Skip to content

Grêmio 4×1 Flamengo – Campeonato Brasileiro 2009

agosto 16, 2009
Adriano? A estrela do jogo foi Victor / Foto: Mauro Vieira - ClicRBS

Adriano? A estrela do jogo foi Victor / Foto: Mauro Vieira - ClicRBS

Jogo complicado, equilibrado e com desfalques mais sentidos no lado gremista, já que não tinha os dois principais meio-campistas, Souza e Tcheco e o principal atacante, Maxi López. Como manda a tradição deste clássico nacional, Grêmio e Flamengo fizeram uma partida bem disputada, com alternâncias de domínio entre os dois. O resultado foi uma goleada de 4×1, mas o placar não representa fielmente o que foi a partida, mesmo que isso não apague os méritos do Grêmio nessa vitória.

O Grêmio até começou superior, atacando mais os visitantes, buscando as laterais. Tanto é que teve uma boa chance aos 14 minutos, quando Douglas Costa, nosso único meia de criação, fez um belo passe para Jonas chutar ao gol de Bruno, que por sua vez realizou grande intervenção. Mas o gol sairia mesmo no minuto seguinte, quando Jadilson cruzou a bola pela esquerda e Perea a cabeceou para o gol, abrindo o placar. Enfim, o El Ciclon volta a balançar as redes com a camisa do Imortal.

Mesmo na frente no placar, o Grêmio tinha sérios problemas. Para começar, Jadilson, como de costume, deixava uma avenida em suas costas. E foi em seu setor que o Flamengo rondou mais a área de Victor. O time de Paulo Autuori também encarava problemas na criação. É bem verdade que a atuação de Douglas Costa foi muito boa, principalmente pela sua personalidade em campo. Mas ele era o único jogador que criava. Réver atuava como volante e subia como elemento surpresa. Adilson ficava na retenção e Túlio não conseguia municiar o ataque.

Assim, o Flamengo começou a dificultar o jogo. E o gol de empate surgiu com naturalidade, em jogada de Adriano, que passou a bola com categoria para Everton, totalmente livre de marcação pela direita. O jogador flamenguista mandou a bola para o gol, Victor chegou a tocar nela, mas ela entrou mansamente para o gol. Tudo bem, o nosso goleiro ainda faria os seus milagres. Mas naquele momento, o jogo estava preocupante.

A partir do empate, o Flamengo chegava com mais perigo do que o Grêmio. Adilson perdeu uma bola boba, Everton Silva recebe e obriga Victor a intervir na jogada, antes que a bola chegasse aos pés de Adriano. Um minuto depois, Adriano entra livre na área, o goleiro gremista sai e fecha o ângulo do Imperador. Mais uma grande defesa!

O Grêmio somente teve nova chance aos 41 minutos, quando Jadilson cruza e Réver cabeceia a bola para fora, assustando Bruno. Mas no lance seguinte, Victor mais uma vez salvou o Grêmio, desta vez em chute de Emerson. E graças ao nosso goleiro, o Grêmio venceu pelo placar de 1×1 no primeiro tempo.

No segundo tempo, Autuori coloca Bruno Collaço no lugar de Jadilson. E o jovem teve boa atuação, melhorando o setor defensivo. E assim o Grêmio também melhorou. Nos cinco primeiros minutos, tivemos duas grandes oportunidades com Jonas e Rafael Marques, mas Bruno salvou o Flamengo, com destaque na última defesa, que sensacional. Minutos depois, o Flamengo respondeu com Adriano, mas Victor novamente intervém.

O segundo gol do Grêmio saiu aos 12 minutos. Douglas Costa passa para Réver, que faz uma jogada sensacional, driblando os marcadores rubro-negros e chutou para o gol de Bruno, colocando o Grêmio novamente na frente no placar. Logo depois, Perea quase fez o terceiro gol gremista, mas Bruno se evitou o pior.

Aos 14 minutos, Paulo Autuori tira Douglas Costa e coloca Joilson. Confesso que não entendi a substituição, visto que o guri estava jogando bem e era o único meia de criação. E perdendo o jogo, o Flamengo parte para cima, embora não tenha se caracterizado numa forte pressão, mas o suficiente para Victor aparecer mais uma vez, desta vez em chute de Emerson. Precisando buscar o gol de empate, Andrade coloca Denis Marques no lugar de Everton Silva, armando o time com três atacantes.

Mas seguindo o ditado de quem não faz leva, o Grêmio chegou ao terceiro gol. Perea é derrubado por Aírton dentro da área. Jonas cobra e faz 3×1 aos 36 minutos. Não tardou muito para mais um pênalti ser marcado. Desta vez foi infração de David em Joilson. E Jonas converte mais uma, liquidando o jogo. Uma curiosidade é que no ano passado, o Grêmio também teve duas penalidades não marcadas contra o Flamengo no mesmo estádio Olímpico, mas o árbitro era o Seneme. Desta vez, a história foi diferente.

O placar de 4×1 não reflete o jogo equilibrado deste domingo, mas foi um placar justo, pois merecedor é aquele que aproveita as suas oportunidades, sem interferência da arbitragem. E principalmente pelas ausências de Tcheco, Souza e Maxi López, o placar tem um valor ainda maior. E azar do Flamengo, Victor e Réver mais uma vez estiveram numa tarde especial.

O Grêmio encerra o primeiro turno em sétimo lugar, com 28 pontos. É frustrante pensar que nesse mesmo período de 2008 estávamos encerrando essa etapa com 41 pontos e na liderança do nacional. Mas estamos diante de um novo trabalho, temos um time superior ao que Celso Roth tinha em mãos e ainda sim estamos na briga por Libertadores, e quem sabe título. Com esse time e ainda reforçado, podemos fazer muito mais no segundo turno.

Rapidinhas

Victor é o nome do jogo. Melhor goleiro em atividade do Brasil desde 2008. E não lamentei nem um pouco Dunga convocar Gomes, ainda mais em período de janela de transferência. Mas em termos técnicos, o treinador da seleção foi no mínimo incoerente na escolha.

Réver também teve uma atuação segura como volante.

O fato é que Victor e Réver são os jogadores mais regulares do Grêmio desde 2008.

Acredito que Jadilson perderá cada vez mais seu espaço na lateral-esquerda. Com a chegada de Lúcio, o crescimento de Bruno Collaço e a recuperação de Fábio Santos, Jadilson tende a ser a quarta opção na lateral-esquerda.

O problema de Jadilson é apenas a questão defensiva. Vale lembrar que foi ele que fez a assistência para o gol de Perea e fez outra para Réver, quase marcando o segundo naquele instante, mas fica difícil jogar com uma avenida em seu setor. Por essa razão, não terá vida longa com Autuori, assim como não teve com Muricy Ramalho no São Paulo e Adilson Batista no Cruzeiro.

É bom ver Perea voltar a balançar as redes. Acredito que ele poderá formar dupla com Maxi López, quando este se recuperar.

Boa atuação de Douglas Costa. Gradualmente poderá ganhar espaço no time. Mas sinceramente, não entendi o porquê de sua saída para entrada de Joilson.

Agora é pensar no Santos. Será que a primeira vitória fora sai na Vila Belmiro?

Ficha Técnica – Grêmio 4×1 Flamengo – 19ª Rodada do Campeonato Brasileiro 2009

Grêmio
Victor; Mário Fernandes, Léo, Rafael Marques e Jadílson (Bruno Collaço); Réver, Adílson, Túlio e Douglas Costa (Joílson); Jonas e Perea (Maylson)
Técnico: Paulo Autuori

Flamengo
Bruno; David, Aírton, Ronaldo Angelim e Everton Silva (Denis Marques); Lenon, Willians, Fierro (Camacho) e Everton; Emerson e Adriano
Técnico: Andrade

Data: 16/08/08 (domingo)
Local: Estádio Olímpico Monumental
Paulo César Oliveira (FIFA/SP)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (FIFA/SC) e Marcelo Van Gasse (SP)
Cartões amarelos: Emerson, Willians, Adriano (Flamengo); Túlio, Jonas (Grêmio)
Gols: Perea, aos 15min; Éverton, aos 25min do primeiro tempo. Réver, aos 11min; Jonas, aos 36min e aos 42min do segundo tempo.

3 Comentários leave one →
  1. agosto 16, 2009 11:16 pm

    Precisamos de zagueiro rápido e de bom cabeceio para companheiro do Rever. Douglas preocupa por não entrar na área, poucas finalizações, como meia avançado, tipo Osvaldo, Paulo Isidoro, Zico, Dalessandro. Vamos vencer fora quando primeiro pensarmos em não perder. Sem essa obrigação toda. È parecido com a vida da gente. Ao natural.

  2. agosto 17, 2009 9:01 am

    Pois é Bruno acho que se tivessemos com pelo menos um dos nossos meias, seria menos complicado o jogo e talvez com um resultado mais dificil do que esse ai de 4×1, mas valeu o esforço e agora temos que finalmente ganhar fora. abraço.
    Saudações do Gremista Fanático

  3. agosto 17, 2009 6:09 pm

    E os flamenguistas estão arrumando a desculpa da derrota pelas defesas do grande goleiro do Grêmio.

    Esses flamenguistas não sabem perder.

    saulobotafogo.blogspot.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: