importa é a qualidade dos integrantes. Extremando: Prefiro não renovar e ter Fábio Koff a renovar e ter Greminho.
    Segundo motivo errado: a questão da profissionalização. Profissionalização não é um valor. Valor é ter uma administração estratégica. Métodos profissionais. E, é claro, como meio, como instrumento, ter, na medida do necessário profissionais para a execução. Isso tudo quem fez, pela primeira vez, foi o pessoal do Grêmio Sempre ao liderar o primeiro Planejamento Estratégico de toda a história do Grêmio. Que o Odone, em campanha eleitoral, ironizava como os “quadradinhos do Preis”, mas declarou alto e bom som, no Conselho, que se não fosse seguido rigorosamente o Grêmio não sairia desta situação. E declarou, também, que foram os “quadradinhos do Preis” que salvaram o Grêmio.
    Quando no governo, o pessoal da chapa 1 nem sequer promoveu a obrigatória revisão do Plano Estratégico – hoje no Estatuto do Clube – por iniciativa do Grêmio Sempre.
    Essa revisão – muito mais lenta do que o desejável – está sendo feita pela gestão Duda com métodos rigorosamente profissionais.
    O lamentável é que, todas essas gestões, ao implementar a administração estratégica, têm sido muito timidas. Fazem à “meia-boca”. Mas melhor assim do que nada como era anterioremente.
    O Grêmio está nesta situação porque, nos anos 2000 a 2002, o pessoal da chapa 1 (Gestão Guerreiro) errou completamente a estratégia jogando fortunas pela janela contratando jogadores velhos Amato, Astrada, Paulo Nunes Nenê, Magrão e, o pior, deixando dívidas impagáveis, por passes que viraram pó em 2001 com a vigência da Lei Pelé (inclusive perda de Ronaldinho que eles – em erro primário – garantiam que não sairia do Grêmio)
    Enquanto isso o coirmão acertava a estratégia, levava com seriedade um planejamento e o resultado estamos vendo…
    Então, caro Bruno, com todo o respeito pela tua opção, tenho a convicção que ela se dá pelos motivos errados.

  4. Diego permalink
    setembro 7, 2010 11:33 am

    Sobre modernização e profissionalização, recomendo ler essa entrevista publicada em

    http://www.gremiosempre.com.br/?on=institucional&in=planejamento

    Vejam bem, era um candidato que no ano da graça de 2000, se tivesse vencido a eleição, teria implementado a profissionalização (!).

    Mas foi derrotado pela mentalidade retrógrada que posa de moderna, mas, embora tivesse exercito o poder por oito (8) anos nunca usou metodos modernos que prega.

    Com todo respeito.

  5. Diego permalink
    setembro 7, 2010 11:55 am

    Palavras proféticas:

    “De forma genérica, poderia dizer que, se bem administrado o contrato, com parcimônia, bom-senso, sem prodigalidades, ele será benéfico para o Grêmio; se mal administrado, poderá  haver o risco apontado.

    (…)

    Nessa medida, como o Clube vem gastando mais do que o aporte da ISL, será necessário perseguir, obsessivamente, o equilíbrio orçamentário.”

    Como o pessoal da chapa 1 não viu isso?

  6. observador permalink
    setembro 8, 2010 11:10 am

    Concordo em relação ao André Lima,acho q o momento é dele,um meio campo com Douglas e Roberson é interessante tbm,.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: