Skip to content

O calendário brasileiro ainda é problemático

maio 4, 2010
Foto: Ducker (www.ducker.com.br)

Em meio à festa da conquista do Santos no Paulistão 2010, Dorival Junior esbravejou contra o calendário brasileiro e o ritmo exagerado que os clubes brasileiros. Segundo o técnico santista, não há tempo para festejar e muito menos para treinar. Situação igual vive muitos campeões estaduais.

A crítica de Junior é justa. Afinal, assim como o Santos, o Grêmio não tem tempo para festa, pois já se focar contra o Fluminense pela Copa do Brasil nesta quarta-feira (05) e logo depois viaja para Goiânia para enfrentar o Atlético Goianiense no sábado (08), na estréia do Brasilerão 2010. Nesse ritmo frenético, Silas precisa conter a euforia justa e natural dos jogadores e ainda achar tempo para armar sua equipe.

É inegável o avanço do calendário brasileiro no aspecto organizacional, principalmente após a criação dos pontos-corridos. No entanto, o torcedor brasileiro ainda não tem direito a festejar suas conquistas, assim como os técnicos não têm tempo para treinar e os jogadores para descansarem. Esse é o nosso calendário, atolado de compromissos.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. Sancho permalink
    maio 4, 2010 8:10 pm

    Se o Brasileiro fosse em apenas um semestre e em turno único, como um “torneo corto” argentino, e os estaduais fossem reduzidos à 19 datas (as mesmas que ficariam para o Brasileiro, p.e.), isso estaria resolvido. As festas ocorreriam em junho e dezembro, haveria tempo para treinar, etc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: