Skip to content

Ainda falta algo ao Grêmio

setembro 14, 2009
Reprodução

Reprodução

Passado o sentimento de alívio a após a primeira vitória do Grêmio longe do Olímpico neste Campeonato Brasileiro, Paulo Autuori precisa ver como corrigir os erros que a sua equipe ainda demonstra fora de casa.

Depois de um Grêmio mais envolvente no primeiro tempo, em que Souza, Jonas e Tcheco garantiram os três pontos, o segundo tempo ainda deu sinais de que a equipe repete os mesmos erros apresentados anteriormente. O Grêmio insistiu em chamar o adversário ao seu campo de defesa de maneira perigosa, sem conseguir contra-atacar.

No segundo tempo, só deu Náutico no ataque e o Grêmio se abdicou completamente de atacar para ampliar a vantagem sobre os anfitriões. Mesmo com todo o mérito do time gremista pela vitória conquistada, a limitação da equipe pernambucana colaborou para a conquista dos três pontos.

O problema é que não se pode esperar a mesma facilidade do Goiás, nosso próximo adversário fora do Olímpico e concorrente direto ao G-4. Sem ter eficiência no contra-ataque e ao mesmo tempo recuar de maneira desmesurada, dificilmente conseguiremos mais uma vitória.

Esse foi o roteiro na maioria dos jogos fora de casa. Quem não lembra o sufoco que levamos contra o Botafogo? Era uma partida ganha,  mas quase permitimos a virada nos instantes finais, com o Grêmio sem pretensão nenhuma no ataque.

O Grêmio ainda não se acertou nos contragolpes, algo muito característico no time que foi comandado por Celso Roth, líder na maior parte do Campeonato Brasileiro 2008. Roth pode ser eternamente considerado um Judas  para alguns torcedores gremistas e até mesmo tem seus defeitos de fato, mas é inegável o mérito dele ao fazer melhor campanha fora do Olímpico nos últimos anos.

Não há dúvidas de que Autuori é um técnico mais capacitado do que seu antecessor, mas ainda falta ao atual time gremista um pouco  daquilo que é característica das equipes armadas por Celso Roth.

O Grêmio de 2008 era um time que sabia se defender e contra-atacar e assim nasceram as vitórias fora de casa. Se o time do Grêmio de 2009, superior tecnicamente ao time do ano passado, fosse assim, estaríamos no G-4 e teríamos mais chances de brigar pelo título brasileiro.

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. setembro 14, 2009 11:02 pm

    Boa vitória do Grêmio sobre o Náutico, heim.

  2. setembro 15, 2009 8:40 am

    Pois é o segundo tempo foi pessimo e se o o Nautico fosse um pouquinho melhor com certeza teria complicado as coisas, contra times mais qualificados desse jeito o Grêmio não ganha, abraço.

  3. heraldo-pr permalink
    setembro 15, 2009 12:15 pm

    Fora Burroth, o asnotuori comete o mesmo erro, tira a naba do souza, e pronto, tamo que tamo

  4. Eduardo permalink
    setembro 15, 2009 4:30 pm

    Uma coisa que eu venho reparando a tempo, O Grêmio nao consegue contra atacar, o que nao eh muito bom para um time com uma postura defensiva.
    Grande vitoria sobre o Náutico, e que venham os próximos!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: