Skip to content

Grêmio 2×0 Esportivo – Campeonato Gaúcho 2010

março 29, 2010

Foto: Jefferson Botega

O Grêmio não teve grandes sustos para bater o Esportivo pelo placar de 2×0. De quebra, o Tricolor alcançou o histórico recorde de 50 jogos de invencibilidade no estádio Olímpico (marca que merece uma homenagem), a 13ª vitória seguida, garantindo a liderança do grupo, além de chegar a 35 pontos na classificação geral do Gaúchão, seis a mais do que o segundo colocado.

No primeiro tempo, o Esportivo assustou em apenas um lance aos 29 minutos  em chute de Rodrigo Italo e só. Desde o início do jogo, o Grêmio mostrou que o gol era uma mera questão de tempo, pois já criava chances e empurrava o adversário em seu campo de defesa. E o gol chegou aos 12 minutos, com passe de Jonas pela direita e conclusão de William Magrão. Depois, Maylson e Jonas ainda tiveram chances de ampliar, mas desperdiçaram. No total, o Grêmio teve 13 chutes a gol na primeira etapa.

Já no segundo tempo, nada diferente. O Grêmio pressionou e chegou ao segundo gol com Maylson, aos 12 minutos, em belo lance de Mithyuê. O terceiro poderia vir num espetacular chute de fora da área de Mithyuê, mas Caio (jogador emprestado pelo Grêmio) fez uma excelente intervenção. Aliás, a goleada somente não se concretizou graças a ele. O bombardeio continuou e o Grêmio teve mais chances com Maylson, com mais uma grande defesa do goleiro adversário, e Bérgson, além de outras oportunidades.

Em suma, o Grêmio fez apenas o arroz e feijão, mas foi o suficiente para escancarar a diferença técnica em relação ao Esportivo e conquistar mais três pontos no Gauchão. O jogo também serviu para mostrar que Mithyuê tem um futuro brilhante se trilhar o caminho certo (inclusive, considero mais jogador que Douglas Costa). A boa fase de Maylson é inquestionável, enquanto que William Magrão alegou a todos os gremistas por ter atuado bem nos 90 minutos.

Apesar de não fazer gol, Jonas tem mais uma assistência anotada, mas William ainda não engrenou. Na defesa, Rodrigo segue seguro e quase fez um golaço de falta. Já Rafael Marques supriu bem a ausência de Mário Fernandes, embora sem grande exigência diante do Esportivo. Ferdinando teve mais uma atuação boa, assim como Edilson e Fábio Santos. Logo, o time está engrenado e ainda pode melhorar muito mais.  Por isso, o trabalho de Silas é positivo até aqui.


Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: