Skip to content

Triste desabafo

agosto 6, 2010

Na noite desta quinta-feira, assisti apenas a um jogo, que foi o empate do Grêmio e Goiás pela Copa Sul-Americana. Sei que muitos colegas gremistas também assistiram a partida entre Internacional e São Paulo pela Libertadores para secar o tradicional adversário, o que é uma atitude normal em uma rivalidade como a que vivemos. Uma eliminação do rival em “La Copa” seria ótima depois de mais uma partida sem vitória do Grêmio.

Porém, aprendi uma lição quando a situação era oposta a atual, em que o colorado secava e o gremista comemorava, na década de 90: não adianta secar, quando o outro lado passa por uma grande fase. Por essa razão, não perdi meu tempo fazer número com a torcida do São Paulo, pois sabia que a vantagem do Inter era muito grande e o time deles é maduro o suficiente para não deixá-la escapar. No final, estava certo.

Sei que parece estranho escrever a respeito de um jogo do Inter, se este blog é do Grêmio. Garanto que esta não é a minha intenção, pois o que pretendo é expressar a tamanha tristeza quanto à realidade do nosso Tricolor, em comparação ao outro lado. Será que a década de 2000 é um calvário semelhante aos anos 70? Não vivi essa época, mas parece que sim. O Inter pode ter sorte? Sim, diga-se, muita. Ainda assim, Grêmio também a teve quando era o Rei dos Pampas. Afinal, a sorte acompanha aquele que faz o bom trabalho, todos sabemos disso. Logo, não há como tirar o mérito colorado.

Enquanto o Inter fez uma partida espetacular, contra um grande clube como o São Paulo pela Libertadores, fora de casa num estádio lotado, o Grêmio joga uma Sul-Americana contra o Goiás, num Serra Dourada deserto em um duelo morno. Pior do que isso é ver que nas atuais circunstâncias e pelo futebol demonstrado nesta noite, não iremos longe nesta competição. Triste realidade.

Ao mesmo tempo em que o Internacional conta com dirigentes de pulso, um presidente e um diretor de futebol que vão atrás dos interesses do clube e demonstram grande força nos bastidores, o Grêmio é o símbolo do descaso. Temos um presidente que já se mostrou incapaz de nos dar as glórias de que tantos nos acostumamos, um diretor de futebol que nos envergonha e um técnico incompetente para comandar um clube de tamanha grandeza. É duro admitir isso, mas vejo o Grêmio se apequenar.

No jogo desta quinta, consegui ver a maior parte da partida (não a assisti na íntegra). O que vi? Um amontoado de jogadores sem fazer uso de um padrão tático, uma zaga alta que sofre com ataques aéreos, fragilidades nas laterais e um técnico covarde, pois não tem coragem de ousar e, quando faz substituições, insiste em cometer os mesmos erros.

Silas tirou Hugo, que surpreendentemente, fazia uma boa partida, para usar Fábio Santos. Nem nos instantes finais, ele se prontificou em colocar Souza em campo. Resultado? Dois meses sem vencer em partidas oficiais, mais um jogo fora do Olímpico sem sair vitorioso. Desculpem, até posso concordar que trocar de técnico não é uma solução mágica, mas de nada adianta ter um treinador covarde, que não compreende a palavra ousadia.

Pior disso é ver que nada mudará neste instante. Silas continuará e Meira não dá sinais de que cairá. Enquanto sofremos com essas personificações do conformismo de uma campanha patética, o torcedor gremista tem que suportar humilhações. Levamos até “olé” de torcedor do Avaí e perdemos para um Prudente com um jogador a menos. Agora, vamos aguentar a festa colorada, pois enquanto eles comemoram a vaga no mundial, lutaremos para não cair para Série B.

*

Off-Topic: Análise de Grêmio 1×1 Goiás será feita pela Daiane.

*

Post-Scriptum: A partir de agora, irei aderir de forma mais enfática a campanha “fora Meira”. Não  é mais admissível que esse sujeito continue nos afundando.

Imagem: Blog Azul, Preto e Branco

6 Comentários leave one →
  1. Leonardo permalink
    agosto 6, 2010 2:48 am

    Será que o Meira vai esperar até ser ameaçado de morte pra largar o osso, pegar o boné e partir para o inferno?

  2. agosto 6, 2010 9:02 am

    Muito bom post, escreveste muito bem. Tem uma imagem do jogo que filmam o Silas e ele bate no peito e pede para os jogadores terem mais coração. Isto, demostra que os jogadores não estão mais jogando para ele. Eu não consegui escutar os comentários após o jogo, até pq as rádios de POA foram para o jogo do sport clube inominável. e nem a rádio do Grêmio cubriu o vestiário, mas até imagino a reação do Duda: não gostei, o time não atuou bem… espero que mude para o final de semana…Meira: o time está crescendo, não fez o primeiro tempo bem, mas vamos trabalhar e melhorar…Silas: se o Meira falou tá falado.Sinceramente, ser torcedor gremista não é fácil, ver seu time se arrastando em campo, sem tática de jogo algum, dirigentes insipientes que não conseguem trazer investimentos ao clube. Mas é isto, o bom é saber que até o final do ano eles vão embora e nós e o Grêmio sempre ficamos.

  3. Bento permalink
    agosto 6, 2010 10:00 am

    Teu texto está excelente. Parabéns! Conseguiste expressar o sentimento atual do verdadeiro torcedor. Estamos nos sentindo exatamente assim, desanimados, vazios, observando um GRÊMIO acéfalo, sem coração, pequeno. Vivi intensamento os gloriosos anos 90 do GRÊMIO. Vi o nosso time ser multicampeão, não importando muito quem estava vestindo o manto sagrado. Ao vestí-lo, o jogador tornáva-se um guerreiro, superando qualquer limitação. E toda a diferença estava naqueles que davam as primeiras diretrizes, nas cabeças pensantes e que seriam responsabilizadas por fracassos ou vitórias: DIRIGENTES. Naquele tempo eu enxergava convicções, atitude, inteligência, estratégia, como peças que vão se encaixando perfeitamente num jogo de quebra-cabeça. Essa é a diferença. Daquele tempo para hoje. Do nosso clube de hoje para o rival. Em breve teremos eleições e será uma nova oportunidade para vermos os verdadeiros GREMISTAS dirigindo o nosso clube, aqueles que incorporem o espírito da superação, da indignação, da vontade de vencer e que crie meios para isso. Do vencedor. Chega de figurantes.

  4. Giovani permalink
    agosto 6, 2010 3:04 pm

    Concordo plena e totalmente com oq escreveste,estou me sentindo humilhado,envergonhado,em depressão,frustrado e sem esperanças.
    Parece realmente q o Presidente Duda está completamente ISOLADO,PERDIDO na direção,e se agarra com unhas e dentes ao Meira,pq se ele sair,não ficará NINGUÉM pra pegar essa barca furada,estamos indo rumo a 2ªdivisão e só cego é que não vê isso,mais de 2 meses sem vencer,empatar contra o timéco do Goiás e pior q isso:ver os colorados cada vez mais no alto e daqui a pouco vão nos passar em títulos mundiais e empatar em Libertadores,aí não teremos mais NADA a comemorar,em relação a eles,ainda mais levando SURRA nos GRENAIS,mais de 20 derrotas em relação a eles!
    Enfim….FORA MEIRA,FORA SILAS,FORA KROEFF!Antes q seja tarde demais e acabemos pela 3ªves na segundona,isso seria o fim,acho que não iria aguentar essa situação,ainda mais pelo que pode vir desses “sortudos” da beira do lago,outra vez no Mundial.
    Lamentável!!!

  5. Vitorino Mesquita permalink
    agosto 6, 2010 4:41 pm

    Bruno:
    Grande postagem, concordo contigo.A sorte acompanha quem trabalha, já passamos por isso. Os nossos são toscos amadores e espero que a tragédia não fique maior.

  6. giovani montagner permalink
    agosto 6, 2010 11:34 pm

    tinha até medo de falar sobre esse assunto aqui.
    ontem pensava sobre isso, os momentos distintos que passam Grêmio e time do aterro, devem-se a qualificação dos dirigentes.
    o que eles fizeram com o nosso Grêmio?!
    a desculpa dos problemas financeiros não cola mais, ou não sabiam deles quando candidataram-se? não usem mais esse argumento, então caiam fora e deixem outros com mais criatividade buscar soluções.
    isso tudo me lembra um post a pouco tempo: a necessidade de renovação do conselho deliberativo. é lá onde são tomadas as decisões importantes do clube; é lá onde “surgem” os dirigentes; e o pior de tudo é que são sempre os mesmos!
    devemos cobrar principalmente direção e comissão técnica, mas não podemos esquecer destes senhores conselheiros, responsáveis diretamente dessa década perdida e que agora estão todos escondidos ou fazendo o jogo da imprensa vermelha.
    saindo o protesto amanhã, espero que os conselheiros sejam cobrados também, essas pessoas que só querem manter seus privilégios, alguns com outros interesses.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: