Skip to content

Vale a festa neste domingo

fevereiro 27, 2010

Foto: Fernando Becker

Nos últimos anos, o Campeonato Gaúcho sempre começa com o velho debate de que os estaduais não têm mais valor algum. Tal discurso aumenta quando esta competição cai em detrimento com algo maior, como uma Copa Libertadores ou uma Copa do Brasil. Acredito que esse debate seja inevitável nos tempos atuais e persistirá enquanto houver os campeonatos estaduais.

Já se foram os tempos que o velho Gauchão e assim como qualquer outro estadual tinham capacidade de definir se um ano foi bom. Geralmente, se um grande clube encerra a temporada com apenas um estadual, o torcedor não ficará satisfeito. Os tempos mudaram. A ambição de um grande clube é definida por um título nacional, continental e até mundial.

Por essa razão, sempre defendo a tese de que os campeonatos estaduais ocupam um espaço desproporcional à sua real importância, ao começarem ainda em janeiro e terminarem no final de abril ou começo de maio. Por isso, quando um clube disputa algo maior, ele é penalizado nesta competição. Ano passado foi o Grêmio, este ano o clube do aterro.

No entanto, essa discussão não pode tirar a festa de uma eventual conquista da Taça Fernando Carvalho. Não chega a ser um título, concordo, porém não podemos ser tão chatos e insensíveis de vermos o nosso clube erguer uma taça e tratamos isso com frieza. Caso o favorito Grêmio vença o respeitável Novo Hamburgo, o torcedor tem todo o direito de comemorar.

Como gremista, quero ver o Grêmio disputar qualquer taça que esteja em seu alcance e que não o prejudique em busca de um objetivo maior. Por isso, quero essa taça, principalmente se for entregue pelo dirigente deles. Ano passado, eles curtiram o ato de Fábio Koff com toda justiça, pois futebol é emoção e rivalidade. Este ano, pode ser a nossa vez. Essa é uma das graças desse esporte.

Caso vença, a Taça Fernando Carvalho estará no Memorial Hermínio Bitterncourt. Talvez ganhe um lugar de destaque nos primeiros dias, para que os torcedores a visitem. Mesmo não sendo um título, vale a festa nas arquibancadas.

Portanto, temos que separar as coisas. Nada muda o fato do estadual ser uma competição menor diante de outras prioridades, no entanto, isso não pode tirar a festa dentro dos estádios. Caso contrário, seremos um bando de chatos e esqueceremos que o futebol, acima de tudo, deve ser uma festa e lazer?

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: