Skip to content

Direito de resposta

outubro 13, 2009

No dia 8 de julho de 2009, foi publicado no blog Grêmio 1903 um artigo produzido pelo blog Grêmio Libertador, com os nomes dos 13 conselheiros que assinaram a lista de presença e não estiveram presentes à votação de redução da Cláusula de Barreira. Entre os conselheiros que estavam na lista, encontra-se o nome de Leandro Ioschpe Zimerman, que fez o comentário justificado a sua ausência, conforme o texto abaixo:

Caro Sr. Bruno
Acabo de descobrir esta mensagem, e escrevo para lhe afirmar que indignado fiquei eu ao ler meu nome citado deste modo pelo senhor, sem ao menos antes tentar se informar do que acontece no mundo real e na vida das pessoas. Sou médico e saí de um atendimento de urgência no Hospital simplesmente para comparecer a reunião, dar quórum à mesma e colocar minha opinião, como sempre faço. Infelizmente a situação exigiu meu retorno ao Hospital antes de iniciados inclusive os trabalhos. Perguntei se poderia votar naquele momento, sendo-me informado não ser possível, razão pela qual eu me retirei. O senhor pode ficar incomodado com esta ausência minha na hora de votar, mas posso lhe afirmar que eu fiquei muito mais incomodado ainda, mas tenho certeza de que fiz o certo. Agora, daí a imaginar posições políticas inexistentes e expor pessoas que se esforçam de um modo absurdo para que o Grêmio seja mais ainda do que é, parece-me injusto. O senhor tem obviamente todo o direito de se manifestar publicamente, mas queria deixar clara a minha profunda decepção com estes comentários. Nunca fugi de nada, e não será a primeira vez.

Caro conselheiro Leandro Ioschpe Zimerman, eu achei justo publicar o seu direito de resposta. Antes de qualquer coisa, quero deixar claro que confio plenamente no blog Grêmio Libertador, pois é um meio formado por gremistas que lutam por um Grêmio mais democrático e seus membros são isentos de qualquer influência política existente no nosso clube.

Além disso, sugiro que leia também a nota do próprio blog a respeito do questionamento feito por outro conselheiro que igualmente teve o nome dele nesta lista (link: Grêmio Libertador).

Deixo registrado o pedido de desculpa pela inconveniência, mas acredito que esse tipo de mal-entendido não ocorreria se as atas das reuniões do Conselho Deliberativo fossem mais acessíveis aos sócios do Grêmio e consequentemente aos demais torcedores gremistas.

Por essa razão, assim como foi sugerido pelo blog Grêmio Libertador, faço a mesma sugestão. Que seja colocado um projeto que obrigue o acesso dos associados às atas das reuniões do Conselho Deliberativo e que todas as decisões sejam com o voto aberto. Acredito que assim, o Grêmio se torna mais democrático e o sócio passa a ter uma visão política mais crítica, sabendo escolher aquilo que for melhor para o nosso clube. Quem ganhar com isso, sem dúvida, será o nosso Grêmio.

Anúncios
One Comment leave one →
  1. outubro 14, 2009 8:28 am

    Concordo com a ideia de tornar mais acessivel alguns documentos e tal pra quem quer ver, com certeza Bruno seriam evitados esses desentendimentos ai, mas espero que esteja já tudo esclarecido, valeu Bruno, abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: