Skip to content

Tcheco segue injustiçado

setembro 5, 2009
tags:

Imagem tirada do blog Perspectiiva

Imagem tirada do blog Perspectiva

Tcheco não é o maior jogador que passou pelo Olímpico, assim como não chega a ser um craque de futebol. Mas já faz tempo que não víamos um atleta que tenha divido tanto as opiniões dos torcedores gremistas quanto a Tcheco. Podemos encontrar blogs que pedem a sua saída ou que desejam a sua permanência. Assim, o nosso atual camisa 10 nunca será uma unanimidade entre os torcedores gremistas.

Apesar de respeitar a opinião daqueles que desejam a saída de nosso capitão, ainda constato certos exageros. Volto a frisar que de nada adianta tirar Tcheco sem que haja uma alternativa segura. Douglas Costa, mesmo com pequena melhora nos últimos jogos, não alcançou toda a confiança depositada nele. E vejo Rochemback no lugar de Túlio e não de Tcheco.

É verdade que o meia não pode ser uma referência técnica do nosso time. Também vejo com naturalidade o jogador experimentar o banco de reservas quando necessário. Mas são exageradas as colocações de que ele erra vários passes e não possui habilidade. E acima de tudo, acho absurdo julgá-lo que ele não é vencedor. Tcheco ganhou dois campeonatos gaúchos e obteve os vices na Libertadores e no Brasileirão, o que não é de se desconsiderar.

Tcheco está em declínio físico e técnico, mas ainda é um jogador que acerta boa parte de seus passes e procura cadenciar o jogo. Portanto é sim um jogador importante e com habilidade. No entanto querem que Tcheco seja um Riquelme ou um camisa 10 clássico. Isso é cobrar demais dele, o que não tira a sua importância no grupo gremista.

E mais absurdo é usá-lo como bode expiatório para associar o nome dele às derrotas do Grêmio. Oras, se for para crucificar Tcheco pela má-campanha fora de casa, vamos fazer o mesmo com Souza, Douglas Costa e todo o elenco, com exceção a Victor e Réver. Se perdemos o Campeonato Brasileiro 2008, vamos culpar Anderson Pico e os nossos atacantes que desapareceram na hora H. Se perdemos a Libertadores da América 2007, vamos culpar Mano Menezes por dar toda liberdade a Riquelme nos dois jogos finais.

Nesse sentido, simbolizar Tcheco como não vencedor é uma grande injustiça. É sim um jogador que tem suas limitações, pode ficar no banco de reservas quando necessário, mas a sua presença ainda se torna necessária para o Grêmio. Além disso, é um jogador que criou uma identidade no clube, algo raro no futebol moderno. Por essas razões que sou favorável à permanência de Tcheco no Grêmio, quanto tempo for necessário.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. setembro 5, 2009 1:08 pm

    Como a torcida é sábia, em se tratando das coisas do GRÊMIO. O AZUL CELESTE da camisa do Tcheco é o correto e lindo azul do nosso ESTATUTO.

  2. setembro 5, 2009 2:16 pm

    Eu concordo com voce Bruno, e acho que muitas vezes a culpa pelo Grêmio jogar mal recaem muito sobre Tcheco e os outros jogadores falham e comprometem o jogo e os torcedores não veem, e só sabem criticar o Tcheco. Mas tuas palavrar retratam muito bem a situação do Tcheco, abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: