Skip to content

Brasileiro’10: Mais um empate que poderia ser uma vitória

agosto 30, 2010

Apesar do discurso dos jogadores e do presidente Duda Kroeff ressaltando a importância do empate de 1×1 contra o Atlético Paranaense, não considero este um bom resultado. Primeiro, porque se comparar time por time, o Grêmio é superior; segundo, que ainda estamos na zona de rebaixamento; terceiro, São Paulo, Goiás, Atlético Mineiro, Prudente e Atlético Goianiense, que são nossos concorrentes para fugir da Série B, não venceram. Portanto, penso que o Tricolor perdeu dois pontos, ao invés de considerar o único ponto ganho.

Renato escalou o time no 4-4-2, formação mais recomendável, contudo, errando na escalação. Gilson não obteve uma boa estréia, estava nervoso e cometeu muitas faltas. Mesmo assim, é preciso levar em conta que ele atuou fora de sua posição, no meio-campo e não na lateral-esquerda, somado a falta de entrosamento com a equipe. O técnico gremista alegou que precisava de uma saída rápida no na esquerda, mas errou na escolha.

Foto: Heuler Andrey/AE

No primeiro tempo, o Grêmio até começou obtendo o controle da partida, no entanto, não tardou para o Atlético Paranaense equilibrar o jogo. Desde então, o time gremista fez mais uma atuação preocupante, dando a impressão de que o rebaixamento seria inevitável. Souza e Douglas praticamente não entraram em campo, Fábio Santos seguiu nulo na esquerda e o time novamente cometeu erros infantis. O gol atleticano, marcado por Maikon Leite, nasceu de uma antecipação errônea de Rochemback e da “tirada de pé” de Rafael Marques.

Para etapa final, Renato corrigiu o seu erro ainda no intervalo e sacou Gilson para a entrada de Adilson. Assim, o Grêmio melhorou no jogo, decidiu tocar mais a bola, dominou o Atlético Paranaense e Gabriel começou a mostrar mais qualidade na direita. Contudo, Renato se viu obrigado a fazer algo com Souza, que também vem jogando muito pouco para quem fala em brigar pela parte de cima na tabela. Em seu lugar, Leandro, que na sua primeira participação no jogo, cruza para Vilson empatar a partida. O Grêmio poderia virar com Borges ou Leandro, mas a trave e o goleiro Neto impediram a virada respectivamente. No final, o empate se consolidou na Arena da Baixada.

Nesta partida, achei interessante a estréia de Gabriel, embora ele possa jogar muito mais. Mesmo assim, comparado a Edilson, já houve uma pequena melhora. Na zaga, Vilson mostra que tem estrela e Rafael Marques como referência defensiva não dá. Adilson entrou bem, consertou o meio-campo gremista, mas ainda peca nos passes. Embora tenha errado no gol atleticano, Rochemback melhorou nas mãos de Renato. No ataque, Jonas segue numa fase infeliz, enquanto que Borges mostra pequena melhora.

Foto: Felipe Gabriel, LancePress

Gostei da atuação de Leandro. Ainda que alguns não gostem dele, acredito que suas lesões são o principal empecilho para ele se firmar no time titular. Além disso, podem pensar que estou de implicância com Souza, mas ele vem jogando pouco, faz cara feia quando é substituído e mostra que não deve ser o capitão. Leandro entrou em seu lugar, mostrou mais esforço e foi fundamental para evitar a derrota. Já Douglas variava bons e maus momentos e abusou o direito de errar passes no final da partida.

Na próxima quarta-feira (01), o Grêmio recebe o Guarani no Olímpico. Nada importará senão os três pontos. O Tricolor precisa se aproveitar essa oportunidade para obter a confiança e a torcida precisa comparecer para ajudar os jogadores a saírem desse momento crítico. Além disso, é certo que nas próximas três rodadas, o Grêmio ficará, no mínimo, próximo à zona de rebaixamento. O Bugre, por exemplo, está com 23 pontos, sete a mais do que o time gremista. Então, é necessário puxar esse pelotão intermediário pra baixo e não perdê-lo de vista, pois já existe uma distância considerável.



Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. Alfredo Carlet permalink
    agosto 30, 2010 4:16 am

    Sinais de melhora, corremos mais.
    Adorei a frase do Renato: comigo ninguém vai ganhar dinheiro em contratações sem merecer…
    Contratar jogadores bons e com baixo custo é o que o torcedor exige.
    Renato, falaste o que todo torcedor sério precisa ouvir, esse é o único caminho que a torcida deseja.

  2. heraldo permalink
    agosto 30, 2010 9:42 am

    melhor do jogo, souza sai e GREMIO evolui.

  3. Daniel permalink
    agosto 30, 2010 11:41 am

    O Souza, pelo visto, não voltou da lesão e o Jonas tá usando os jogos pra treinar o chute de canhota. Ou passa a bola pro Borges ou ataca pela direita, mas ficar mandando aqueles bicos sem direção não dá mais. Renato já deve ter uma idéia mais clara de como armar o meio de campo, agora falta acertar o lado esquerdo da defesa (pra mim o melhor seria Neuton na zaga central e Lúcio na lateral).

  4. agosto 30, 2010 3:52 pm

    Realmente é difícil jogar com dois a menos no meio campo (Souza e Douglas).
    E a prova que a equipe do Grêmio está mal mesmo é que a entrada do irregular Adílson melhorou o time.
    Outro que pelo menos mostrou vontade foi Leandro. Antes ele do que a dupla sonolenta Douglas e Souza.
    E, além de qualidade duvidosa em diversas funções, o Grêmio, definitivamente, não tem sorte.
    Abraço.

  5. observador permalink
    agosto 30, 2010 10:16 pm

    Nunca pensei q ia ter d concordar q o Souza tem q voltar pra reserva e o Leandro ser titular,aqele falastrao do souza tem q apodrecer na reserva!O Gremio precisa urgentemente contratar no mínimo mais um articulador de qalidade.Digo qalidade, e não o joaõzinho do “mogimurrinha”,e mais um volante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: