Pular para o conteúdo

Mudando para melhor

junho 19, 2011

Há momento que para melhorar, torna-se necessário mudar, por mais que essa decisão seja difícil. Quem acompanha o Grêmio 1903, sabe o quanto o blog evoluiu. Naturalmente, quanto maior o número de seguidores, maior a responsabilidade ao tratar sobre o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. É exatamente para melhorar, que estamos mudando de endereço.

Há quatro anos usando o domínio do WordPress, é chegada a hora do Grêmio 1903 ter as suas próprias pernas, passando a ter um domínio próprio, que facilite o acesso do leitor e também a comunicação. Também entra o objetivo de deixar um espaço mais bonito e funcional.

Portanto, agora o Grêmio 1903 está de casa nova. O endereço do blog passou para www.gremio1903.net. Àqueles que sempre nos acompanharam nesse espaço, peço que participem com a gente nessa nova empreitada, nesse novo desafio. Afinal, sem vocês, não haveria esse blog. Por isso, para melhor atendê-los, passamos por uma série de transformações, que passa também por um novo espaço. Venham com a gente e façam parte dessa história.

Brasileirão’11: para se recuperar diante do torcedor

junho 19, 2011

O Grêmio recebe o Vasco, campeão da Copa do Brasil, na tarde deste domingo (19), às 16h, no Estádio Olímpico. Diante do seu torcedor, a equipe de Renato Portaluppi terá duas missões. A primeira delas é superar a ausência de alguns titulares que estão no DM ou ainda não possuem condição de jogo. A segunda, e talvez mais importante, é vencer o time de Ricardo Gomes e convencer o seu torcedor.

Depois da derrota para o São Paulo, no último sábado, Renato teve seu trabalho colocado em dúvida. Com Gabriel no meio e um esquema que já havia apresentado falhas na Libertadores, o Grêmio sucumbiu diante da velocidade do time paulista e ainda teve Rafael Marques expulso no final, por discussão com Dagoberto.

A expulsão, segundo Renato, foi uma “dor de cabeça boa”. Ele poderá novamente encaixar Mário Fernandes e Gabriel no mesmo time. Mário será o substituto de Rafael na zaga gremista, enquanto Gabriel retornará a sua posição de origem, a lateral-direita. Completando a defesa, Saimon receberá nova oportunidade na zaga e Neuton será mantido na esquerda.

Renato ainda não divulgou o time titular, mas a tendência é ver Willian Magrão de volta à volância, ao lado de Fábio Rochemback. Douglas, que pode estar fazendo uma de suas últimas partidas pelo Grêmio, jogará ao lado de Lúcio, com um pouco mais de liberdade para criação, algo que faltou no jogo da semana passada.

Na frente, talvez a grande preocupação da torcida. Lins e Junior Viçosa não formam o ataque dos sonhos de nenhum gremista, mas é o que temos para o momento. Ainda sem Miralles, André Lima e o recém lesionado Leandro, as opções de Renato são bastante limitadas. A única dúvida que paira é o motivo pelo qual o treinador não dá oportunidade para o argentino Escudero, ainda que este tenha tido suas melhores aparições como meia.

Douglas pode dar adeus ao Grêmio

junho 19, 2011

Foto: Ricardo Duarte/Agência RBS

Em meio às expectativas de duas novas contratações, como a do atacante Rafael Moura e do zagueiro Alex Silva, o Grêmio pode sofrer uma grande baixa. De acordo com algumas fontes, Douglas tem proposta do Spartak de Moscou no valor de € 5 milhões (aproximadamente R$ 14 milhões). Não se sabe se o Departamento de Futebol aceitou, mas é provável a saída do meia.

Douglas teria tomado conhecimento da proposta do clube russo ainda em São Paulo, enquanto o restante do grupo se reapresentava no Olímpico, após a derrota para o São Paulo, no Morumbi. O fato causou polêmica, a ponto do empresário do atleta, Marcelo Goldfarb, negar a saída do jogador. No entanto, na volta a Porto Alegre, o meia trouxe consigo na bagagem os valores do Spartak, que busca um substituto de Alex, ex-Internacional e atualmente no Corinthians.

Caso se confirme a negociação, Douglas sairá como Jonas, que se despediu do Grêmio sob fortes questionamentos da torcida e sem um substituto ideal no elenco. O atual camisa 10 não é insubstituível, bem longe disso. Tampouco é craque, sobretudo por causa de sua displicência nos erros de passes. Porém, Marquinhos veio para ser seu reserva, Escudero possui características diferentes e o jovem Pessali deveria entrar gradualmente no time titular. Inevitavelmente, seria uma dor de cabeça a mais para os dirigentes gremistas.

Grêmio agradece a Ney Franco

junho 16, 2011

 

Foto: Divulgação/CBF

O técnico das categorias de base da Seleção Brasileira, Ney Franco, anunciou na tarde desta quinta-feira (16) a lista de convocados para a Copa do Mundo Sub-20, que será realizado na Colômbia, de 29 de julho a 20 de agosto. Para a surpresa de muita gente, apenas Fernando foi convocado para o mundial da categoria, deixando Saimon (que também esteve no Sul-Americano Sub-20) e Leandro de fora.

Para o Grêmio, a decisão de Ney Franco foi tudo de bom. Fernando não está bem, mostra-se afobado, o que precipita em erros de passes e até em defasagem na marcação. A sua estadia na Seleção Brasileira pode lhe devolver o bom futebol apresentado no começo do ano, quando disputava o Sul-Americano Sub-20.

Enquanto isso, Saimon e Leandro, jogadores mais importantes para o time de Renato, permanecerão no Olímpico para a disputa do Brasileirão. Logo, o Grêmio ganha duplamente. Por um lado, Fernando tenta recuperar o bom futebol com a camisa verde e amarela, ao mesmo tempo em que conta com Gilberto Silva e Adilson para primeiro volante. Por outro, tanto o atacante como o zagueiro seguem no Tricolor.

Fernando, junto com os outros 25 jogadores, se apresenta no dia 4 de julho na Granja Comary, em Teresópolis-RJ, para o período de treinamentos. Apesar da convocação inicial, o jogador gremista ainda não está certo no Mundial, uma vez que serão desconvocados cinco atletas, já que a FIFA permite a inscrição de 21 jogadores. A viagem para a Colômbia será no dia 24 de julho.

Sobre a novidade na camisa

junho 16, 2011

Foto: Grêmio Oficial

O Grêmio anunciou, por meio de seu Twitter Oficial, uma novidade no uniforme tricolor para a partida contra o Vasco da Gama, válida pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro 2011. Muitos ficaram curiosos, ao mesmo tempo em que poucos sabem do que se trata, mais precisamente, somente apenas aqueles que passam o dia a dia no Olímpico. Mesmo assim, surgem hipóteses para isso.

A primeira delas é que haja escrito algo referente à “Imortalidade” na camisa. Talvez seja uma ação para resgatar a autoconfiança do torcedor gremista, que anda descontente com o atual momento do time. Porém, na minha visão, o termo “Imortalidade” foi usado de maneira tão equivocada nos últimos anos, que temo novamente isso se repita para esconder erros e deficiências na equipe de Renato. Caso essa seja a tal novidade, particularmente, preferia muito mais tal escrita: “Grêmio” ou “Grêmio 1903”, como nas golas das camisas usadas na Libertadores 2009.

Outra hipótese é a mudança na fonte da numeração usada na vestimenta principal, passando do formato atual para o usado no Atlético Mineiro. No entanto, essa mudança não vale toda a expectativa gerada após o anúncio. Também podemos especular uma camisa limpa, sem patrocinador, uma vez que o Grêmio ainda negocia um novo contrato, podendo renovar o contrato com o Banrisul por mais dois anos ou fechar com outra empresa.

Independentemente do que vier para a partida de domingo, espera-se que seja algo realmente impactante. Afinal, o marketing gremista, apesar de grande evolução nos últimos anos, também já deu algumas bolas foras, como o ex-diretor Cesar Pacheco fazer propaganda enganosa ao afirmar que a camisa 2010 seria semelhante a de 1995. Mesmo assim, vamos aguardar por essa novidade e esperar que corresponda ao tamanho da ansiedade do torcedor gremista. 

Saída previsível de Vinicius Pacheco

junho 15, 2011

Foto: Agência Estado

A liberação de Vinicius Pacheco está longe de ser considerada uma surpresa no estádio Olímpico. O meia não tinha mais a confiança do técnico Renato Portaluppi, sendo assim não era utilizado. O Flamengo, detentor dos direitos do atleta, negociou com o Estrela Vermelha (Sérvia). Por sua vez, o Grêmio aceitou de bom grado a saída do atleta.

Assim como Damián Escudero, a não utilização de Vinicius Pacheco causava questionamentos por alguns torcedores. Por mais que não fosse uma salvação da pátria, poderia desempenhar uma função melhor do que a de Lúcio e seu uso seria mais coerente do que Gabriel improvisado no setor. Porém, atitudes do atleta fora do ambiente de trabalho podem ter prejudicado a sua estadia em Porto Alegre.

Embora não aparente, Vinicius Pacheco pode ser mais uma demonstração de que Renato também tem grande parcela de culpa pelo atual momento do Grêmio. Além do próprio meia, o técnico recebeu carta branca para indicar Carlos Alberto, Diego Clementino, Gilson, Rodolfo e Lins. Logo, se há carências no time, a responsabilidade também passa pela casamata.

Grêmio precisa despertar o torcedor

junho 14, 2011
tags:

Ao longo dessa década sem título de expressão, o que mais tem ocorrido no estádio Olímpico Monumental é o torcedor abraçar o Grêmio para lhe devolver o caminho das grandes conquistas. No entanto, a solicitação desse apoio após um resultado negativo, como os dirigentes costumam fazer quase a todo instante, se tornou uma banalidade.

Não que a ajuda da torcida não seja importante, muito pelo contrário. Chegamos à final da Libertadores em 2007 e passamos mais de 50 jogos invictos no Olímpico devido a essa força que sai do torcedor gremista. Porém, é preocupante que haja gente que acredita mesmo que só isso será o suficiente para levar o Grêmio às novas conquistas.

Vale lembrar que não faltou apoio do torcedor contra o Universidad Católica, Internacional e Corinthians no estádio Olímpico e, mesmo assim, o Tricolor perdeu todos esses compromissos. Logo, solicitar a nossa ajuda é desnecessário. O que deve ser feito é o contrário. Passados mais de 10 anos sem um grande título, o Grêmio é quem precisa reconquistar o torcedor.

Como fazer isso? Jogando bem, o que não implica em dizer que é preciso jogar bonito. Basta apenas ter um time que saiba o que faz em campo, que não erre passes, chute a gol, que seja organizado taticamente, que marque o adversário sob pressão, aproveite os contra-ataques e que tenha bravura. Ou seja, transforme tudo isso em padrão de jogo. Enfim, não é o torcedor que está em débito com o time, mas o time que está em débito com o torcedor.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.