Skip to content

DIRETO AO PONTO: o poço parece cada vez mais fundo

agosto 23, 2010

O que há com o Grêmio? O que há com esses mercenários que, lentamente, colocam o time no ponto mais baixo da tabela do Brasileirão? Porque ousam abalar a paixão de mais de 7 milhões de torcedores que desde 2001 não comemoram um título de expressão no cenário nacional?

É só Gauchão e Série B. O Grêmio virou um Atlético Mineirucho. Pior do que isso: virou um clube que, ao contrário do que se via anos atrás, hoje não mete medo em ninguém. Joga apaticamente, displiscentemente.

Renato… ah, Renato. Aonde tu vieste te meter? Corres o sério e fatal risco de queimar-te com a torcida que mais te ama no mundo por causa de um bando de covardes que não têm a mesma honra e a mesma vontade que tu tinhas quando vestia o manto tricolor. É triste, é revoltante, é decepcionante. O Grêmio apequenou-se de tal forma que o Ceará não precisou fazer esforço algum para abrir o placar. Willian Magrão, aquele mesmo que marcara dois gols contra o patético Goiás, ontem empurrou a bola contra o próprio gol. Um gol que nem ele ousaria fazer tão bonito, mas a favor. Um gol que fez o Grêmio já iniciar o jogo com placar negativo. E, daí em diante, foi só sofrimento. O que deveria ser reação se transformou em medo. O que deveria ser superação se transformou em fracasso. Uma hecatombe total.

Exceto Victor, brilhante como nos tempos pré-Seleção, o time todo este um lixo. Edílson, Ozeia, Ferdinando… alguém me explica o que esses inúteis ainda fazem aqui? Alguém me explica porque não os mandaram para bem longe junto com o pai deles todos, o pastor Silas?

E a preparação física? O que falar do preparo físico de péssima qualidade apresentado desde o começo do ano? Falarão os mais acomodados: ah, o Grêmio no primeiro semestre cansou de apresentar recuperação no segundo tempo, fruto do preparo físico. Eu os retrucarei: claro, tolos. Contra times de beira de estrada do Gauchão até o Jaciara recupera-se. Não precisa ser nenhum mestre da preparação física para condicionar os jogadores a ponto de fazê-los apresentar rendimento maior na segunda metade da partida. Aliás, não precisa ser preparador físico para tal. Basta comparar a estrutura que o Grêmio dá aos seus profissionais com as dos times do Gauchão.

Paulo Paixão não é o responsável pela preparação física do Grêmio. Ele supervisiona o trabalho do filho, Anderson Paixão. E como bom pai, jamais irá criticar o trabalho do filho. Paulo não teria coragem suficiente para apontar a péssima condição física dos atletas como fruto do trabalho mal feito de Anderson que, aliás, foi demitido do Bahia por conta das excessivas lesões que desfalcavam a equipe ano passado. Lesões essas que vitimaram em igual proporção os atletas do Grêmio ao longo de todo este ano. O ditado “filho de peixe, peixinho é” não serve para Anderson e Paulo, definitivamente. Paixão pai é profissional, é capacitado, tem amplo currículo na área da preparação física.

Já Paixão filho nem de longe aparenta ter o dom que o pai tem, muito menos o currículo invejável. Não apenas pela idade, mas também pela competência. A queda de rendimento do Grêmio, não tenha dúvidas, passa pela preparação física. Lesões e mais lesões que não permitiram que Silas tivesse um time completo. Não que isso fosse desculpa para seu péssimo trabalho, mas fica difícil perder um jogador por semana sendo que a maratona de jogos do time, tanto no primeiro semestre quanto neste, nem era tão exigente assim.

Apático como sempre, nosso presidente assiste a tudo pacificamente. Não percebe que o lucro a longo prazo do clube será muito maior despachando essas amebas que um dia acreditaram ser jogadores de futebol.Caso da Avenida Edílson, do inconstante Ferdinando, do imprestável Ozeia e do inútil Uendel.

Todos estes indicados pelo técnico Silas.

Portanto eu me recuso a culpar Renato Portaluppi pela atuação horrosa de sábado. Depois de Victor ele é o menos culpado por toda essa catástofre. Pegou um time morto. Qualificado, acredito, mas sem vontade nenhuma de superação. Terá que trabalhar muito a parte psicológica e motivacional dos jogadores e, pra ontem, exigir reforços emergenciais. Nem que sejam apostas.

Mas do jeito que tá a situação só tende a piorar.

Enfim… a situação tende a piorar com a proximidade do returno. Quanto mais o tempo passa, mais a situação se complica. Quanto mais a situação se complica, mais medo eu tenho.

Apertem os cintos. O avião está caindo. O piloto precisa fazer um desvio de rota urgente, ou então morreremos todos abraçados – novamente – no inferno chamado segunda divisão.

___________

@talisramon escreve todas as segundas-feiras para o Blog Grêmio 1903 e, já que seu Grêmio já não lhe dá tantas alegrias, o consola o fato de cumprir seu compromisso com este blog.

Anúncios
12 Comentários leave one →
  1. observador permalink
    agosto 23, 2010 3:56 pm

    Caro Talis concordo em gênero, número e grau com vc.A culpa desse fracasso estrondoso é da direção apática,letárgica(pq demorarm tanto em demitir o pastor?)o Renato tem mínima culpa por esse fiasco tricolor…o q fazer com arremedos de jogadores como ozéia,ferdinando,edilson(esses indicados pelo pastor)fabio santos,Deus do céu é tanto jogador ruim num só time q me apavoro!Acho q a cada rodada vai ser uma decisao,se não cairmos já estamos no lucro,q venha 2011!!!

  2. agosto 23, 2010 5:28 pm

    Bom comentário, principalmente em relação ao preparo físico. É inadmissível tamanha quantidade de lesões musculares (principalmente causadas por excesso de fadiga), talvez originadas pelo trabalho com carga sem a mensuração correta proposto pelo fisicultor.
    Em relação aos “tumores” do Grêmio (Edilson, Ferdinando, Ozéia e cia.), também concordo: deveriam ser banidos do Olímpico.

    • heraldo permalink
      agosto 23, 2010 6:39 pm

      e o shouza??

  3. Coloradoooo permalink
    agosto 23, 2010 7:16 pm

    .

  4. observador permalink
    agosto 23, 2010 8:35 pm

    Cara o site é ótimo,tenho repetido isso inúmeras vzs,mas não entendo pq não há um moderador.Pô, é site do GREMIO,aí publicam baixarias ridículas,tipo a desse COLORIDO…É tanta vontade de ser GREMISTA q essas hienas vermelhas não param d visitar o site..tem q ter moderador!!!

    • agosto 23, 2010 9:02 pm

      Desculpa, observador. Já anulei o comentário dele. Aproveitando a oportunidade, acho que seria interessante abrir um espaço no site para divulgar blogs parceiros, inclusive do Inter. Parece que frequentar blogs gremistas é regra entre os colorados.

      Talvez faça falta um espaço como esse do lado de lá.

  5. Régis permalink
    agosto 23, 2010 9:08 pm

    Belo post, Ramon, você expôs o que todo gremista está sentindo. Nossa torcida comparece, apoia, vibra, canta, mas o time parece inerte a toda esta emoção que nos é peculiar. Em todo local do país há pelo menos um gremista. Sou de Fortaleza e aqui em minha cidade há uma legião de gaúchos que aqui moram e invadiram o Castelão ontem, transformando-o em um Olímpico. O programa esportivo de tv mais assistido por aqui, tem uma gaúcha como apresentadora e que dá um banho de sapiência em muito marmanjo. Já percebi que ela é tricolor, torcedora do Fortaleza e do Grêmio, o que me faz ser um telespectador assíduo do programa. Quando um jogador veste camisas como a do Fortaleza ou do Grêmio, sabem que devem se doar, pois se trata de clubes com torcedores apaixonados, e era exatamente o que Renato Portaluppi fazia ao vestir o manto sagrado. Ontem tivemos o encontro de dois ídolos do nosso clube, Renato e Mário Sérgio que, antes do jogo, reviveram momentos de glórias ao se abraçarem. Foi muito emocionante. Temos tempo para reação, tenho certeza que todo esta crítica construtiva exposta por você, pelo Bruno, pela Daiane e demais blogs gremistas espalhados por todo este país, sejam instrumentos que mexam com os brios de cada um de nossos jogadores e se comprometam com o escudo que levam ao peito. Saudações tricolores.

  6. Alfredo Carlet permalink
    agosto 23, 2010 9:14 pm

    Preparo físico está horroroso…

  7. observador permalink
    agosto 23, 2010 9:15 pm

    Desculpe aí Talis, se falta ou não espaço desse tipo pras hienas coloridas ,eu tô pouco me lixando,é tipo d povo q não tem limites e só reconhecem suas conquistas,agora está parecendo q Libertadores surgiu nesse século.Resumindo danem-se as hienas,estou preocupado com meu tricolor, pois não lembro desses meus 35 anos, ter ficado tanto tempo sem títulos importantes,abração.

  8. giovani montagner permalink
    agosto 23, 2010 11:50 pm

    não há ainda como cobrar do renato. essa fase é de avanços e retrocessos, normal quando é feita a troca do técnico. porém, a situação é difícil e o Grêmio precisa de resultados imediatos, aumentando a pressão sobre o treinador.
    eu não gostei da contratação do renato, mas darei tempo até o final do primeiro turno, o ideal seria mais mas não podemos ficar esperando, antes de fazer alguma crítica mais contundente sobre o seu trabalho.
    ele deve rever o esquema e alguns jogadores que vem escalando, acredito que ele esta observando isso e fará as correções.

  9. Dieison Deprá permalink
    agosto 24, 2010 7:20 pm

    Cara, parabéns pela tua avaliação e resumo dos fatos. Concordo integralmente e faço questão de reforçar a ponto sobre a preparação física que é mais que evidente. No fim isso tudo é reflexo de uma mesma causa que passa, essencialmente, pela gestão. E isso não é uma crítica pessoal contra o presidente e seu grupo de trabalho. É, antes de mais nada, uma constatação. Caros conselheiros, está mais que na hora de abrirem seus olhos, o mundo mudou muito nos últimos 20 anos. Os clubes devem ser geridos como empresas, com seriedade, responsabilidade fiscal e, principalmente, por profissionais. Não adianta elegermos uma administração que só o é nome, precisamos formar um grupo de admistração através da contratação de profissionais ou mesmo empresas especializadas na gestão de clubes. Precisamos de ferramentas para auxiliar na gestão, precisamos de instrumentos que permitam acompanhar de forma digital as transações do mercado da bola, guardar dados estatisticos de todos os indicadores importantes sobre o desempenho dos atletas, indidências no DM, problemas de comportamento. Precisamos de ações coordenadas nas áreas de publicidade e propaganda, investimentos em pesquisa de mercado, consultorias jurídicas realmente gabaritadas e principalmente um departamento médico que seja capaz de vetar a contratação de atletas com problemas físicos evidentes e de difícil recuperação. Enfim, é tanta coisa que nem dá pra falar de tudo, mas podemos resumir dizendo que precisamos URGENTE de um choque de GESTÃO para profissionalizar no clube e assim permitir que ele faça, novamente, jus a nossa imensa PAIXÃO por esse manto tricolor. Vamos lá meu GRÊMIO!!!

  10. observador permalink
    agosto 24, 2010 7:41 pm

    Pois é galera o Talis verificou perfeitamente o lance da preparação física,lí agora pouco, em outro site, que o Ferdinando está com problemas no joelho(sorte nossa,hehehe)pô mas esse cara ja não vinha de lesão?Se machucou d novo?Muita coisa errada né,ou é uma maneira sútil de tirá-lo do time(se for isso ô beleza)mas se for verdade aí esse Anderson Paixao ,com todo respeito, tem q rasgar o diploma dele,se é q ele possiu um.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: