Skip to content

As lágrimas de Jonas

setembro 21, 2009
tags:
Foto: Daniel Marenco  - ClicRBS

Foto: Daniel Marenco - ClicRBS

Ao fazer o quinto gol na goleada contra o Fluminense, Jonas não resistiu e permitiu que as lágrimas saíssem pela emoção do momento especial que vive no Grêmio. Nada mais justo, visto que Jonas quase se tornou um vilão na tarde do último domingo e saiu como herói. Do pênalti perdido, quando Tcheco deveria ser o cobrador oficial, Jonas saiu como artilheiro do Campeonato Brasileiro após 25 rodadas, com 13 gols, ao lado do badalado Adriano do Flamengo.

Essa trajetória de virada e superação é algo que vem simbolizando Jonas em toda a sua história no Grêmio. Depois de uma temporada discreta em 2007, o atacante foi emprestado à Portuguesa para a disputa do Brasileirão 2008, quando marcou 10 gols, mais do que nossos atacantes; insuficiente, porém, para livrar a Lusa do rebaixamento.

Quando voltou ao Olímpico para esta temporada, Jonas estava na lista dos dispensáveis, junto com Ramon, Tadeu, Peter, Nunes e Bruno Teles. Tudo indicava que o atacante seria transferido a outro clube, segundo o próprio André Krieger, então diretor de futebol.

Mesmo assim, Jonas ficou no Grêmio, mas como patinho feio. Para a parte da torcida, Alex Mineiro, Herrera e Maxi López era os principais atacantes, enquanto Jonas era apenas uma opção de banco. Apesar disso, atacante gremista seguiu comendo pelas beiradas e assim foi ganhando o seu espaço e se firmando no time titular.

Mas Jonas ainda levaria mais uma pancada do futebol. Depois de surpreendente gol perdido contra o Boyacá Chicó pela Copa Libertadores da América, o jogador gremista foi chamado pelo jornal espanhol Mundo Deportivo de pior atacante do planeta. Ainda assim, ele não desistiu de mostrar o seu valor ao Grêmio.

Jonas é um atacante normal, que surpreendentemente pode errar os gols mais fáceis e fazer os mais difíceis. Porém são compreensíveis as suas lágrimas, pois para chegar à artilharia do Brasileirão e ganhar o respeito da maioria da torcida Tricolor, ele teve que superar obstáculos para isso.

Embora não seja excepcional, Jonas vem calando os críticos (entre eles, este blogueiro lhes escreve) e está realizando uma caminhada bonita no Grêmio na temporada 2009. Será que se Jonas fizesse parte do Grêmio em 2008, perderíamos o título brasileiro para o São Paulo? Essa é uma pergunta que jamais será respondida. Mas uma coisa é certa, ele é melhor atacante do que Perea, Marcel, Soares e Morales.

Anúncios
8 Comentários leave one →
  1. setembro 22, 2009 8:20 am

    Muito bem analisado, acho que era unanimidade, todos queriam sua saida e ainda bem que ele ficou e hoje esta ai, muitos gols, sempre lutando com muita garra, esta de parabens, já é um idolo da torcida, abraço.

    Saudações do Gremista Fanático

  2. setembro 22, 2009 1:15 pm

    mas que ele é ruim, ele é 🙂

    • setembro 28, 2009 12:01 am

      vc deve ser bom né..

    • setembro 28, 2009 12:02 am

      falar que o artilheiro do brasileirão é ruim…
      só pode estar louco

  3. setembro 26, 2009 10:25 pm

    Ele não precisa ser bom, ele tem que marcar gols. Só isso.

    Recebe, domina, limpa, marca. Isso é ser centroavante.
    O resto é conversa para a imprensa esportiva.

    Abs!

  4. setembro 28, 2009 12:00 am

    O cara é fera..

  5. vana permalink
    maio 20, 2010 8:01 pm

    o jonas é bom demais

  6. junho 1, 2010 2:30 pm

    oi como eu queria ser fã do jonas ele é o mais bom no futebol ele ganha de todo mundo jonas jonas jonas jonas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: