Skip to content

Souza e Tcheco precisam assumir a responsabilidade

setembro 2, 2009
Foto: Valdir Friolin

Foto: Valdir Friolin

Não vou creditar Paulo Autuori como o principal vilão do frustrante empate de 3×3 contra o Botafogo. É verdade que ele influenciou no resultado e tem a sua parcela de culpa. Mas não se pode culpá-lo pela avenida deixada no nosso lado esquerdo e nem na falha individual de Rafael Marques nos dois primeiros gols botafoguenses.

Autuori errou ao tirar Jonas para colocar Makelelê ainda faltando mais de 15 minutos para o encerramento da partida. Trata-se de uma substituição natural que todo técnico costuma fazer, mas apenas acho que ele fez cedo demais, pois era o momento de matar buscando o terceiro gol num contra-ataque, aproveitando-se da desorganização adversária. Caso não surtisse efeito, a troca seria compreensível faltando cinco minutos.

Embora o nosso técnico mereça parte do crédito por essa vitória escapar de nossas mãos, acredito que Souza e Tcheco mereçam muito mais. É incompreensível imaginar que Autuori quisesse que o time recuasse de maneira tão demasiada. O objetivo, conforme ele próprio esclareceu, era prender a bola no meio-campo. Porém isso se torna impossível se os nossos dois meias fazem mais uma partida apagada, como é de costume em jogos fora do Olímpico.

Tcheco e Souza são o cérebro do Grêmio. Caso não joguem bem, o time não jogará bem. Portanto, é mais do que justo avaliamos que um dos motivos para termos uma campanha pífia fora do Olímpico passa pela irregularidade de nossos meias. Está mais do que na hora dos dois jogadores assumirem o seu papel de liderança no grupo e não desaparecerem em jogos fora de casa. Quando isso ocorrer, com toda certeza venceremos a primeira fora do Olímpico, brigaremos pelo G-4 e quem sabe ainda poderemos sonhar com título.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Régis permalink
    setembro 2, 2009 11:27 pm

    Diferentemente de qualquer técnico que comandar este grupo, seja ele o Autuori, Luxemburgo ou mesmo o do Real Madrid, quem atua em campo é o jogador, e se estamos falando de duas peças importantíssimas na composição do Grêmio – Souza e Tcheco -, deveremos esperar atuações ao nível de jogadores de seleção brasileira. A torcida espera maior atitude deles ao atuarem fora do Olímpico, e está mais do que na hora de que isso ocorra, afinal a competição afunila, os times que estão embaixo querem uma aproximação do grupo que jogará a Libertadores ano que vem, e nenhum de nós gremistas passamos pela cabeça que não a disputaremos. Estamos “mal acostumados”, queremos ver o tricolor sempre nas “cabeças”.

  2. setembro 3, 2009 12:40 am

    São bons jogadores, só lembrando que o Souza era mais um no rico São Paulo e o Tcheco é jogador com mais de trinta anos. Com realismo, o milionário colorado e o próspero São Paulo são favoritos no Brasileiro. Fazemos contratações possíveis, jogadores submetidos a cirurgias importantes. O Real Madri está no Beira Rio, nós temos condomínio para suportar. Realismo e trabalho fazem bem. A era Roth contrariou a lógica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: