Skip to content

Brasileiro’10: Realidade é fugir do rebaixamento

agosto 22, 2010

A ilusão de que tudo estava indo pelo caminho certo desabou após a derrota de 2×1 contra o Ceará, em Fortaleza. Quando o Grêmio se viu na obrigatoriedade de vencer uma partida fora de casa e dar fim ao vergonhoso jejum de vitórias longe do Olímpico pelo Brasileiro, mais uma vez o time se mostrou incapacitado para nos trazer os três pontos. Pior do que isso, o otimismo, ainda tênue, de ingressar no G-4, acabou. Definitivamente, a nossa realidade em 2010 é brigar para não cair para segunda divisão.

O Ceará vem de Mário Sérgio como técnico novo, que chegou dispensando 12 jogadores. Somado a isso, o time é fraco, o ataque é inócuo e não é surpreendente imaginar a equipe cearense despencar na tabelas de classificação nas rodadas seguintes, a ponto de brigar para não cair. Contudo, chega a ser aterrorizante o Grêmio levar enorme pressão dessa equipe em toda etapa complementar.

Fato é que o 3-6-1 que Renato tenta implantar no Grêmio não está dando certo. O problema não é o esquema em si, mas a falta de qualidade dos jogadores para assimilarem essa formação.  O 3-6-1 exige muito treinamento e qualidade ofensiva dos meias e dos laterais, que fazem a função de ala. Tudo isso se deve para compensar o isolamento do atacante.

Contudo, mesmo que veja erro no Renato em insistir no esquema, devo concordar que a sua intenção é boa, mas a falta de esforço de algumas peças no time inviabiliza qualquer esquema. Afinal, com Douglas atuando de forma displicente e com uma atitude de puro desdém à situação do clube e da torcida, não tem como dar certo. Inegavelmente, Souza é importante, mas sozinho, não faz chover. Além disso, ele fala mais do que joga. Para quem menciona o G-4, precisa jogar mais bola.

Nas laterais, definitivamente, o Departamento de Futebol precisa fazer algo com urgência. Não tenho dúvida de que Gabriel vem para ser titular, pois Edison está queimando a cota de paciência. Mesma situação de Fábio Santos. Que o clube contrate Gilson, chame o Lúcio mesmo não estando 100% ou escale Neuton. Qualquer um dos três é melhor do que o tal “titular”. Seja 3-6-1 ou outro esquema, não há como dar certo laterais que não marcam e não atacam.

Foto: LC Moreira / AE / CP

Outro fator que compromete o 3-6-1 é o fato do Jonas não poder ser referência, uma vez que ele não é centro-avante. Com a bola não chegando aos seus pés, ele sai da área para buscá-la, seja no meio, seja nas laterais. Daí então some a referência e o time praticamente fica sem um atacante.

No entanto, Renato atendeu aos pedidos da torcida e colocou Borges em campo no lugar do horroroso Ozeia, mudando o 3-6-1 para o 3-5-2, recuando Ferdinando para zaga. Porém, o atacante jogou nada que justificasse o nosso desejo de vê-lo em campo. Tanto é que o Grêmio, sem poder ofensivo, obrigou o técnico gremista a recuar e colocar Maylson, com intuito de prender mais a bola nos pés do Grêmio, o que também não se concretizou.

A defesa do Grêmio foi um filme de terror. Ozeia definitivamente dá claros sinais de que deve ser dispensado no final do ano. Se conseguimos, porém, um zagueiro de nome no futebol nacional (o que é difícil), então podemos mandá-lo embora imediatamente. Porque é inacreditável a capacidade de ser lento e apenas bater. A cada jogo em campo, o torcedor fica apreensivo com a possibilidade de ter um a menos, pois Ozeia não nos dá nenhuma segurança.

Neuton segue irregular como zagueiro, o que reforça a opinião de que rende mais como lateral-esquerdo. Chega a ser um desperdício vê-lo na zaga, enquanto Fábio Santos nada faz no setor. Já Rafael Marques não é um zagueiro ruim, pode render se os companheiros de zaga forem seguros, o que não acontece no momento.

O melhor jogador do Grêmio neste jogo, sem nenhuma novidade, foi Victor. Ele defendeu um pênalti inventado pelo senhor Cláudio Luciano Mercante Júnior e evitou uma derrota maior ao realizar grandes defesas. Contudo, estou cansado de ver o nosso goleiro como o melhor em campo em partidas fora do Olímpico. Até quando isso vai ocorrer? Trata-se de uma situação vergonhosa, digna de um time que realmente brigará para não cair para Série B.


Anúncios
16 Comentários leave one →
  1. Edson Berwanger permalink
    agosto 22, 2010 1:01 am

    Caríssimo, a janela já se fechou. É Ozéia até dezembro.

    • agosto 22, 2010 1:04 am

      Obrigado pelo toque, Edson, já editei o texto com a informação corrigida. O problema é que ouvindo uma rádio aqui em São Paulo, ouvi que iria até o dia 30. A cada hora, cada diz uma coisa.

      • giovani montagner permalink
        agosto 22, 2010 3:14 am

        a janela internacional fechou, a nacional fica aberta até o final do mês.
        souza capitão é piada, devolvam a braçadeira para o victor, tem mais identificação com a torcida e com o espírito do Grêmio.
        o rafael marques é bom zagueiro, mas não pode ser o zagueiro da sobra, para a função precisa ser alguém que saiba sair jogando e não dando chutão ou tentando lançamento.
        quanto mais eu os vejo jogando, mais acredito que souza e douglas jogam na mesma posição, portanto a escolha é entre um ou outro e assim coloca um atacante junto com o jonas. pode parecer loucura, mas o desinteresse de ambos me dá saudades do tcheco. não era brilhante, porém sua contribuição para equipe era maior.

  2. Filipe Almeida Hackford permalink
    agosto 22, 2010 3:04 am

    Manda-se embora um guri promissor como o DC, contrata ex-jogadores como Leandro e Hugo que já dava sinais de não estar em boa fase no “São Bambi” entre outros errros, o resultado não poderia ser diferente disso. E o Victor tá muito malandrão, enquanto tava fora da seleção tava jogando mal, bastou ser convocado e começou jogar parecido como antes.

    Borges de “tpm”…
    Douglas, eu jogaria 3 vezes mais que ele e de graça. Souza falando muito e jogando menos, Rafael Marques perdido… Fábio Santos, esse aí eu acho que paga alto pra jogar.
    Enfim, por uns momentos começo a ter saudades do Tcheco e do Máxi…
    Essa diretoria é burra demais, deveriam ter em mente que uma divida na primeira divisão ainda é muito mais barato do que cair pra segunda de novo.

    Reza braba e velas até o f im do ano.

  3. Alfredo Carlet permalink
    agosto 22, 2010 3:58 pm

    LEVAMOS UM BANHO FÍSICO DO CEARÁ…PREPARO FÍSICO INSUFICIENTE, JOGADORES SEM FORÇA, SE ARRASTANDO NO FINAL…
    PAULO PAIXÃO, AUSENTE NA COPA, TEM FEITO TRABALHO DE CAMPO, OU SÓ COORDENA A FUNDAMENTAL ÁREA FÍSICA?

  4. Régis permalink
    agosto 22, 2010 8:02 pm

    Bela resenha do jogo, Bruno, muitos integrantes da Geral estiveram por aqui e fizeram jus ao hino do clube. A festa foi bonita, mas o time não seguiu o coro da torcida. O certo é que o Grêmio não está tendo o mesmo vigor de outrora, porém temos tempo para modificar isso. Avante, tricolor!!!

  5. Daniel permalink
    agosto 22, 2010 8:15 pm

    O Renato vai ter dificuldades em definir um esquema no gremio. No 4-4-2, a defesa fica com apenas dois zagueiros sem habilidade nenhuma. O Ozéia leva um amarelo por partida, sorte nossa é que ele ainda não foi expulso.
    No 3-5-2, a zaga mehora pois tem alguem na sobra, mas nesse esquema necessita-se de alas que cheguem até a linha de fundo e consigam fazer cruzamentos e tabelamentos com os meias.
    Edilson e Fabio Santos são jogadores sem poder ofensivo e defensivo, resumindo, são nulos em campo.
    No 3-6-1, o Grêmio melhora um pouco a defesa e preenche o meio, mas nesse esquema os laterais não estão funcionando. Ainda por cima, Jonas é atacante e não centroavante.
    O caso do gremio ta dificil mesmo.
    Acho que esse ano é torcer para não cair, esperar as eleições, dispensar os “medalhões”, investir na base e “secar” o inter no mundial.
    Mesmo assim temos ainda que apoiar, porque se apoiando já tá dificil, imagina sem apoiar.
    Tenho a certeza que dias melhores virão!!

  6. observador permalink
    agosto 22, 2010 8:40 pm

    Definitivamente esse esqema 3-6-1 não existe,não existe no Gremio pq jogadores copmo Ozéia,Ferdinando,Fabio Santos,Edílson não tem condições de jogar no time Z do tricolor.O Jonas isolado,meio campo lento e confusa,defesa patética e atabalhoada…só nos resta rezar.

  7. Rennan Oldra permalink
    agosto 22, 2010 10:46 pm

    Souza capitão piada? único jogador que escutei dizer em uma entrevista que é GREMISTA, deixou de ir para a Europa para ficar no Grêmio, parem de achar culpado aqui e ali, criticar e vão apoiar seus abestalhados.

    O Renato pediu pros jogadores se porem no lugar dos torcedores, agora ponham-se no lugar deles, imaginem milhares de “torcedores” vaiando eles no estádio e a toda hora criticando, isso mexe com o emocional de qualquer pessoa, ponham-se no lugar deles, apoiem, apoiem, apoiem e deixem de ser tão bestas, o Grêmio não vai ficar bom de uma hora pra outra.

    Outra coisa, escutei esse FDS um cara falando: – O problema do Grêmio nem é tanto a direção, treinador, o problema é essa troca de jogadores todo ano, trocam o elenco todo e acham que vão sair ganhando tudo.

    Isso sim é a maior verdade, o problema é que o Grêmio não é um time rico e nem sempre tem dinheiro suficiente para segurar os jogadores.

    • agosto 22, 2010 11:13 pm

      Rennan, tenha calma.

      O blog é um local de debate, em que muitas vezes ocorre divergência de opinião. Tudo isso é normal e faz parte deste meio. Portanto, não dá toda hora alguém ter uma opinião diferente da sua e você sair xingando os outros de “abestalhados” e qualquer outro adjetivo. Respeite a opinião dos outros.

      E mais. Ninguém aqui está deixando de apoiar o Grêmio. Todo mundo aqui é GREMISTA, torce e apóia o time, mesmo estando longe, como é o meu caso. Chego a gritar em casa durante o jogo, como estivesse no Olímpico. Em outubro, serei sócio do Grêmio, mesmo morando em São Paulo. Então, apoiar, apoio de sobra.

      Agora, o que você sugere está errado. Quer que a gente só apenas apóie como se nada tivesse errado? Desculpe, Rennan, mas se você quer isso, sinto lhe informar que está no blog errado. Porque irei sim elogiar quando preciso e criticar quando necessário. E o futebol do Grêmio contra o Ceará é sim preocupante e merece sim críticas, o que não significa que não haverá gente apoiando o Grêmio nesta quarta.

      Apenas sou contra a vaiar em pleno jogo, pois aí sim, concordo que nada ajuda o time em campo. Mas depois do apito final, temos todo o direito de descer a lenha em quem merecer, pois não podemos tampar o Sol com a peneira.

      • Rennan Oldra permalink
        agosto 23, 2010 3:01 am

        Tem razão, desculpe. É que eu estava com uns problemas aqui e acabei descarregando em quem não merecia. Mas agora, me dizer que o Souza é piada, um mercenário é já é motivo de se ficar nervoso. Manda esse cara ver os vídeos dos jogos de 2009 pra ele ver quem que fazia aquele time jogar.
        E outra, quando a opinião de alguém tem sentido eu respeito.
        Em momento algum falei que não podemos criticar, mas críticas devem ser feitas quando necessárias e quando tem algum sentido, o Renato veio pro Grêmio ele sabe o que tem de errado lá e isso não vai ser corrigido de uma hora pra outra.

  8. Rennan Oldra permalink
    agosto 23, 2010 3:17 am

    Eu sei que fui rude, me desculpe, mas respeito opiniões que tem sentido.
    Vai lá ver os vídeos de 2009, pra tu ver se o Souza é um mercenário, vai ver o que ele fazia, ele praticamente era o time do Grêmio em 2009 e ainda tem coragem de dizer que o cara é uma piada.

    Que o Grêmio tem erros, tem em momento algum disse que não deveriam haver críticas, apenas protesto quando elas não sentido algum. Se você acha que vaiar o time no final do jogo ajuda, está enganado. Não sei se você recorda quando o Flamengo vaiava o time, apenas serviu para os jogadores ficarem com raiva da torcida, um exemplo o Léo Moura fez um gol e saiu mandando gestos para os torcedores.

    Eu entendo e muito bem os jogadores porque até meus 18 anos eu jogava futebol e sei o que é querer mostrar pra todo mundo que você tem capacidade e que você não é apenas mais um. Jogador é um ser humano não uma máquina, que da passes e faz gol apenas.

    • heraldo permalink
      agosto 23, 2010 12:11 pm

      souza ,jogador isto sim é uma piada, queria descobrir o padrinho deste mercenario, que la na igrja, em seus braços, embalava-o e dizia: voce vai ser jogador de bola., e o fo…., é que ele acredita que joga bola, conseguiu tropeçar na bola, nem minha nona consegue.Concordo contigo quando diz que em 2009 ele foi meio time, e eu acrescento em todos os jogos fora ele foi o time inteiro, pois no MONUMENTAL, 0% de jogo.

      • agosto 23, 2010 12:18 pm

        Nossa Heraldo, o Souza também não é tudo isso. Não concordo, mas respeito a sua opinião e peço para que os demais também. Podem argumentar contra, pois aqui prevalece o debate, dentro de um nível respeitável, sem partir para ofensas.

  9. agosto 23, 2010 11:34 am

    Pera aí, Rennan.

    O exemplo do Léo Moura não se encaixa no contexto que descrevi. Houve um momento no Flamengo que ele não podia tocar na bola que recebia vaia, justamente o que disse não ser a favor. Por isso aquele destempero contra a torcida quando fez o gol.

    Acho burrice o torcedor vaiar durante o jogo, mas depois do apito-final, ele tem todo o direito. Afinal, o torcedor pagou ingresso, que convenhamos, está cada vez mais caro, às vezes leva a sua família e observa o time jogar mal. Um cara desses não pode vaiar depois do final do jogo? Pode e deve, para alertar os jogadores que o futebol demonstrado não agrada e é necessário melhorar. Caso o atleta, num clube grande, não consiga conviver com isso, sinto muito, pegue o boné e vai embora.

    Também questiono se o Souza foi tudo isso em 2009. Concordo plenamente quando se afirma que ele foi um dos principais jogadores gremistas, com várias assistências e um dos artilheiros do time. Mas o que o Grêmio conquistou em 2009? Absolutamente nada, sendo que ele nos prometeu G-4 e no final ficamos com Sul-Americana.

    Gosto do Souza e o acho importante jogador para o grupo, mas, primeiro, precisamos parar de tratá-lo como cereja no bolo, pois é um jogador comum de boa categoria, apenas isso. Assim ele era tratado no São Paulo.

    Segundo, não concordo quando o chamam de mercenário, mas ele também precisa falar menos e jogar mais. Ele voltou a citar que vamos brigar “pela parte de cima na tabela”, porém, a partir do momento faz isso, a sua responsabilidade aumenta. Por essa razão, a cobrança de sua atuação contra o Ceará, pois ele foi aquém do que realmente pode.

    • heraldo permalink
      agosto 23, 2010 12:18 pm

      É isso mesmo Bruno, la em casa tinha uma empregada, que foi fazer café, a primeira vez, colocou uma colher de chá do pó do café, em 3 litros de agua, e 300 colheres das de sopa , de açucar, resultado, uma tremenda bosta.Fui lá conversei com ela e encinei como eu gostava de tomar o café, no outro dia o café estava do jeito que gosto,e olha o salario dela, por trabalher poucas horas diarias, era bem ruizinho, e aprendeu. Como minha nona, quando nas brincadeiras vai bater escanteio, ela coloca lá na marca do penalte a 2,50m de altura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: