Skip to content

Começa a Era Autuori

maio 18, 2009
Foto: Fernando Gomes
Foto: Fernando Gomes

A chegada de Paulo Autuori anuncia uma nova Era no Olímpico. O novo treinador gremista tem um perfil que foge de todos os últimos profissionais que passaram pelo cargo. E a sua chegada pode simbolizar algumas mudanças na equipe do Grêmio, se comparado à Era Roth.  

Para começar, o esquema de jogo deve mesmo mudar, passando do 3-5-2 para o 4-4-2. “Todos sabem que gosto do 4-4-2, é um esquema que dá mais variantes”, afirma o novo comandante gremista.

Não acho que o 3-5-2 seja um vilão, mas talvez seja hora mesmo para mudanças. Adilson está isolado na retenção e Tcheco praticamemte desaparece em campo quando joga recuado. O 4-4-2 possibilitaria a entrada de mais um volante (Túlio) com a manutenção de dois meias.

Outra mudança é a visão que cada treinador tem quanto à disputa de competições simultâneas. Nunca foi contra em priorizar uma competição à outra, muito pelo contrário, há ocasiões que o revezamento de jogadores se torna necessário. Mas não foi nada positiva a maneira que Roth (e, diga-se de passagem, a direção também) tratou o Gauchão com mais completo desdém em nome da Libertadores. E mantendo essa linha de pensamento, após a eliminação do Atlético Mineiro na Copa do Brasil, Roth disse que havia lado positivo nisso, pois poderia se focar apenas no Brasileirão.

Autuori não é contra o revezamento de jogadores e o fará quando necessário. Mas não é seu estilo desdenhar um torneio em prol de outro. Sob seu comando, espera-se um Grêmio que dispute seriamente o Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores da América.

O ambiente de trabalho no Olímpico também deve melhorar. Desde que Marcelo Rospide assumiu o comando, foi possível sentir os jogadores mais leves e o elo com a torcida restabelecido.

Por mais exageradas que fossem as criticas de alguns torcedores e da mídia esportiva quanto a Celso Roth, era inegável que o clima no Olímpico era pesado e treinador não conseguia reverter essa situação.

Ao julgar o torcedor apenas como passional e criticar publicamente a diretoria, Celso Roth não ajudava em absolutamente nada para melhorar o ambiente de trabalho. Com Paulo Autuori, haverá uma sintonia com a direção, torcida e imprensa.

Por essas razões que considero a chegada de Paulo Autuori uma nova Era no Olímpico. E acredito que desde os tempos de Felipão, não tínhamos um treinador tão experiente e com currículo tão capacitado como o dele. Agora, temos um treinador no mesmo patamar de conquistas quando comparado aos demais gigantes do Brasil, como Muricy Ramalho e Vanderlei Luxemburgo.

E passada a novela do novo treinador, nossa atenção volta para os reforços (principalmente um meia), o aprimoramento tático da equipe e o tão sonhado Tricampeonato da Copa Libertadores da América. E torcemos que Paulo Autuori faça história no Grêmio, assim como fez no Botafogo, Cruzeiro e  São Paulo.

Seja bem vindo, Paulo Autuori!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: