Skip to content

Análises sobre as contratações

agosto 17, 2010

O zagueiro Vilson já é nome confirmado no Grêmio. Trata-se de um jogador que Renato Portaluppi o conhece bem, pois trabalhou com ele no Vasco da Gama em 2008 e esteve no Vitória, rival do Bahia. Não posso avaliar se é uma boa contratação, por essa razão, busquei informações de um colega rubro-negro, Lucas Serra, um dos moderadores do blog EC Vitória Notícias, a respeito de Vilson:

Vilson foi contratado para ser reserva no Vitória, pois temos dois bons zagueiros: Wallace e Anderson Martins. Só que quando um dos dois não podia atuar (seja por contusão ou suspensão), normalmente era Vilson que entrava em campo. Ainda assim, ele disputava a vaga com outro zagueiro, o Reniê.

Lembro-me que suas primeiras partidas não foram muito boas, provavelmente pelo nervosismo ou por falta de ritmo… Mas depois, ele surpreendeu a torcida e conseguiu reverter um pouco a imagem dos primeiros jogos. Vilson chegou a fazer algumas boas partidas, mas também vacilou em outras. Acho que ele acertou mais do que errou.

Acredito que Vilson seja um bom reserva, uma vez que ele aqui não conseguiu a titularidade. Afinal, se fosse bom o bastante, brigaria por uma vaga no time titular, embora ele tenha jogado mais vezes no Campeonato Baiano e no Campeonato do Nordeste (o Vitória normalmente usa o time misto, ou o “time B”, como preferir). Por outro lado, se fosse ruim, a torcida já tinha trucidado ele. Então a minha opinião final é que ele é regular. Foi até uma surpresa pra mim a saída dele, já que o clube não tem muitos zagueiros.

*

A contratação de um lateral-esquerdo me faz abordar duas hipóteses. A primeira delas é que Renato prefere Neuton como zagueiro. A segunda é que Fábio Santos e Uendel não dão confiança. Aliás, este somente jogou na Copa da Hora, não foi bem e até hoje procuro entender a sua serventia para o Grêmio.

A lateral-esquerda ainda conta com Lúcio, que deve mesmo permanecer no Grêmio, e Gilson pode ser a primeira opção para brigar pela vaga. Logo, não se surpreenda se houver dispensas no setor. E para entender mais sobre o novo lateral-esquerdo, abaixo está a análise sobre Gilson, feita por Luís Hansen, moderador do blog Torcedor Paranista:


Gilson se destacou jogando pelo Cascavel no Campeonato Paranaense. Por isso, o Paraná o contratou. Ele fez 13 jogos pelo Tricolor. Nas primeiras seis partidas, ele foi um jogador e nas outras sete restantes, foi outro. O motivo se deve que durante a Copa, ele recebeu uma proposta para sair, porém a diretoria bancou a sua permanência, tanto para ele quanto para qualquer outro atleta. E coincidentemente o futebol dele diminuiu.

Mas, ele motivado, a avaliação que faço é esta:

Pontos fortes: No ataque. Ele possui bom drible, velocidade e sabe jogar na diagonal também. Não faz somente o papel de ala colado no lado do campo

Ponto fraco: No cruzamento. Apesar de chegar com facilidade na ponta-esquerda, o cruzamento deixa a desejar.

Dúvida: defesa. Como o Paraná costuma jogar com 3 zagueiros, a marcação dele não pode ser avalidada tão bem, mas não prejudicou quando precisou ajudar neste função.

A contratação foi boa e pode ser uma peça importante pelo lado esquerdo.

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: