Skip to content

Grêmio 3×0 Corinthians – Campeonato Brasileiro 2009

julho 13, 2009

Foto: Valdir Friolin - ClicRBS

 

 

 

Foto: Valdir Friolin - ClicRBS

O Grêmio obteve uma grande vitória contra o Corinthians pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. E para quem esperava um jogo difícil e equilibrado, ficou surpreso pela tranquilidade que os comandados de Paulo Autuori obtiveram os três pontos. Em suma, o placar foi 3×0, mas poderia ser perfeitamente 5×0.

O jogo até começou conforme o imaginado: equilibrado e muita marcação de ambos os lados. O Corinthians teve mais posse de bola nos primeiros minutos da partida, mas o Grêmio começou a explorar o ataque pelas laterais e desequilibrou o jogo. E assim foi decidindo o duelo. Aos 16 minutos da etapa inicial, Fábio Santos cruza pela esquerda e Alex Mineiro chutou a bola para o gol de Felipe, que chegou a tocar na bola, mas em vão. O Grêmio já estava na frente no placar.

Aos 18 minutos, Fábio Santos sofreu falta na entrada da área. O próprio cobrou e a bola chega a tocar na trave e vai para rede do lado de fora, assustando os corintianos. Mas quando o cronômetro já apontava 22 minutos de jogo, o Tricolor chegou ao segundo gol. Numa roubada no campo de ataque do Corinthians, o Grêmio contra-ataca rapidamente. Tcheco passa a bola para Adilson, que por sua vez avança pela esquerda sob a marcação do zagueiro Jean (aquele mesmo que passou no Olímpico em 2008) e cruza para Jonas cabeceá-la para o gol de Felipe. O atacante demorou a perceber que a bola tinha entrado, mas quando soube, foi comemorar.

Para facilitar ainda mais, Jean nos fez um grande favor. Numa falta de Cristian em Souza aos 28 minutos, o zagueiro foi reclamar para o árbitro Francisco Carlos Nascimento. E por isso, levou cartão amarelo. Mas Jean disse algo a mais e recebeu o cartão vermelho. Com um a menos, o jogo ficou perfeito para o Grêmio. Alessandro passou a jogar como zagueiro, para repor o sistema defensivo.

Aos 37 minutos, o Grêmio matou o Corinthians. Desta vez, em jogada pela direita. Souza cobra escanteio, a bola é rebatida e sobra para Léo. O zagueiro devolve a bola para o meia, que cruza para área. A defesa corintiana dorme e Rafael Marques, em posição legal, faz o terceiro gol, garantindo os três pontos para o Tricolor.

No segundo tempo, o Grêmio passou a administrar a vantagem. Já o Corinthians, mesmo com um a menos, arriscou mais, porém, quase todas as bolas fora da área, pela dificuldade em penetrar na área tricolor. A exceção ocorreu aos 35 minutos, quando Dentinho invadiu a área e chutou muito bem. Mas diante dele estava o melhor goleiro em atividade no Brasil. Victor fez uma defesa simplesmente espetacular, que encanta a Nação Tricolor, mas também a preocupa, quando o mesmo é visto pelos clubes europeus interessados pelo seu futebol.

O Grêmio teve mais chances de fazer os gols, mas também as desperdiçou. Jonas poderia ter ampliado, mas cabeceou a bola para fora. Perea (entrou no lugar de Jonas) perdeu boa chance, mas Felipe teve os méritos ao fechar seu ângulo. E Souza jogou fora outra grabde oportunidade, após bela assistência de Alex Mineiro, mas na tentativa de driblar o goleiro corintiano, perdeu a bola para o próprio. E o mesmo Alex Mineiro fez um belo chute, mas Felipe, mais uma vez, salva o Corinthians numa bela defesa. No final, o placar ficou mesmo nos 3×0, com sentimento de mais.

No geral, o time de Paulo Autuori dominou o Corinthians de tal maneira que ainda não havia ocorrido em 2009. O Grêmio dominava o meio-campo, atacava com melhor qualidade e marcava muito bem. E quem queria ver Ronaldo, decepcionou-se, pois com meio-campo corintiano completamente anulado, o camisa 9 ficou isolado e inoperante. Praticamente não ouvi o nome de Douglas, também anulado. Ao contrário de Tcheco, que jogou muito bem, acertando quase todos os seus passes.

O Grêmio chegou a 15 pontos, está na sexta colocação e mais próximo do G-4 e pela disputa do título nacional. E talvez já seja possível ver os primeiros sinais do trabalho de Paulo Autuori. O time gremista está bem na marcação e na criação e tem o toque de bola como uma de suas principais marcas. Num jogo em que o Corinthians chegou com status de time mais consistente do futebol brasileiro (com a devida justiça), o Grêmio foi superior exatamente por essa característica. Por isso, uma vitória convincente, incontestável e que nos coloca na briga pelo título brasileiro.

 

Rapidinhas

  

Mano Menezes foi aplaudido pela Torcida e cumprimentado pelos jogadores gremistas. Nada mais justo, afinal Mano é um dos técnicos mais queridos de nossa história centenária.  Espero um dia vê-lo novamente na casamata tricolor. 

Souza deu uma declaração interessante após o final do jogo, num comparativo entre Paulo Autuori e Celso Roth: “Com o Paulo a gente joga mais, tem mais posse de bola. Com o Celso, e isso veio já antes dele, o time era mais espaçado. Agora estamos mais compactos, temos mais alternativas. Antes tocavam a bola para a gente e diziam ‘te vira, resolve.” 

O mesmo Souza admitiu que forçou o terceiro amarelo para ficar ausente no jogo contra o Coritiba, com o objetivo de se poupar para o Gre-Nal do Centenário, no próximo domingo. 

Aliás, alguém viu Ronaldo? Apenas vi o chapéu de Souza sobre o fenômeno e o gol do carrasco Jonas. 

Quem disse que o Corinthians não leva 3×0 em Porto Alegre? No Olímpico Monumental com certeza leva. 

Alex Mineiro quebrou o jejum de quatro meses ao fazer o primeiro gol gremista. Ufa! 

Corinthians sumiu no jogo? Sim, muito mais mérito do Grêmio do que qualquer outra coisa.  

Começa a semana do centenário do clássico GREnal. Mas antes de pensar no Inter, precisamos ter foco no Coritiba, nesta quarta-feira. Mesmo lá embaixo na tabela, os paranaenses farão um jogo difícil para o Grêmio. Portanto, todo foco contra o Coxa!

 

 

Ficha Técnica – Campeonato Brasileiro – 10ª rodada – Grêmio 3 x 0 Corinthians

 

 

 
GRÊMIO: Victor; Thiego, Léo, Rafael Marques e Fábio Santos; Túlio (Makelele), Adílson, Tcheco e Souza (Maylson); Jonas (Perea) e Alex Mineiro.
Técnico: Paulo Autuori
CORINTHIANS: Felipe, Alessandro (Diogo), Jean, Diego e André Santos; Cristian, Elias (Jucilei) e Douglas; Jorge Henrique (Renato), Dentinho e Ronaldo.
Técnico: Mano Menezes 

 

 

  

Gols: 

Grêmio – Alex Mineiro (16min/1º T), Jonas (22min/1º T) e Rafael Marques (37min/1º T) 

  

Cartões Amarelos:

Grêmio – Thiego, Tcheco, Rafael Marques, Léo, Souza e Perea 

Corinthians – Ronaldo, Douglas, Alessandro e Dentinho

 

Cartões Vermelhos:

Corinthians – Jean

 

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: domingo, 12 de julho de 2009
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Assistentes: Pedro Jorge de Araújo (AL) e Carlos Jorge da Rocha (PR)
Público Pagante: 30.071
Não pagante: 3.617
Total: 33.688
Renda: R$ 654.877

Anúncios
4 Comentários leave one →
  1. julho 13, 2009 1:47 pm

    Passamos o relho no nosso tradicional freguês.

    Engraçado mesmo foi ouvir o choro do Neto, um dos comentaristas mais pífios da TV em todos os tempos. Por fim, acho que o Ronaldo estava de luto pelo falecimento do, da, daquela pessoa que morreu no Rio. Então nem vou chutar cachorro gordo, digo, morto.

    Cansei de ficar ouvindo besteira que o Grêmio “não pegou adversário forte” esse ano, que “só encontrou moleza”, que quando pegou o Cruzeiro perdeu. Perdeu a Libertadores porque perdeu gols no Mineirão e só.

    Agora a imprensa vermelha e do centrão que explique essa goleada, com direito a olé. E compre um lencinho pro Neto bagualão e coitado.

    Abs!

  2. julho 13, 2009 6:40 pm

    Na verdade Társis, já inventaram desculpas. Tipo, o Corinthians jogou sem Chicão e William, o time estava confiante demais. O reconhecimento a respeito do mérito do Grêmio ficou em segundo plano. Mas é assim mesmo, nenhuma novidade.

  3. gremiocopero permalink
    julho 13, 2009 11:36 pm

    Oi Bruno. O que importa são os tres pontos e um boa atuação. Seguimos na luta pelo G4 e pela Libertadores 2010. Estou ansioso pelo sorteio do grupos *risos*
    Foco é jogo a jogo … Que venha o Coritiba. Forte abraço, Charles

  4. julho 15, 2009 12:34 am

    Gostei da segurança defensiva e do preparo físico melhorado. Detestei, vendo próximo na Grêmio Mania, o azulão horroroso do atual pano-camisa que nos impuseram. Só pode ter colorado na Puma. O Duda tem que dar um basta urgente nessa brincadeira de péssimo gosto. O torcedor não merece essa humilhação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: