Skip to content

O choro é livre

dezembro 9, 2009

Impressionante como a internet abre as portas para desocupados e irresponsáveis difundirem as suas teorias da conspiração. A partida entre Grêmio e Flamengo foi inquestionável no ponto de vista ético. Ambos os times entraram em campo para vencer e o Tricolor honrou a sua camisa. Mas é impossível agradar a todos, principalmente os recalcados.

A acusação de que Bérgson entrou em campo e disse a Douglas Costa “Não chuta mais a gol” é algo digno de uma averiguação por parte do Departamento Jurídico do Grêmio.  Não se trata apenas de uma corneta, e sim de uma acusação contra a ética do clube.

No entanto, o mais impressionante é que deram espaço para essa imbecilidade na imprensa esportiva, dando margem a uma polêmica completamente inconsistente e irresponsável. Nessas horas que há de se lamentar o dinamismo que tomou conta das mídias de informação, principalmente a internet, onde se publicam notas sem qualquer tipo de averiguação, fazendo com que leitores formem um conceito totalmente errado da realidade.

E assim esse tema foi levado até chamarem um especialista em leitura labial“Mesma coisa, mesma coisa, continua mesma coisa”. Neste caso, o jogador falaria a Douglas Costa para manter o esquema tático dentro de campo e não parar de chutar a gol. Tanto é que logo depois Maylson teve boa chance de empatar a partida e o Grêmio pressionou o Flamengo nos instantes finais. para mudar a versão da fala de Bérgson para

É sempre bom salientar que se for para considerar essa derrota de 2×1 do Grêmio para o Flamengo como jogo suspeito, então o que dizer de São Paulo 3×0 Internacional em 2008? O diretor colorado Fernando Carvalho afirma que o motivo do time misto foi a Sul-Americana, mas partida contra o São Paulo foi num domingo (02/11/2008) e o duelo contra o Boca Juniors foi numa quinta-feira (06/11/2008) em Buenos Aires. Havia tempo para jogar os dois jogos com força máxima. Além disso, o ex-presidente colorado Arthur Dallegrave e até torcedores do aterro torcedores do aterro queriam que o time entregasse. Portanto, que dignidade é essa que eles pregam?

Irresponsabilidades e imbecilidades a parte, o choro é livre. Se o Internacional obteve o seu Tri-Vice no Brasileirão em cinco anos (o que não chega a ser demérito), é porque não teve competência o suficiente para ser campeão brasileiro, assim como o Grêmio também não a teve em 2008. Mas é difícil de alguns assimilarem isso e assim vêm com papo de “Campeão Moral” de 2005 e 2009. Então parabéns a eles.

Como gremista, estou orgulhoso do que vi em campo no último domingo. Volto a afirmar que o Grêmio provou o que não precisava provar a ninguém, pois se trata de um clube Centenário e Campeão do Mundo, com a maior Torcida do Sul do Brasil. Mesmo assim, é com orgulho que presenciei um time que mostrou hombridade e soube honrar a camisa que veste. Por isso, amo ser gremista.


One Comment leave one →
  1. Claudio COLORADAÇO permalink
    dezembro 9, 2009 1:38 pm

    Somos Penta Vice na história como o grande São Paulo que também o é e é Tri Campeão do Mundo na qual nós vamos chegar lá .
    Mas quanto ao Bérgson eu acredito que ele tinha a orientação da direção de jogar a mesma coisa mesmo que pra isso tava todo mundo arriscando o pescoço com a torcida na volta a Porto Alegre srrsrs abraços a todos 🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: