Skip to content

Uma opção de emergência

novembro 24, 2009

Enquanto o Grêmio segue na sua procura por um técnico, o nome de Renato Portaluppi é relembrado por poucos gremistas e nem sequer é citado pela imprensa ou pelos dirigentes. Caso o Grêmio não consiga trazer Dorival Junior, a última tacada de Luiz Onofre Meira seria o técnico Silas.

Mas não sabemos se Silas será um nome bem aceito dentro do Olímpico, pela sua fama de pregar a sua religião no futebol e ainda não possuir bagagem entre os grandes clubes. Certamente, haveria pessoas influentes querendo a contratação de Renato, como já fez uma vez o ex-presidente Fábio Koff.

É preciso separar a história do jogador Renato Portaluppi com o técnico Renato Gaúcho. O atleta tem uma história imortalizada, campeão da América e do Mundo e se tornou o maior ídolo de muitos gremistas. O técnico já ganhou uma Copa do Brasil e foi vice da Libertadores, mas ainda busca o amadurecimento no cargo. Entretanto, prefiro Renato a efetivação de Rospide ou a contratação de Silas.

Também há pontos relevantes na contratação de Renato. Ele pode  ser o elo de  paz, mesmo que momentânea, entre direção e torcida.  E é aquele técnico que faz  o time correr, mostrar garra e suar a camisa. Seria uma vertente diferente a de Paulo Autuori, de bom agrado para boa parte da torcida. A restrição apenas cabe ao seu histórico recente de péssimos resultados e a falta de inteligência tática. Mas no silêncio, Renato pode surgir como uma opção.

Anúncios
8 Comentários leave one →
  1. novembro 24, 2009 7:47 am

    Se para os gremistas a notícia da renovação do Adílson com o Cruzeiro foi ruim, para nós foi muito bom saber que poderemos contar com a continuação do bom trabalho que o técnico tem feito até aqui, mesmo que a imprensa medíocre e tacanha de BH (boa parte dela) insista em perseguir o comandante do Esquadrão Celeste.
    Para o Grêmio eu acho que o melhor nome no momento seria mesmo o de Renato Gaúcho que tem o respeito da torcida tricolor e é um técnico promissor. Acho que o Grêmio deveria apostar todas as suas fichas nele.

  2. novembro 24, 2009 8:23 am

    Tambem acho que Renato tem que estar a frente de Silas nessa escolha, e eu nunca achei que a culpa pelo fracasso do Fluminense fosse só dele, o time do Fluminense ficou traumatizado pela perda da Libertadores e não se encontrou mais no Campeonato Brasileiro, enfim Renato pra mim sempre vai ser um bom nome. abraço.

    Saudações do Gremista Fanático

  3. Filipe Almeida Hackford permalink
    novembro 24, 2009 2:07 pm

    O Renato pra Libertadores era um bom nome onde a motivação é muitas vezes o fator determinante e não tanto a técnica. Num campeonato de pontos corridos ele precisaria de um bom time melhor pra se sair bem, e acho que ele pegando um time fraco como o atual ele poderia passar por uma trapalhada e o fato de que ele tá muito “acariocado” também poderia ser ruim. No geral eu também prefiro ele do que esses 2 nomes em questão. Sobre o Silas, ele tinha essa religiosidade desde a época de jogador, isso demais pode gerar divisão entre os jogadores “santos” e “capetinhas”.

  4. tarsischwald permalink
    novembro 24, 2009 3:10 pm

    Percebi pelo Carlão que a “impresa medíocre” é a base do jornalismo esportivo brasileiro ahahahha

    Não sou muito a favor do Renato, não me convenceu como técnico, ainda.

    Acho que essa história do Silas ser Pastor é besteira, o que importa é o cara saber montar um bom time, indicar jogadores bons e baratos que querem fazer história no maior do Sul.

    Por mim eu tentaria ainda o Dorival ou o Silas mas com o Rospide como auxiliar e com salário reajustado, 15 anos de amor e trabalho duro pelo Imortal ele merece esse reconhecimento. E não existe reconhecimento maior do que aumento de salário, acreditem!

    Abs!

  5. Ricardão permalink
    novembro 24, 2009 7:30 pm

    Claro, se vc quer a série b em 2011, o renato certamente será o técnico ideal!!!!

  6. Alfredo Carlet permalink
    novembro 24, 2009 11:34 pm

    Dorival Junior é sério, trabalhador. Mas sem preparador físico competente, zaga com velocidade, meio campo compacto, laterais diferenciados e atacantes goleadores, além de dois goleiros confiáveis, não chegaremos perto da LIBERTADORES. Aliás, Libertadores só em 2011. Perdemos tempo em 2009, nos atrasamos por erros primários de avaliação.

  7. Alfredo Carlet permalink
    novembro 25, 2009 12:05 am

    Faltou o fundamental: força política junto à CBF, FGF, rede Globo.

Trackbacks

  1. Portal do Grêmio » Uma opção de emergência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: