Skip to content

Pico merece segunda chance?

março 30, 2010

Foto: Tatiana Lopes

“Todos na vida merecem uma segunda chance”, essa é uma frase muito utilizada no nosso dia a dia e, em muitos casos, tal afirmação não deixa de ser verdadeira. Talvez essa seja a grande questão que envolva o lateral-esquerdo Anderson Pico. Ele merece uma segunda chance no Olímpico?

Pode ser que ele esteja recuperado da péssima e vergonhosa condição física para um jogador profissional. No entanto, de nada adianta correr até recuperar a sua forma física, se ele continuar com o mesmo comportamento imaturo de antes. Um atleta moderno deve ter comprometimento com o clube que lhe paga o salário e isso Pico ficou devendo no Olímpico.

Quando ele surgiu no Grêmio, havia expectativa de que mais um grande jogador estava surgindo nas categorias de base. Muitos diziam, inclusive, que Pico tinha uma característica semelhante ao Roberto Carlos, pela sua força ofensiva e seu chute potente.

Entretanto, meses depois, Anderson Pico decaiu muito no time gremista. Após um primeiro turno bom no Brasileirão 2008, tornando-se um dos responsáveis pela bela campanha, o seu futebol sumiu na reta final, fazendo com que a perda do título também passasse pela lateral-esquerda.

A displicência de Pico era bem clara. Em muitos jogos, pouco se esforçava para marcar, errava chutes de forma bisonha (comprovando a falta de treinamento quanto a esse fundamento) e se apresentava das férias sempre acima do preso e com uma barriga assustadora. Tais comportamentos são inadmissíveis num clube sério como o Grêmio.

Por essa razão, ele foi emprestado ao Figueirense, para que recuperasse o seu bom futebol. No clube catarinense, Pico, para variar, estava fora de forma e passou um mês se recuperando fisicamente. Mesmo assim, o lateral nunca obteve destaque e foi afastado do time principal, caindo para o Figueirense B.

Anderson Pico é aquele jogador que tem grande habilidade e potencial, mas é desprovido de uma mentalidade séria e acaba caindo em suas próprias armadilhas. Caso ele tenha de fato mudado, o Grêmio passa a ganhar com a volta dele. Se, porém, Pico continuar com o mesmo comportamento, então que seja repassado para outro clube interessado.

4 Comentários leave one →
  1. março 30, 2010 6:52 pm

    E por que não dar uma segunda chance para ele? Se criou responsabilidade e não desaprendeu a jogar, bem vindo. Só que é uma aposta. Posso queimar a língua depois. Espero que não….

  2. março 30, 2010 6:54 pm

    Caso Silas e a comissão técnica cheguem à constatação de que Pico está recuperado, fisicamente e mentalmente, então que seja bem vindo. Torço por isso, apenas fico com um pé atrás.

  3. Claudio COLORADÇO permalink
    março 30, 2010 7:53 pm

    Do Anderson Pico eu só me lembro que é só lá no Olímpico que ele mandava a bola com a mão da lateral lá na área , só isso que eu me lembre dele , abraços 🙂

  4. abril 1, 2010 11:58 pm

    Saber jogar ele sabe. Mas e a postura de profissional? Será que não faltou acompanhamento psicológico por parte do Grêmio?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: