Skip to content

Grêmio está sem forças nos bastidores

agosto 3, 2010

Os erros de arbitragens contra o Grêmio se tornaram uma constante nas últimas temporadas. Embora não goste de citar as falhas dos homens de apito,  há ocasiões que isso se torna inevitável. Assim como muitos colegas gremistas, também estou cansado de ver o Tricolor garfado pelos árbitros.

Todavia, sinto que o clube não faz o suficiente para combater este e outros problemas, como o tratamento dado pela imprensa. No Internacional, não se percebe isso. Pelo contrário, a diretoria colorada, apesar de errar muitas vezes, mostra uma força nos bastidores que inexiste no Grêmio.

Podemos questionar os métodos utilizados, mas fato é que Fernando Carvalho defendeu os interesses de seu clube ao lutar para que a Sul-Americana 2008 classificasse para a Libertadores 2009, assim como lutou e obteve sucesso em garantir a antecipação da janela de transferências. Foi justa? Não acho, mas ele defendeu os interesses de seu clube, isso foi justo.

Na imprensa esportiva do Rio Grande do Sul, os poucos gremistas conscientes protestam contra a desigualdade no tratamento dado aos dois clubes. Não se trata de paranóia, pois o desequilíbrio nunca foi tão forte. Basta comparar os tratamentos dado ao Grêmio na Libertadores 2009 e ao Inter em 2010.

Existem ainda outros exemplos disso. Afinal, quantos blogs colorados há em comparação aos blogs gremistas na RBS? No blog Dupla Explosiva, também da filial da Globo, por que mais que o dobro de posts estão relacionados ao Inter em comparação ao Grêmio? Por que a RBS lançou um vídeo e uma corrente pela Libertadores em 2010 e não fez o mesmo em 2009?

Há gremista que protesta, seja pelo blog ou pelo twitter, contra essa discrepância. Porém, o que faz ro conselho de administração do Grêmio? Absolutamente nada. Parte da imprensa, seja gaúcha ou no sudeste, desrespeita o clube e os mandatários tricolores  seguem omissos.

Caso que comprova essa pasmaceira que domina o Grêmio é a atitude do editor da revista Placar, Sérgio Xavier. Ele, que tem a coragem de dizer que torce pelo Tricolor, faz um post chamado gremistas de racistas e os nossos dirigentes se fingem de cegos, sem fazer um protesto formal. Agora vê se o mesmo tratamento é dado ao Inter.

Quando o assunto é arbitragem, mais uma vez fomos prejudicados no Grenal. Não estou culpando apenas o Sálvio Spinola pelo empate sem gols, uma vez que mesmo que ele tenha nos sonegado dois pênaltis (um cometido por Bruno Silva e o segundo por Sandro no final do jogo), o Grêmio não teve competência em matar o rival quando teve chance. No entanto, é inegável que mais uma vez fomos prejudicados. Não se trata de choro, apenas uma constatação óbvia.

Porém, o Grêmio segue parado, indiferente quanto aos abusos da arbitragem. De que adianta o presidente Duda Kroeff fazer um pequeno desabafo contra a arbitragem sem realizar uma atitude mais efetiva para combater esse problema? Já vimos outros clubes brasileiros fazerem um escarcéu por conta dos erros dos árbitros, realizando um protesto  formal junto à CBF ou produzindo dossiê ou até DVD. Mas no Grêmio, nada semelhante é feito.

Portanto, sigo acreditando que quase todos os jogos teremos que nos queixar de arbitragem, assim como continuaremos a reclamar do tratamento dado por parte da imprensa esportiva. Afinal, o nosso Grêmio cada vez mais deixa claro que está sem forças nos bastidores para reverter esse quadro.

*

Off-Topic 1: Pela segunda vez, Joilson foi recusado pelo Atlético Paranaense. Na primeira vez, o atleta foi reprovado nos exames médicos e depois da nova e fracassada tentativa de negociá-lo, ele será reintegrado ao grupo de Silas. Contudo, um jogador que sequer se mostra capaz de atuar no clube paranaense, pode ser usado pelo Grêmio?

*

Off-Topic 2: Parece que a volta de Tcheco é mera especulação. De fato, a atitude e a indignação do ex-capitão gremista fazem falta ao Grêmio. Mesmo assim, o seu retorno não revelaria uma infeliz dependência a ele? Se for, não vejo benefício ao Grêmio, apesar de todo gremismo de Tcheco.

*

Post-Scriptum: Desculpem se exagerei em alguma colocação, porém, este post é mais um desabafo, uma indignação pelo momento que vive o Grêmio somado a todos os outros problemas.

Anúncios
24 Comentários leave one →
  1. Josemar permalink
    agosto 3, 2010 11:36 am

    Esse lance de racismo tambem me deixa chateado.
    Realmente sempre tem o lance da macacada, macacos e realmente isso não é legal.
    Claramente no jogo contra o Cruzeiro na Libertadores,eu estava lá, quando o Eli Carlos foi entrar em campo os torcedores do Gremio fizeram aquele Uh,Uh,Uh, tipico de macacos.

    Parecia quando o Etoo ia entrar em campo pelo Bracelona e a torcida do adversario fazia esse mesmo som.

    Coloque na conta do torcedor do Gremio o latente separatismo, a falta de respeito com o Hino Nacionall. Faltando com respeito ao torcedor que nao nasceu no RS. Pra mim a grande culpada chama Geral do Gremio.

    Josemar, gremista,mas nao esses ai racistas e separatistas.

    • Daniel permalink
      agosto 3, 2010 12:22 pm

      Isso já foi explicado várias vezes e a imprensa, ao que parece, prefere ignorar. O apelido de “macacos” dado aos torcedores do inter é por causa das imitações feitas por eles da maneira de torcer gremista. Quanto ao caso do Eli Carlos, foi uma resposta à MENTIRA que ele inventou pra tentar prejudicar a imagem do Grêmio e desconcentrar o time no jogo de ida, acusando o Máxi Lopes de chamá-lo de macaco.

      Não nasci no RS, mas nunca fui desrespeitado por outro torcedor gremista por isso. Cantar hinos e bancar o patriota não tem nada a ver com respeito. Respeitar é saber aceitar as diferenças e tradições de cada pessoa ou de cada região e, ao contrário do que a mídia tenta passar, isso não acontece mais no sudeste do que no sul. A maioria dos paulistas e cariocas considera os nordestinos que vivem lá como invasores, que foram pras suas cidades viver do crime ou da mendicância. Sem contar a televisão tentando impor a porcaria do funk carioca como “a música do povo brasileiro” e outros dejetos que eles chamam de cultura só porque saem do eixo.

  2. Josemar permalink
    agosto 3, 2010 12:52 pm

    Entao Daniel voce respeita o hino do Gremio cantando outro hino???
    Porque é isso q acontece em quase todo jogo do Olimpico.quando gremistas cantam o hino do RS quando é executado o Hino Nacional. Vc acha isso certo???

    Quando falei do desrespeito aos torcedores nao gauchos,quis dizer q o Gremio é um time Nacional e nao regional ou gaucho em sua totalidade???

    Já percebeu q em todos os jogos do Gremio quand joga fora do Olimpico quando é executado o hino Nacional os gremistas cantam o do RS. Vc assistiu o jogo contra o Santos na Vila? Aconteceu isso!!!

    Abs

    • Daniel permalink
      agosto 3, 2010 3:12 pm

      Como eu disse, um hino é uma coisa simbólica, cantá-lo não quer dizer que você respeite mais o seu país do que ninguém. Muitos jogadores cantam o hino a plenos pulmões quando estão em campo e, fora dele, se comportam como playboyzinhos. Todo o comprometimento que dizem ter pelos clubes e pela nação é, na verdade, pelo dinheiro. Enquanto isso, gente honesta e trabalhadora muitas vezes nem conhece direito a letra ou o seu significado (o que é absolutamente normal pela linguagem arcaica em que foi escrito).

      Eu me lembro bem do que aconteceu na Vila Belmiro e, se você também assistiu, deve ter visto que os torcedores do Santos não estavam cantando o hino brasileiro até perceberem os gremistas cantando o do Rio Grande. Eles só começaram pra abafar o som do hino gaúcho e não por patriotismo.

      Se não cantar o hino é desrespeito, usá-lo só pra fazer pirraça é ainda pior.

  3. Sérgio Xavier permalink
    agosto 3, 2010 1:09 pm

    Bruno, já que fui citado em seu post, acho que vale uma breve resposta. Sobre o racismo em si, o Josemar “que tem coragem de dizer que é gremista” já falou por mim. Dizer que a história do macaco veio da imitação e não da cor da pele é uma deprimente miopia. Podemos ser gremistas, Bruno, torcer pelo time e mesmo assim seguir usando todas as áreas do nosso cérebro. Não são coisas incompatíveis. Podemos ser gremistas e ver erros no Olímpico. Podemos também nos livrar de uma paranóia que só atrasa nossas vidas. Na estreia do Grêmio, Ozéia fez um escandaloso pênalti no Serra Dourado que não foi marcado. E depois foi mal expulso. Erro a favor do Grêmio e erro contra. Os juízes erram, para lá e para cá. O dossiê colorado ajudou bem a afundar o time naquela reta final. Bom, admito que sou um gremista diferente, 20 anos longe da terra mudam a cabeça de alguns.

    • Daniel permalink
      agosto 3, 2010 3:40 pm

      Pior que a miopia é a presunção de sempre tentar ver mais do que existe. As palavras só têm os sentidos que são dados a elas. Mesmo que o termo tenha surgido em uma ofensa racial, não é usado com essa conotação atualmente (note que mesmo os torcedores brancos do internacional são chamados de “macacos”).

      Ninguém nega que haja racistas entre os torcedores do Grêmio, como pode haver em QUALQUER TORCIDA, mas ao contrário do que você insinua, não somos nenhuma gangue neonazista e apelar para esse tipo de comparação demonstra de falta de argumentos.

      Se não achou justa a revolta dos gremistas com a presença da cor vermelha no uniforme, tem todo o direito de rebater e defender seu ponto de vista, mas lançar contra milhões de torcedores uma acusação generalizada por causa disso não foi uma atitude madura da sua parte.

    • agosto 3, 2010 6:10 pm

      Sérgio, vamos lá.

      Eu já chamei um colorado de macaco. Quer saber como era esse colorado? Garanto que não era negro, pois ele é branco, loiro e olhos azuis. Ele está mais para alemão do que para brasileiro. Esse exemplo simples, banal, apenas mostra que quando a maioria dos gremistas usa o apelido “macaco”, não se dirigem a um negro no Inter, e sim a instituição Sport Club Internacional, independentemente de qual seja cor dos integrantes que compõem tanto a torcida como o clube.

      Em suma, não sou hipócrita de negar a existência de racismo na torcida gremista, assim como existe racismo em qualquer torcida. Até a “limpa” história do Sport Club Internacional possui episódio de discriminação racial, conforme relatos de Lupicínio Rodrigues. Mas garanto que dizer que todo gremista que grita “macaco” usa esse termo como forma de discriminação racial é digna da postura de uma pessoa que não sabe o que é a torcida do Grêmio.

      Portanto, da maneira que procedeu o seu post, não posso concordar, apenas lamentar. Pior de tudo é a maneira que apareceu, usando como justificativa para uma polêmica que deveria ser dada como certa. Particularmente, não achei nada demais usar a camisa listrada do Grêmio para colocá-la semelhante a do São Paulo. Pelo contrário, acho que a edição de arte teve boa bolada. Mas obviamente que grande parte da torcida gremista não pensaria assim, devido à forte rivalidade com o Inter. Experimente pintar a camisa do Inter de azul para ver o que acontece. Logo, não era necessário aquele post, ainda mais quando relata uma mentira, ajudando no estereótipo bastante presente no Brasil de que gremista é racista.

  4. agosto 3, 2010 2:16 pm

    Sérgio, esse é um debate mais longo. Devido ao curto espaço de tempo neste momento, terei o prazer colocar a minha opinião logo mais.

    Abraço.

  5. Luiz, Torcedor do Imortal Tricolor, permalink
    agosto 3, 2010 2:23 pm

    Josemar, VC NÃO É GREMISTA NEM AQUI E NEM NA CHINA! o HINO DO RS é imensamente mais importante pra nos q o brasileiro, ou não sabes q olhando pela politica a gente do sul estamos muito a frente de la e ainda somos prejudicados pelos comandantes q veem de la, somando isso o orgulho de brasileiro é besteira, orgulho gaucho é real assim como o gremista, e o “macaco” existe a decadas.. racismo? naum sei talvez eu estava longe quando isso surgiu, agora pq acabar com isso? é racismo? não pode ser q não, talvez seja pelo caso de o grêmio ate 50 não aceitar jogadores negros? desculpa, mais creiu mas q o macaco seja por falta de inteligencia, e garanto q se naum foçe a geral o gremio naum existiria da mesma forma q foi e q é, o q me faz ser gremista de alma, é ver aquela torcida q naum para de apoiar, as vzs com o macaco mais o q q tem? quale nunca ouviu a outra q cantam em todos os jogos, pingos de amor ta lembrado? é, deve ser tão gremista q nunca ouviu, ao menos pra naum tocar nela, é melhor torcida e . tendo o inter toma no c# ou olha a festa macaco, naum intereça é a melhor e eu gostaria de fazer parte dela porem sou menor de idade e moro a 400km de POA, mais é isso ai, se é mesmo gremista olha pra traz e NÃO FALE ASNEIRA, e ajude a a GERAL a apoiar naum gosto das musicas com macaco? não canta elas, ajuda com as outras, e faz o q gremistas fazem apoiar sempre “somos gremistas sempre apoiando..”, pois torcida calada não leva time a titulo algum, não necessita, encerro por aqui! GRÊMIO IMORTAL TRICOLOR, JAMAIS NOS MATARÃO!

  6. Josemar permalink
    agosto 3, 2010 3:23 pm

    Ei Luiz Torcedor do Imortal que se frusta pq nao pode ir na Geral.
    Cara vcs do Sul cm vc disse sao tao politizados e cultos ne!??!
    Tu ja ouviu falar de respeito??? Pq eu nao tenho q cantar o hino brasileiro,mas eu respeito,assim cm nao tenho q cantar o hino do RS,mas eu respeito.

    Sao pessoas cm vc,jovens, demonstrando o pq da torcida do Gremio ser tao separatista. O ”orgulho gaucho” como se eu nao fosse gaucho.

    Vc sabia q temos a sexta maior torcida do Brasil? Sera q esses gremistas sao todos gauchos??
    A maioria nao é gaucha e nunca nem pisou no Olimpico, vc sabia??

    O Bruno,desde blog, ele é gaucho? Nao,paulista.

    Quando o Gremio ganhou Libertadores 95, Brasileiro 96 ou Copa do Brasil 94 e 97 tinha Geral??? Qual foi o titulo de expressao q ganhamos com a Geral??? Deixa eu pensar, nenhum cara.

    Geral=nenhum titulos

    Orgulhoso por ser gremista,gaucho e brasileiro

  7. Josemar permalink
    agosto 3, 2010 3:25 pm

    Ei Luiz!!!
    Esqueci, racismo é crime cara, cuidado!!!!
    Vc envergonha o RS cara!!!! Racista!!!!

  8. Claudio COLORADAÇO permalink
    agosto 3, 2010 3:45 pm

    Os resultados do gremio vem dentro de campo , se não esta em boa colocação na tabela ai é assunto pra psicólogo resolver ou a direção está pecando em algum ponto com os jogadores pq é eles que resolvem lá dentro e não bastidores !
    Bruno , então pelo seu post o São Paulo nem precisa jogar contra o Inter no morumbi? Se os méritos vem dos bastidores é só escalar o juiz e ta resolvido a história? abraços

    • agosto 3, 2010 6:19 pm

      Claudio, em nenhum momento disse que lutar nos bastidores é garantia de vitória. Tanto que o Inter, mesmo com a vitória que obteve ao antecipar a janela, pode ser eliminado. Mas é inegável que o clube obteve uma vantagem com isso. Assim como também não sou adepto à teoria da conspiração, mas fato é que ao árbitros estão errando demais contra o Grêmio, que ao mesmo tempo se mostra fraco em superá-los com a bola rolando. Não tiro a falta de mérito do Grêmio pela sua posição atual, apenas me queixo os erros constantes de arbitragem e que a diretoria deve sim formalizar um protesto. Só isso muda as coisas? Não, mas ao menos o clube não se mostrará conivente com tais negligências.

  9. Frederico permalink
    agosto 3, 2010 5:20 pm

    Esse Josemar so sabe dizer besteira, é f# aguentar os macacos enrustidos. Pelo menos o Claudio morangaço abre o jogo.
    Agora sobre as arbitragens, vejo todo o ano isso, não é roubo descarado, mas parece que é proibido por exemplo dar penalti a favor do Grêmio!
    Existe por jogo também diversas reversões de faltas, lances somente cobrado ao Grêmio e não aos adversários, etc.
    Na tv fica as vezes dificil ver mas na cancha é bem obvia a coisa.
    E sobre a Geral, não faço parte dela mas acho uma torcida que é fundamental para o Grêmio. Todo mundo sabe que a força do Monumental vem detrás daquela goleira. E é uma torcida que da de 10 em qualquer outra do Brazil.

  10. Josemar permalink
    agosto 3, 2010 5:27 pm

    Sou mais gremista que vc Frederico!!!!
    Se vc acha que tudo que tem no Olimpico e na torcida do Gremio parabens vc acaba de se tornar a presunçoso cara.
    Acha mesmo que tudo no nosso clube, torcida e torcedores esta tudo completamente certo??
    Que é isso, o pior cego é aquele q não quer ver!!!!

  11. agosto 3, 2010 6:23 pm

    Toda essa balela de racismo ou preconceito vem para tentar explicar uma coisa normal no mundo do futebol. A rivalidade.

    Por mais que o apelido MACACO não tenha sido criado com uma intenção racista, aquele torcedor do Grêmio com a cabeça quente vai chamar o torecedor do Inter de macaco de forma ofensiva, falando “chupa”, entre outras coisas.

    O torcedor do Inter também chama o torcedor do Grêmio de viado, assim como os torcedores paulistas insinuam que todo São Pauli no é bambi, ou seja gay.

    Toda essa forma de xingamentos partem de pessoas de cabeça quente, num momento de jogo e de pessoas sem argumentos.

    Acho que a falta de argumento é o principal motivo para que haja apelidos agressivos entre as torcidas. E cá entre nós, não existe apelido não agressivo que pegue. Apelido pra pegar tem que irritar o outro.

    Tudo isso é normal, não sejamos hipócritas. Discutamos as conquistas de Inter e Grêmio, não é subjetivo e é muito mais saudável.

  12. agosto 3, 2010 6:27 pm

    Falta de argumento: essa é a razão para os insultos entre torcidas.

    A torcida do Grêmio insultou a do Inter quando o Inter ganhou tudo em 2006.

    A torcida do Inter insultou muito a do Grêmio lá em meados de 1995, quando era o Gr~emio quem ganhava tudo.

    Os antis paulistas nos últimos tempos destilaram sua ira contra o meu São Paulo, nos chamando de gay, viado, bambi, bixarada e etc, porque o São Paulo ganhou tudo nos últimos anos. É assim mesmo, o insulto é a falta de argumento.

    E sem essa de, AAAH mas quem considera um insulto ser chamado de gay é preconceituoso. PORRA eu não sou gay, não gosto de homem, é lógico que vou cvonsiderar um insulto ora bolas, mas não ligo muito por considerar a discussão coisa de gente sem argumento lógico

  13. agosto 3, 2010 6:27 pm

    Galera, aprovo o debate, concordo com uns e discordo de outros, assim como vocês também têm total autonomia de discordar aquilo que escrevo neste espaço. Mesmo assim, vamos manter a cordialidade, não vejo razão para um agredir o outro. O assunto é válido e o debate também. Mas tudo perde o sentido se um atacar o outro. Peço, por gentileza, que seja mantido o nível do blog, sem ataques pessoais. Grato.

  14. Alfredo Carlet permalink
    agosto 3, 2010 9:57 pm

    Insisto, qual o motivo de não divulgarem os integrantes da decisiva conaf…?

  15. Alfredo Carlet permalink
    agosto 3, 2010 10:10 pm

    Frase histórica de influente mandarim vermelho: “Futebol se ganha muito fora de campo”.
    Deixemos a ingenuidade de lado…

  16. giovani montagner permalink
    agosto 4, 2010 5:13 am

    as arbitragens tem prejudicado sim o Grêmio, durante a copa do brasil foi ridículo. quanto a imprensa é muito fácil observar a repercussão de uma notícia de lá e a mesma de cá, fiquem atentos e percebam.
    muito boa a frase que o alfredo nos trouxe, o jogo de bastidores influência muito, a frança que o diga… ou vocês acham que se um irlandês colocasse a mão na bola a frança iria ficar de fora do mundial? sempre quando falam da espanha campeã do mundo digo que ela tem méritos sendo um deles o da equipe mais ajudada pela arbitragem na copa.
    a torcida do Grêmio é tão racista quanto qualquer outra e essa conversa de “macaco” já foi bem dito, não pela raça de jogadores ou torcedores do rival. pode ter sido esse o sentido original, não o é mais.
    josemar, a geral é importantíssima. eu fico emocionado com a dedicação dela. claro, como qualquer torcida, ou mesmo pessoas, cometem seus excessos. não se considere menos gremista por não ir ao estádio, sou um que raramente vai, mais por falta de grana mesmo. nem sócio sou, mas é só me formar que darei um jeito nisso.
    luiz, não caia nessa conversa de que somos mais politizados, cultos, limpinhos, cheirosos que o restante do brasil, é só o que querem nos fazer acreditar. não somos melhores nem piores, somos iguais. temos um desenvolvimento maior em alguma coisa, pior em outra, o que é perfeitamente normal num país de grandes dimensões onde nunca foi feito um planejamento para desenvolver igualmente as diferentes regiões, foram apenas iniciativas pontuais. podemos perceber isso no rio grande do sul mesmo, na metade sul e metade norte.

  17. Rennan Oldra permalink
    agosto 4, 2010 2:43 pm

    Velho o apelido de macaco não tem nada a ver com racismo, para de viajar.
    Está certo, que certa parcela da torcida não pensa como eu, mas e porque tu não fala da torcida do Inter que chamam os gremistas de “gaymistas”, “gazelas”? Ou será que isso não é preconceito?
    É isso mesmo, vamos mostrar os dois lados da moeda!

  18. agosto 4, 2010 2:57 pm

    Exatamente isso que defendo. A hipocrisa que a imprensa e parte dos colorados é extrema. Os mesmos (em grande parte)que se enchem de moral de nos chamar de “racistas”, são os que usam os termos “gaymistas” ou “gazelas” como ofensa, salientando a homofobia. Não é preconceito? Esse tipo de hipocrisia que irrita.

  19. Alfredo Carlet permalink
    agosto 4, 2010 11:50 pm

    conaf= comissão de arbitragem da cbf.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: