Skip to content

As idéias de Roth e discussões sem sentido

junho 15, 2010

Foto: Divulgação (direita) e Mauro Vieira (esquerda)

Celso Roth se apresentou ao aterro e começou o festival de mimos com o seu atual clube. Tudo bem, não deixa de ser uma atitude um tanto trivial no mundo do futebol. Contudo, o técnico me chamou atenção num pequeno detalhe, ao afirmar que há muito tempo não possuía um grupo com tanta qualidade e que não conquistou grandes títulos porque os grupos anteriores estavam “no limite”.

Em parte, compreendo, uma vez que não posso discordar que o Grêmio de 2008 nos surpreendeu no Campeonato Brasileiro e brigou pelo título até a última rodada. Porém, essa frase se torna contraditória em relação aquilo que Celso Roth pregou na sua estadia no Olímpico. Uma vez apresentado como técnico do Grêmio, pela terceira vez, imediatamente o mesmo disse que a equipe que estava em suas mãos tinha qualidade para conquistar qualquer título. Se comparar a sua frase no aterro, podemos dizer que ele se enganou?

Não é de surpreender, afinal, Roth sempre foi o tipo de pessoa que se isenta de responsabilidades, coloca a culpa em terceiros e enxerga o seu próprio umbigo. Talvez por isso que jamais tenha firmado um trabalho em longo prazo. Até hoje não esqueço que, depois de dizer que o grupo que tinha em mãos poderia conquistar qualquer título, afirmou que esse mesmo grupo era limitado, após as eliminações do Gauchão (numa salada tática inacreditável) e Copa do Brasil em 2008. Tampouco me esqueço dos atritos públicos à direção, que enfrentava Deus e o mundo para mantê-lo.

Sobre a discussão de quem é melhor, Silas ou Roth, é mais uma polêmica com intuito exclusivo de fazer ibope e sem se preocupar com uma análise construtiva. Oras, com todo respeito, comparar a carreira de um profissional que está apenas quatro temporadas na profissão e, somente neste ano se encontra num grande clube, com outro que há mais de duas décadas está como técnico chega a ser covardia.

Mesmo assim, vale uma análise. Silas, em menos quatro anos (começou como técnico no Fortaleza em 2007) já conquistou dois estaduais, equivalente a que Celso Roth obteve ao longo de sua carreira. Por isso  Silas é melhor que Roth? Não, apenas uma constatação de que o atual técnico gremista ainda terá mais oportunidades na sua carreira do que o novo técnico do aterro.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. giovani montagner permalink
    junho 16, 2010 2:32 am

    o time do Grêmio de 2008 não tinha ataque, faltou isso na hora da decisão. não podemos negar o exito do roth naquela campanha, como também o acaso que o levou a montagem da equipe.
    tanto silas como roth são apostas. apesar do curriculo e tempo na profissão, o celso não conseguiu ser campeão de nenhum título expressivo muito menos permanecer um longo período na mesma equipe. já adianto que não gosto do silas, porém considerando os fatos, vale mais apostar no silas.
    não quero parecer um gremista chato, na verdade estou tentando ser isento, porém o plantel dos moranguinhos não é tudo isso que a imprensa e seus torcedores exaltam.

  2. Claudio COLORADAÇO permalink
    junho 16, 2010 5:10 pm

    Sex Roth é Sex Roth ,depois de treinar o Football Porto alegrense vem com essa de agora treinar um time melhor , coisa de mercenário que não aprovo , mas como bom colorado e gaúcho vou dar um crédito a ele , ou vai ter a Glória total ou afunda de vez como um técnico que não conseguiu em seu curriculo um grande título em uma grande equipe do futebol brasileiro , abraços a todos ai 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: