Skip to content

Coritiba 2×1 Grêmio – Campeonato Brasileiro 2009

julho 16, 2009
Foto: Felipe Gabriel, Lancepress

Foto: Felipe Gabriel, Lancepress

 

Não foi dessa vez que o Grêmio obteve os seus primeiros três pontos fora do Olímpico. Mas pior do que uma derrota fora de casa, algo muito rotineiro para qualquer equipe do Campeonato Brasileiro, é a sensação de que a vitória foi perdida, num jogo os três pontos eram praticamente nossos.

No começo do jogo, o Coritiba até esboçou uma pressão. Victor teve que trabalhar em chutes de Marcelinho Paraíba e Marcos Aurélio. Mas foi o Grêmio que saiu na frente. Em contra-ataque, Fábio Santos passa para Jonas, que aplica um corte no zagueiro adversário e chuta para o gol de Vanderlei, aos nove minutos.

A partir de então, o Grêmio se mostrou muito eficaz no setor defensivo. O Coritiba atacava, buscava o resultado em casa para fugir do rebaixamento, porém era um time desorganizado, que abusava em errar passes.

No entanto o Grêmio também não conseguia manter a bola sob seu domínio. Também errava passes, menos do que os anfitriões, mas o suficiente para não ser mais efetivo no ataque. Tcheco estava numa noite apagada e se equivocava em passes bobos. Maylson se esforçou e mostrou categoria, mas não supriu a ausência de Souza. Já Jonas e Alex Mineiro não conseguiam manter a posse de bola.

Assim, o Coritiba chegou ao ataque. Quando era mais recomendável seguir tocando a bola, cozinhando o jogo e dá o bote, o Grêmio se permitiu levar um contra-ataque aos 46 minutos do primeiro tempo. Carlinhos Paraíba passa para Marcelinho Paraíba pela esquerda. O ídolo do título da Copa do Brasil de 2001 foi o carrasco gremista na noite dessa quarta. Num lindo chute de fora da área, o Coxa chegou ao gol de empate. Não deu nem tempo para o lance seguinte e o árbitro encerrou a primeira etapa.

No segundo tempo, a expectativa era do Grêmio dominar, mostrar a sua superioridade técnica. Mas tudo começou a perder quando Thiego foi expulso de maneira totalmente bizarra. Na linha de fundo no campo de ataque gremista, Douglas retém a bola e Thiego o cerca. Tudo certo até ali. Mas a bola fora do alcance de seus pés não foi o suficiente para lhe dar a sabedoria que não adiantaria absolutamente nada dar um chutão dali. E o jogador deu, acertou o companheiro de profissão e foi expulso, sem com que qualquer gremista possa reclamar.

Tudo bem que não podemos jogar a culpa do mau resultado somente nas costas de Thiego. Mas é inadmissível um comportamento desses. Faltou no mínimo inteligência e responsabilidade com seus companheiros e com o seu clube. Por isso, sou a favor de uma punição disciplinar dada pelo Departamento de Futebol a Thiego por seu comportamento simplesmente ridículo e irresponsável.

Com um a menos, o Grêmio logo levou o segundo gol. Um passe de Marcos Aurélio, Ariel chuta bem e não dá chances para Victor, o que resultou na virada do Coritiba. Atrás no placar, Autuori tentou mudar o contexto. Tirou Alex Mineiro (apagado mais uma vez) para colocar o esforçado Makelelê. Depois tirou Maylson para entrada de Joilson e por último Jonas deu lugar a Perea. O Grêmio, mesmo com desvantagem numérica, chegou a pressionar os anfitriões, mas não chegou a ser perigoso. Não era uma noite inspirada para a equipe gremista. Assim, conhecemos mais uma derrota fora de casa. E pior, o Grêmio perdeu mais para si mesmo do que por mérito do Coritiba.

Mas não adianta reclamar. A partir de agora, poderemos nos focar totalmente no GREnal do Centenário. A vitória diante o rival é de extrema importância para se manter próximo do G-4. O que aumenta ainda mais a pressão pela vitória. De qualquer maneira, que venha o Inter.

 

Ficha Técnica – Coritiba 2×1 Grêmio – 11ª rodada do Campeonato Brasileiro 2009

Coritiba
Vanderlei; Rodrigo Heffner (Rodrigo Pontes), Cleiton, Demerson e Douglas Silva; Leandro Donizete, Pedro Ken, Carlinhos Paraíba e Marcelinho Paraíba; Marcos Aurélio (Bruno Batata), Ariel Nahuelpan
Técnico: René Simões

Grêmio
Victor; Thiego, Léo, Rafael Marques, Fábio Santos; Túlio, Adílson, Tcheco, Maylson (Joílson); Jonas (Perea) e Alex Mineiro (Makelele)
Técnico: Paulo Autuori

Data: 15/07/2009 (quarta-feira)
Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba-PR
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ),
Auxiliares: Ricardo de Almeida (RJ) e Cláudio José de Oliveira Soares (RJ).
Cartões amarelos: Leandro Donizete, Carlinhos Paraíba, Rodrigo Pontes (Coritiba); Léo, Fábio Santos, Maylson, Victor (Grêmio)
Cartões vermelhos: Thiego (Grêmio)
Gols:Jônas, aos 9 min e Marcelinho Paraíba, aos 46 minutos do 1° tempo. Ariel, aos 7 min do 2° tempo.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Juliano permalink
    julho 16, 2009 3:22 am

    Infelizmente mais uma derrota. Foi um bom primeiro tempo do tricolor, que merecia ter saído com a vitória. Mais uma vez deixamos escapar 3 pontos que farão muita falta lá adiante. Uma expulsão ridícula que custou caro. Fábio Santos foi muito bem, como foi contra o Corinthias, está queimando minha lingua, ainda bem. Maylson não pode jogar no Grêmio, é fraco, e Alex Mineiro pode vender, não vale os R$ 180 mil mensais. E Tcheco voltou ao normal, nada fez, contra o Corinthias foi uma rara exceção. Agora é o Gre-nal com necessidade de vitória. Força Grêmio

  2. julho 18, 2009 10:25 pm

    Caseiro Gutemberg levou livre Pedro Ken, com cartão amarelo, o jogo todo. Vistas grossas em duas faltas de cartão pelo critério do assustado árbitro. Arbitagem caseira serve no Olímpico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: