Skip to content

Mata-mata no Brasileirão é retrocesso

outubro 23, 2009

A proposta da Rede Globo

Não é de hoje que a Rede Globo de Televisão vem combatendo de todas as formas a fórmula de pontos corridos, existente desde o Campeonato Brasileiro 2003. Por isso, vejo com naturalidade a mais essa tentativa da emissora carioca em voltar com o mata-mata no campeonato.

O que a Globo propõe é um monstro digno de ser chamado de Frankenstein, com um torneio de pontos-corridos de dois turno, todos contra todos, em que os três primeiros colocados garantem a vaga na Libertadores.

A fase seguinte haveria um mata-mata entre os oito primeiros colocados para decidir o campeão. Se o campeão não for um dos três primeiros colocados da fase anterior, este fica, além do título, com a vaga na Libertadores. Caso um dos três já classificados para a competição sul-americana ganhe o Brasileirão, o time que chegar mais longe no mata-mata e que ainda não obteve a vaga na Libertadores passa a ficar com ela. Complicado não é?

Além disso, a proposta da Globo passa por outros problemas. Se o Campeonato Brasileiro já é suficientemente longo com 20 clubes se enfrentando em dois turnos, como fica com mais um mata-mata logo em seguida? O nosso calendário já está saturado por conta do enorme espaço que os campeonatos estaduais ocupam por razões meramente políticas entre a CBF e as federações estaduais, fazendo com que os clubes não tenham uma pré-temporada digna, como ocorre na Europa.

Então imagine com mais um mata-mata depois de 38 rodadas? E qual seria a viabilidade de uma fase tão longa para decidir apenas os três classificados para Libertadores e mais os oito para o mata-mata?

Trocar os pontos-corridos pela fórmula megalomaníaca da rede Plin-Plin é trocar o simples pelo complicado. Acima de tudo é retroceder depois de tanta luta para que o Campeonato Brasileiro, enfim, tivesse uma fórmula fixa e justa para os clubes.  Agora resta o bom senso dos nossos dirigentes em não aceitar tamanha loucura.

Pontos-corridos

A fórmula dos pontos-corridos é extremamente importante para o desenvolvimento dos clubes brasileiros e aqueles que possuem planejamento claro só têm a ganhar com esta fórmula.

Com pontos-corridos, um patrocinador pode investir mais no clube, pois tem a certeza de que a sua marca será estampada por todo o campeonato e não apenas uma fase. O torcedor pode planejar a venda de ingressos antecipados caso o clube disponibilize esse serviço, como ocorre na Europa.

A atual fórmula obriga o clube a se planejar e criar uma infra-estrutura adequada. Aquele que não seguir essa tendência, dificilmente conseguirá se manter entre os primeiros. Portanto, o clube se vê obrigado a se desenvolver, o que para o torcedor é uma ótima notícia.

Seguindo neste aspecto, os pontos-corridos são mais justos.  Imaginem um clube que passou a maior parte liderando o Campeonato Brasileiro, para que apenas uma ou duas derrotas no mata-mata desmorone tudo que foi conquistado. É necessário que haja um campeonato que premie aquele que tiver melhor planejamento, consequentemente melhor elenco e estrutura.

Neste ponto, vejo que a dupla Grenal está no caminho certo, com os dois times sempre entre os dez primeiros colocados desde 2006 e brigando por título. Mesmo que atualmente haja uma hegemonia paulista, podemos dizer que há sim clubes fora desse eixo se estruturando e brigando por título. O Cruzeiro de 2003 é um exemplo disso e Grêmio e Internacional são os clubes não paulistas que caminham mais próximo de quebrar essa sequência de títulos de São Paulo.

Mitos contra os pontos-corridos

Dizer que os pontos-corridos não têm emoção é muito subjetivo. Oras, particularmente, vejo emoção nesta fórmula, que possui várias finais dependendo dos confrontos e da classificação. Os confrontos decisivos sempre ocorrem tanto para quem briga pela parte de cima da tabela quanto na parte de baixo. Até há clube que gosta de Sul-Americana (conhecemos um).

Outro mito está na média de públicos de todas as edições dos Campeonatos Brasileiros. Não existe tamanha disparidade entre antes e depois dos pontos corridos, exceção à edição de 2004, conforme dos números:

1971: 20.360

1972: 17.590

1973: 15.460

1974: 11.601

1975: 15.985

1976: 17.010

1977: 16.472

1978: 10.539

1979: 9.136

1980: 20.792

1981: 17.545

1982: 19.808

1983: 22.953

1984: 18.523

1985: 11.625

1986: 13.423

1987: 20.877 (considerada apenas a Copa União)

1988: 13.811

1989: 10.857

1990: 11.600

1991: 13.760

1992: 16.814

1993: 10.914

1994: 10.222

1995: 10.332

1996: 10.913

1997: 10.497

1998: 13.487

1999: 17.018

2000: 11.546 (considerados apenas o Módulo Azul e a fase final da Copa João Havelange)

2001: 11.401

2002: 12.866

Pontos-corridos

2003: 10.468

2004: 7.556

2005: 13.600

2006: 12.300

2007: 17.461

2008: 16.714

2009: 16.262 até o momento

Outras competições mata-mata

No Brasil, os clubes disputam muitos torneios mata-mata. São estaduais, Copa do Brasil, Copa Libertadores e Copa Sul-Americana. Será que é necessário mais um torneio mata-mata?

Aliás, a Copa do Brasil pode cobrir essa lacuna do mata-mata, apenas precisa ser melhor preparada pela CBF, com a inclusão de todos os clubes que disputam a Libertadores e talvez com a extensão do torneio para toda temporada, como ocorre nos campeonatos europeus. Não vejo necessidade de termos dois torneios nacionais com fórmula mata-mata.

17 Comentários leave one →
  1. outubro 23, 2009 7:43 am

    Eu concordo e tambem acho que emoção não falta com os pontos corridos, são mesmo varias decisoes dentro do campeonato e seria um grande retrocesso sim, ainda mais sendo só pra atender interesses da globo, interessante esse levantamento sobre a media de publico atraves da historia do Brasileiro e vem aumentando gradativamente, abraço.

    Saudações do Gremista Fanático

  2. Sanchotene permalink
    outubro 23, 2009 9:01 am

    Bruno,
    A proposta da Globo é horrível, mas teus argumentos estão errados. Depois, me explico.

    Um abraço.

  3. Alisson permalink
    outubro 23, 2009 1:18 pm

    Cara, concordo com teus argumentos.
    Porém, eu gostaria que o mata mata voltasse porque acho que só assim pro Grêmio ser campeão novamente!
    Um abraço!

    • outubro 23, 2009 1:44 pm

      Alisson, não acho que seja preciso o mata-mata voltar para que o Grêmio seja campeão. Ano passado só não fomos por pura incompetência, já que perdemos pontos contra o Goiás (a última derrota no Olímpico) e naquele bisonho empate com o Figueirense. Se tivéssemos ganho esses dois jogos – e mais uma série de derrotas imperdoáveis, como Vasco e Vitória – o título teria vindo com sobras, com várias rodadas de antecedência inclusive.
      Em 1996, quando o Grêmio ficou em 6º na primeira fase e foi campeão, vale lembrar que a três rodadas do final da primeira fase, estava na briga pela liderança com o Atlético-PR. Mas o Felipão, sabiamente, abriu mão porque a liderança da 1ª fase e “nada” eram muito parecidas (o Cruzeiro, que ficou em 1º, foi eliminado nas quartas-de-final pela Portuguesa, 8ª colocada), e poupou os melhores jogadores para as finais. Fosse pontos corridos, não podemos dizer com exatidão se o Grêmio seria campeão (afinal, não existe história do “se”), mas com aquele time teria plenas condições de chegar ao título.
      De resto, concordo totalmente com os argumentos do Bruno.

      Abraços e saudações tricolores para todos!

  4. heraldo permalink
    outubro 23, 2009 2:20 pm

    Imitão que é imitão tem tradição,primeiro classico do imitão:
    entonces GREMIO 10 x 0 imitão.ks,ks,ks,ks

  5. CAMPEAO DO MUNDO FIFA permalink
    outubro 23, 2009 4:03 pm

    TEM QUE SER MUITO OTARIO PRA QUERER PERMANECER COM ESSA FORMULA DE PONTOS CORRIDOS. DESDE QUANDO ESSA FORMULA E A MAIS JUSTA? ATE PARECE QUE UM BARUERI OU SANTO ANDRE DA VIDA TEM CONDICOES DE CHEGAR AO TITULO JOGANDO NESSE FORMATO. MATA-MATA E O MAIS JUSTO POIS TODAS AS EQUIPES TEM CONDICOES DE CHEGAR AO TITULO. ATE QUEM TA DISPUTANDO PRA NAO CAIR TEM CHANCES. A FORMULA DE PONTOS CORRIDOS PREMIA AS EQUIPES COM MELHORES CONDICOES FINANCEIRAS. NAO E A TOA QUE A MAIORIA DOS CAMPEOES SAO DE SAO PAULO. PELA VOLTA DO MATA-MATA JA.

    • Juande Ramos permalink
      outubro 23, 2009 5:37 pm

      Que colorado mais chato.

  6. outubro 23, 2009 9:52 pm

    Sempre teremos agumentos para defender a fórmula de pontos corridos ou a de mata-mata, dependendo de qual das duas prefiramos. Mas não dá para negar que os títulos estão sendo monopolizados pelos clubes paulistas na fórmula atual, quer seja por seu poder econômico, sua competência ou sua força política. Se continuar assim, o campeonato brasileiro corre o risco de ficar igual a todos os campeonatos europeus. Seja na Espanha, Itália, Alemanha, Holanda ou Inglaterra, os títulos invariavelmente acabam nas mãos de dois ou três clubes grandes, raramente surge alguma novidade.
    Também não acho que alguma ideia tenha que ser considerada necessariamente ruim apenas porque partiu da Rede Globo, embora eu saiba que a preocupação da emissora não é com o futebol, mas sim consigo mesma.
    Pra terminar, com relação a qual das duas formas seria mais justa, eu pergunto:
    Quem falou que o futebol tem de ser justo?
    Se o futebol tivesse que ser obrigatoriamente justo, não deixavam os árbitros entrarem em campo.

  7. outubro 23, 2009 11:13 pm

    Também acho que deve continuar com pontos corridos mesmo.

    Eu por exemplo, sou flamenguista e estou vendo emoção de sobra nesse BR’09. Alias, que disputa é essa pelas primeiras posições, hein…

    Abraço a todos!

  8. heraldo permalink
    outubro 24, 2009 7:34 am

    Imitão que vem aqui , não sabe que a sonda é paulista!

  9. Claudio COLORADAÇO permalink
    outubro 24, 2009 6:08 pm

    Inventar mata-mata no Brasileirão é tranformá-lo em uma copa do Brasil que já tem , por isso sou contra !!

  10. igor permalink
    outubro 24, 2009 6:15 pm

    o grenal passa em canal aberto?

    • outubro 24, 2009 6:29 pm

      Não acredito, Igor. Naturalmente o Grenal não passará na TV aberta de São Paulo e nem Rio. Já em Porto Alegrem não ocorrerá, pois o jogo acontece na cidade.
      No Sportv haverá um compacto do jogo, se eu não me engano, à 0h30. Mas ao vivo, acredito que só há três maneiras: no aterro ou em pay-per-view ou se der sorte, pode achar um site que transmita o jogo.

  11. Claudio COLORADAÇO permalink
    outubro 25, 2009 12:04 pm

    É bom falar em aterro nessa hora pq é lá que vamos enterrar a pretensão de acredi9tarem papai noel de certos torcedores gremistas em querer o título ahahah , abraços Brunão 😉

Trackbacks

  1. » Blog Archive » A ECONOMIA POLÍTICA DO FUTEBOL BRASILEIRO I
  2. Mais sobre pontos corridos x “mata-mata” « Cão Uivador
  3. Mais sobre pontos corridos x “mata-mata” | Cão Uivador

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: