Skip to content

As boas opções de Silas

fevereiro 24, 2010
É fato consumado para mim que neste 2010 a direção conseguiu montar um bom grupo de jogadores. A mescla de ‘veteranos’ contratados com os ‘talentos’ da casa tornou o Grêmio forte em campo e no banco de reservas. Resta a Silas, e está tudo nas mãos dele mesmo, fazer o bom trabalho que esperamos dele. Boas opções no grupo ele tem.

Fui ontem à tarde ao Olímpico assistir o jogo-treino Grêmio x Porto Alegre e pude comprovar. Mesmo que tenha sido contra um adversário que não impôs dificuldade alguma, a não ser uma cobrança de falta defendida por Marcelo Grohe. De resto o reserva de Victor e o terceiro reserva Matheus assistiram a goleada de 6×0.

O placar mostra a diferença. Os ‘reservas’ do Grêmio contra o Porto Alegre ‘A’, de centroavante Adão. Por isso mesmo os seis gols a zero pouco importam, para mim foi interessante ver sentado e com toda calma, sem cornetagem alguma, os futuros titulares da equipe Gremista.

1º Tempo > Marcelo Grohe; Edílson, Rodrigo, Saimon e Bruno Collaço; Adílson, Willian Magrão, Maylson e Hugo; Mithyuê e William (Bérgson).

A 1ª etapa acabou 2×0. Gols de William e Hugo.

Apostando em Bruno Collaço e Hugo pela esquerda, com a aproximação de Mithyuê, o time só jogou de um lado. Edílson e Maylson pouco fizeram pela direita.

2º Tempo > Matheus; Edílson, Neuton, Saimon e Joílson; Túlio, Fernando, Willian Magrão (Bruno Collaço) e Maylson (Adílson); Mithyuê e Bérgson.

Na 2ª etapa teve mais quatro gols, fechando os 6×0. Gols de Fernando, Willian Magrão, Bérgson e Maylson.

Na etapa complementar, Joílson começou pela esquerda(?) e após substituições foi deslocado para a meia(?). A equipe ficou com Túlio de primeiro volante, Fernando, Willian Magrão e Maylson sem posição fixa – ora marcando, ora apoiando.

O que eu vi

– As estreias de Rodrigo e Edílson eram o principal motivo de estar lá. Mais pelo lateral-direito do que pelo zagueiro. Era previsível a ruindade do rebaixável Porto Alegre, e por consequência a tranquilidade na zaga. Rodrigo fez bons cortes, se antecipou a jogadas, nada mais. Quanto ao lateral-direito Edílson o que se viu foi timidez no 1º tempo e mais futebol no 2º. Quando se soltou em campo subiu ao apoio uma única vez e mostrou ter bom cruzamento. Em falta cobrada à frente da área, provou ter o chute forte e com direção que alguns disseram. O goleiro soltou e no bate-rebate, o lance resultou no gol de William Magrão.

– O Grêmio estaria atrás de um zagueiro castelhano, que joga na América Latina e em um grande clube. Se trouxerem, tudo bem. Do contrário, não precisa. O jovem Saimon ainda precisa amadurecer, mas tem virtudes ‘evidentes’. Suas características são semelhantes a Mário Fernandes, se antecipa na marcação e gosta de subir ao ataque. E é firme na marcação. Ainda há o Neuton, zagueiro mais contido na marcação – onde faz bem o seu papel.

– Fábio Santos tem concorrente. E que ele continue a jogar o que vem jogando, pois tem gente pedindo passagem. O lateral-esquerdo Bruno Collaço fez uma ótima partida, fazendo dupla com Hugo e aparecendo no ataque durante a 1ª etapa. Foi dele, em tabela com o meia ‘sem grife’, a boa jogada do gol de William logo no início de jogo. Me surpreendeu o ‘guri’. Por falar em Hugo, fez um belo gol e deve brigar por posição na equipe. Seu problema foi se lesionar na hora errada, e começar a jogar só depois disso.

– Uma penca de bons volantes, todos jovens. Adílson, Willian Magrão, Maylson e Fernando. O primeiro da lista precisa chegar mais à frente, o seguinte está esbanjando categoria, o terceiro já é um cara do ataque e o último já faz até gol. Tudo bem, isso foi contra o Porto Alegre e não era preciso se preocupar em marcar ninguém. Com toda essa turma, ainda tem gente querendo contratar mais um. Mas eu entendo e de certo modo compartilho o pedido: falta o de contenção, camisa 5 às costas. Só tem um problema, eles não estariam em extinção? Se não, indique um aí.

* Ferdinando e Túlio, que jogou ontem, são volantes de contenção. Só que não agradam à torcida e por este motivo seria necessário um reforço para a posição. Para mim, quebram o galho no momento.

Mithyuê e Bérgson. Um já enche os olhos, o outro começa a encher. O meia-atacante, rápido e liso no drible, ousado nos chutes de média distância, encanta os torcedores e já se cobra de Silas não a titularidade, mas alguma regularidade no banco de reservas e entrada em jogos. Já o atacante Bérgson teve a oportunidade de jogar mais tempo. Bom porte físico, veloz e habilidoso. Fez um dos gols: na insistência, na trombada e na técnica.

William fez o primeiro gol da partida, só que saiu de campo lesionado sentindo a coxa logo depois. O atacante que veio do Avaí, indicado por Silas, não está dando sorte por essas bandas. É muita lesão, pouco jogo. Até aqui entrou somente em uma partida pelo Gauchão. Isso se torna um problema, pois se Borges porventura (Deus me livre!) se lesiona, quem o substituirá? Não haveria centroavante no momento. Dependeríamos de Jonas. Ou Bérgson. Nenhum centroavante de ofício. Roberson, uma alternativa, foi emprestado ao Juventude. Continuar apostando no ‘bichado’ William ou buscar no mercado mais um homem de área?

Anúncios
10 Comentários leave one →
  1. fevereiro 24, 2010 5:26 pm

    Volante de contenção: Souza, titular Palmeiras ano passado.

    • Rodrigo Rodrigues permalink*
      fevereiro 24, 2010 9:34 pm

      É um nome que me agradaria. Bom marcador e sabe sair jogando. Jogador muito voluntarioso nos poucos jogos que vi do Palmeiras ano passado. Seria uma boa contratação.

      Mas outro que me agrada e muito, e você me fez lembrar, é o volante titular do Palmeiras: Pierre. Só que esse é impossível. Talvez dos grandes times brasileiros, esteja aí o melhor volante das antigas do país.

      Abraço.

  2. fevereiro 24, 2010 5:49 pm

    Wallace, Anderson Martins ( Vitória ), Dutra ( Sport ) opções acessíveis para zaga.

    • Rodrigo Rodrigues permalink*
      fevereiro 24, 2010 9:45 pm

      Os dois primeiros não conheço. Dutra tem 36 anos e é lateral-esquerdo, não dá mais. Ou você quis dizer Durval, zagueiro de 30 anos contratado pelo Santos este ano? Também acho que não serviria.

      Abraço.

  3. giovani montagner madruga permalink
    fevereiro 24, 2010 8:02 pm

    nada a acrescentar. análise do grupo corretíssima.
    parabéns.

  4. fevereiro 24, 2010 9:52 pm

    Lógico, se viavel, Lugano seria o ideal.

  5. fevereiro 24, 2010 9:55 pm

    Infelizmente não é. Lugano é um jogador muito caro, somente um milagre para trazê-lo para o Olímpico. Uma pena, pois ele seria o xerifão da nossa zaga.

  6. fevereiro 24, 2010 9:55 pm

    Durval, não Dutra. Distração minha…

  7. fevereiro 24, 2010 10:01 pm

    Além de ter ido para o Santos, Durval de bom cabeceio e liderança, não é rápido. Os do Vitória seriam aposta como Rever, zagueiros que me agradam.

  8. fevereiro 24, 2010 10:10 pm

    Durval me veio à lembrança talvez por ser canhoto, chute forte, cabeceio. Já Wallace é rápido e tem imposição. A. Martins mais técnico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: