Skip to content

Por favor, tragam Paulo Paixão

novembro 28, 2009

Foto: Mauro Vieira/ClicRBS

Segue a novela que evolve a contratação do técnico do Grêmio em 2010. O certo no momento é que Marcelo Rospide permanece integrado á comissão técnica e não será efetivado, enquanto Renato Portaluppi nem sequer é cogitado. Assim, podemos nos  limitar a duas opções: Dorival Junior ou Silas. Um dos dois deverá treinar o Grêmio na temporada que vem. Mas diante dessa incerteza, outro nome deve ser tratado com a mais absoluta convicção: Paulo Paixão.

É inegável que um dos fatores determinantes para o insucesso do Grêmio em 2009 vem da preparação física. O trabalho começou com o questionável Beto Almeida, quando Celso Roth ainda comanda na casamata tricolor. Não demorou muito para esse problema ser apontado pelos torcedores.

Depois da demissão de Roth, o time gremista ficou praticamente 40 dias a espera de Paulo Autuori e a sua comissão técnica, com o preparador Gilvan Santos. O problema continuou, mas não sabemos a até que ponto podemos culpá-lo pelo marasmo apresentado pelos jogadores gremistas em campo, principalmente fora de casa.

O certo é que o Grêmio forte e peleador em campo, depende muito de uma preparação física ideal. O time de 2009 passou longe disso, na preparação física e consequentemente na alma tricolor. Isso foi determinante para encerrarmos este ano com o Grêmio sem brigar pelo título ou garantir a passagem para mais uma Libertadores.

O Grêmio costuma contar com bons preparadores. Nos últimos anos em que batemos na trave na conquista da Libertadores e do Brasileirão, mesmo com time apresentando algumas limitações técnicas, tivemos o papel fundamental exercido por Flavio Trevisan e em seguida por Flavio Oliveira.

Mas Paulo Paixão é outro patamar. A sua história é vitoriosa, principalmente no Olímpico. Foi com ele que o Grêmio mostrou a sua soberania na década de 90 e início dos anos 2000.  A sua carreira vencedora seguiu com a seleção brasileira e até com o co-irmão, que muito pelo seu trabalho, justificou somente em 2006 o nome que tem depois de 97 anos.  Agora, Paulo Paixão se desligou do CSKA Moscou e pode retornar ao Brasil.

Por isso, DIRETORIA, não deixe que essa oportunidade passar. Se ele cobrar um salário pouco acima dos R$ 100 mil, que assim seja. Para montar um Grêmio vencedor em 2010, é essencial ter um preparador físico vitorioso e não conheço outro melhor do que o Paulo Paixão para exercer essa função.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Alfredo Carlet permalink
    novembro 28, 2009 9:23 pm

    Preparo físico é fundamental.

  2. heraldo permalink
    novembro 29, 2009 10:33 am

    Papo de koff,cacalo,duda e mesteira,
    koff:e o paixão,
    cacalo: é bom,mas vai ajudar o GREMIO,
    pateta1(duda):vai ajudar o GREMIO?
    pateta 2(merdeira):então não tem perfil!
    koff,e cacalo juntos:temos que trazer o autuori!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: