Skip to content

Imprensa doente

janeiro 14, 2010

Nunca gostei de entrar nesse debate de “imprensa vermelha”. Aliás, no outro lado, também existe o apelido “imprensa azul”. No entanto no Sala de Redação, após o e-mail lido pelo Cacaco, em claro tom de brincadeira, a respeito do “primeiro Grenal do Ano” em alusão a imprensa colorada, a indignação de seus colegas na sala mostrou como o chapéu serviu.

A atitude do Zé Alberto foi completamente deselegante e desproporcional. Muito mais digna de desconfiança é o que escreveu André Silva, da Rádio Gaúcha, pelo seu Twitter. Entre tantas asneiras, a que mais me incomodou foi esta: “estudei, paguei faculdade, assim como meus colegas pra ter de conviver e dividir espaço com esse tipo de gente.”

A frase do senhor André Silva é simplesmente lamentável e vergonhosa para a prática do jornalismo. Essa função não deveria ser, jamais, algo isolado e sem a participação de outros integrantes da sociedade. O papel fundamental da imprensa deveria ser o incentivo do debate a respeito de tudo que for de interesse público e a busca pela clareza e pela verdade.

Logo, cabe aos jornalistas lutarem ao lado daqueles que precisam de ajuda e, até mesmo, conviver ao lado de quem não tem dinheiro para pagar faculdade e nem oportunidade para estudar. Talvez isso seja utópico na atual realidade, mas se para me tornar jornalista é preciso ser igual ao caro senhor André Silva, então prefiro abandonar meu curso de jornalismo.

Muitos desses jornalistas “isentos” são os que mais merecem desconfiança. Admiro aqueles que não têm medo de mostrarem seus times de coração, pois pelo menos não caem na falsidade e na enganação ao público. Exemplos disso são os palmeirenses Mauro Beting e PVC, o corintiano Juca Kfouri, o gremista e editor da Revista Placar Sérgio Xavier e outros.

E, apesar de haver alguns focos de resistência (como PVC, Mauro César Pereira, Marcelo Damato e outros), a imprensa esportiva é o setor que menos tem compromisso com a verdade. Muitas vezes, não sabemos o que está por de trás de uma opinião de um profissional do meio e qualquer especulação ou  mero boato é publicado como se fosse uma verdade absoluta, sem preocupação em averiguar os fatos antes de serem mostrados ao público. Assim, o leitor  busca informações nas mídias esportivas e acaba saíndo ainda mais desinformado.

O princípio básico do jornalismo deveria ser o oposto dessa atual realidade, mas infelizmente parece ter morrido diante do dinamismo do mundo moderno. A arrogância (como a demonstrada pelo André Silva) e a falta de compromisso com a verdade parece dominar cada vez mais os meios de informação. Talvez por isso, que tantos amigos tenham apatia aos jornalistas, quando essa relação deveria ser oposta. Por isso, considero grande parte da imprensa, principalmente a esportiva, como doente.

Exemplo de jornalista "isento"

Download do programa Sala de Redação: http://audio.clicrbs.com.br/arqdownload.asp?file=84161.mp3

16 Comentários leave one →
  1. janeiro 14, 2010 1:24 am

    esse cara não merece ser jornalismo. É uma vergonha!

    • janeiro 14, 2010 1:48 am

      Bah, o cara se mordeu afu…

      Além disso, o Cacalo só falou a verdade… Todo mundo sabe que a imprensa esportiva gaúcha é totalmente colorada… A RBS só senta o pau no Grêmio, já faz tempo… Fernando Carvalho é Deus para a RBS… Por isso que não levo mais em conta esses “jornalistas”… Não vale a pena…

  2. Yuri Soares Ferreira permalink
    janeiro 14, 2010 9:12 am

    É meu amigo é duro essa realidade eu simplesmente as vezes até brinco com a historia de imprensa vermelha mais sei que tem varios representantes da melhor parte do sul (claro que a tricolor) porem uma pessoa assim é lastimavel não merece nenhum credito por este exato motivo ultimamente ao assistir meu jogos pela tv infelizmente ja que estou morando em brasilia eu muitas vezes devido ao comentarista ser conhecido pela preferencia clubistica eu coloco no mudo e ligo o radio em algum cd bom que me é mais gratificante

  3. Alisson permalink
    janeiro 14, 2010 9:28 am

    Tchê, vai pra 2 anso q

    • abril 13, 2014 11:54 pm

      quem fala q a rbs,e vermelha,e porqe nao tem o q fazer.vao achar o q fazer,seu bando de desocupado.idiotas elevados ao quadrado. inergumenos.a rbs,e 80 por gremio,o tropa de idiotas.

  4. Alisson permalink
    janeiro 14, 2010 9:31 am

    Tchê, vai pra 2 anos que eu não escuto mais rádio, não leio jornal e a TV só no mudo. Só me informo através de blogs independentes como esse.
    O site da ZH eu nem acesso, porque sei que cada “pageview” dá dinheiro pra eles!
    A imprensa oficial é imunda e há muitos intere$$e$ por trás. Isso não só no futebol, mas também em outros setores, como na política.

  5. Jotaele permalink
    janeiro 14, 2010 10:50 am

    Alisson, vc falou certo. Ha muito que não leio nem assisto rbs. E tambem faz tempo que falo do boicote que deveriamos fazer para esses programas esportivos. Nao e so da rbs, a bandeirantes tb faz o mesmo. So iniciassemos um boicote, logo eles mudariam pois haveria a pressao dos patrocinadores. Pra que ler esses idiotas? Eles nao trazem nada de jornalismo. Que informacao pode trazer um Zini da vida? nada. So pra desmerecer o Gremio e elogiar colorados. Boicotem eles. Nao assistam, nao leiam nada deles. Podem ter certeza que nao ficarao desinformados. Eles ha muito deixaram de ser jornalistas e sao somente torcedores tentando criar uma realidade virtual, que nao existe. Vamos ao boicote, gente. Espalhem a ideia. Chega da imprensa vermelha. Abrs.

  6. heraldo permalink
    janeiro 14, 2010 12:32 pm

    É por isso ,que a rede globo(matriz), o espn e o sportv, chamaram o carlos lino de santa catarina.Qualidade não se compra ,alias(paguei para me formar ou paguei o diploma), se adquire.

  7. janeiro 14, 2010 12:42 pm

    Bruno, obviamente o jornalismo esportivo é uma área um tanto dura porque envolve paixão. E nem sempre é fácil o sujeito falar de cabeça fria sobre o time pelo qual é apaixonado. Muitos jornalistas que vemos por aí não são mais do que torcedores, já que a paixão fala mais alto do que tudo o que ele aprendeu na faculdade. Existem estes casos e não são tão poucos assim.

    Por outro lado, com ou sem razão, jornalista apanha de qualquer lado. Na faculdade tínhamos o jornal Campus. A reitoria achava que o Campus era um órgão de oposição. Os alunos achavam que o Campus era um veículo de comunicação da reitoria. O mesmo jornal, buscando uma linha independente, e sendo atacado por dois lados opostos. Isso acontece também na política: se fala bem do Lula é petista, se fala mal é oposição, “imprensa golpista”, etc. E se jornalista tem que ter cabeça fria, geralmente quem critica tem a cabeça quente como a de um torcedor que acaba de perder um clássico.

    Como o Rio Grande do Sul tem a torcida dividida majoritariamente entre dois times, qualquer comentário contra ou a favor de um deles, e o jornalista prontamente é tachado de azul/vermelho, mesmo que não o seja.

    Eu considero correto, como jornalista, assumir o time do coração (mas sem ficar repetindo todo o tempo). Isso é um gesto de honestidade para com o leitor. Pra mim é mais fácil fazer isso, já que torço por um time estrangeiro; no meu blog, pouco escrevo sobre o Nacional (já que eu acho que isso não vai interessar muito ao torcedor brasileiro), mas em meu perfil escrevo que é o meu time. E quando é pra elogiar e falar bem, para dizer que tenho orgulho do time e etc, eu uso a parte de “comentários”, já despido da capa de jornalista e assumindo minha torcida. Considero que isso é uma forma de ser coerente e honesto com o leitor.

  8. Guto permalink
    janeiro 14, 2010 1:22 pm

    Grande jornalista esse hein, que não sabe nem escrever em português correto: “ParamÊtro” é indesculpável.

  9. janeiro 14, 2010 1:32 pm

    Tudo que eu podia falar já foi falado.

    Só tenho a acrescentar que segui um dia esse André Silva no Twitter. Quando ele tirou o troço pra blog, postando dez “tweeties” seguidos sobre o mesmo assunto eu parei.

  10. Társis Salvatore permalink
    janeiro 14, 2010 3:24 pm

    A brincadeira do Cacalo escancarou algumas paixões “secretas”, não é verdade?
    rs….

    abs!

  11. janeiro 15, 2010 9:38 am

    Cacalo foi o homem que foi ao microfone dizer que “a social correu da geral no beira-rio”, né?

    só pra refrescar minha memória…

  12. Nivo Ricardo Oliveira permalink
    janeiro 17, 2010 11:51 am

    Esta história de imprensa vermelha existe há muitos anos. Sempre levei na esportiva, apesar de, às vezes, me incomodar os exageros de elogios ao inter e de críticas ao Grêmio. Além disto, sempre achei que, quem trabalha no mundo futebol deve gostar de futebol e, consequentemente, torcer por algum time. Não me consta que chamar alguém de Gremista ou colorado represente uma ofensa. Mesmo profissionais, às vezes o sub consciente trai o sujeito e acaba saindo um comentário meio tendencioso. Normal. Agora, a desproporcional reação do tal de André Silva ao comentário do Cacalo me deixou pasmo. Sou ouvinte assíduo do Sala de Redação e da Rádio Gaúcha de Porto Alegre. Estava fora e só agora tomei conhecimento deste caso. Como cônsul do Grêmio aqui no estado de Alagoas decidi me posicionar. A partir de hoje, 17/01, nossa pré-jornada no nosso ponto de encontro para os jogos do tricolor, o mezzaninno da Churrascaria do Bigode, tradicionalmente na Rádio Gaúcha através da Sky, passará a ser na Rádio Guaíba ou Rádio Pampa. Vamos definir isto à tarde, a partir das 15:00 hs ( o jogo aqui é às 16:00 hs). Fica bem para todos. A poderosa Rádio Gaúcha não vai dar a mínima para isto e nós teremos nossos ouvidos poupados das opiniões de gente do nível dos André’s Silva’s e Nando’s Gross’s da vida.
    Ah, e se alguém tem alguma dúvida, este André Silva é, sim, colorado. Ou, pelo menos, um grande despeitado com o Grêmio.

  13. Alfredo Carlet permalink
    janeiro 18, 2010 1:27 am

    Impressionante, GRÊMIO na LIBERTADORES era PRESSIONADO para colocar titulares no Gauchão. êles colocam time B sem questionamento…..

    • janeiro 18, 2010 4:04 am

      Boa Alfredo! Muito bem lembrado.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: